As 6 coisas mais bizarras descobertas no espaço

Por , em 22.03.2015

A humanidade tem observado o espaço por milhares de anos e a coisa mais importante que descobrimos em todo esse tempo é que tudo é maluco nesta imensidão – e está ficando cada vez mais estranho. Abaixo estão algumas das coisas mais bizarras e até mesmo aterrorizantes que os astrônomos encontraram nos últimos anos.

6. O ar de Deus

coisas bizarras no espaco 6
Se alguma coisa vai reacender o interesse do público na exploração do espaço, provavelmente é isso: acima, você vê a foto de Sagitário B2, uma enorme nuvem com alguns milhões de vezes a massa do nosso sol, flutuando perto do centro da nossa galáxia. Os cientistas descobriram que ela é basicamente um rio gigante de rum com sabor de framboesa.

Parece mentira, mas não. Sagitário B2 contém cerca de 10 bilhões de bilhões de bilhões de litros de álcool. Além de ser álcool suficiente para deixar a visão do espaço meio embaçada, a nuvem também está repleta de moléculas chamadas metanoato de etila. Este produto químico, que dizem ter cheiro de rum, é o mesmo que dá às framboesas seu sabor.

Deus não apenas aparentemente decidiu “dar uma batizada” na Via Láctea, mas isso também pode significar que estamos mais perto de encontrar vida fora do nosso mundo. O álcool é um composto orgânico, por isso, se os cientistas conseguirem aprender mais sobre como ele consegue se formar no espaço, podem ser capazes de descobrir como a vida se forma.

5. Uma lupa colossal

coisas bizarras no espaco 5
A gravidade faz algumas coisas estranhas no universo, e não estamos nem falando de coisas assustadoras como os buracos negros, capazes de engolir galáxias. A força da gravidade também desvia a luz, o que significa que os objetos que os astrônomos estão olhando podem não estar realmente onde parecem estar. Os cientistas chamam essa bizarrice de lente gravitacional. A imagem acima mostra um exemplo particularmente estranho.

O que você está vendo é uma coisa azul que, na verdade, está diretamente atrás da coisa vermelha. Devido à gravidade dobrar a luz ao seu redor, parece que ponto vermelho está vestindo o azul como se fosse uma pulseira. Os astrônomos estão muito animados a respeito deste efeito, porque significa que eles podem estudar coisas que estão diretamente atrás de fontes de gravidade, como grandes galáxias, sem ter que enviar uma frota de naves de guerra para o espaço para destruir a obstrução, o que muitas vezes tem um custo proibitivo.

A coisa mais maluca sobre este efeito é que a lente gravitacional pode realmente fazer várias cópias de objetos no céu, então você realmente tem que saber o que está procurando. Na imagem seguinte, os objetos marcados “lensed galaxy” e “lensed quasar” são a mesma galáxia e o mesmo quasar. Elas simplesmente foram clonadas por efeitos da gravidade, de modo que parece que estão preparando uma emboscada.

A outra coisa legal é que, manipulando este efeito, podemos dizer onde objetos invisíveis – mas terríveis, como os buracos negros – estão.

4. Unicórnios, logotipos corporativos e muito mais

coisas bizarras no espaco 4
Acredite ou não, a imagem acima não é um desenho animado da galáxia onde se passa “My Little Pony”. Esta é a Nebulosa Trífida, uma nuvem de gás gigante que parece exatamente com um unicórnio espacial brilhante: dá para ver a sua longa crina e distinguir o lado do seu focinho, nos olhando de lado como uma princesa arrogante.

  • Isto é, claro, apenas um exemplo de pareidolia (o termo científico para a nossa tendência de ver padrões em manchas aleatórias, como Jesus em um pedaço de pão, ou um unicórnio em uma nuvem de gás). E a grande aleatoriedade do espaço é cheia desse tipo de coisa, como esta nebulosa que parece ser uma gigantesca mão fantasma atirando um coquetel molotov:
    coisas bizarras no espaco 4-
    Ou o Mickey Mouse que encontraram na lateral de Mercúrio:
    coisas bizarras no espaco 4--
    Os famosos Pilares da Criação não existem mais

3. Um buraco negro supermassivo lançado pelo espaço com um estilingue galáctico

Se você se encontrar algum dia pilotando uma nave espacial pelo universo, existem certas combinações de palavras que você simplesmente não quer ouvir de seu copiloto. Provavelmente no topo da lista estariam as palavras “supermassivo”, “buraco”, “negro” e “se movendo a 3 milhões de quilômetros por hora”. Acontece que isso descreve a situação no sistema CID-42, onde os cientistas viram duas galáxias se unir para lançar um enorme buraco negro direito do inferno para o espaço a uma velocidade impossível como um estilingue monstruoso. Aqui está uma simulação de computador de como os cientistas pensam que isso aconteceu:

O ponto branco indo para fora da moldura nos momentos finais é o buraco negro que acabou de ser atirado no espaço, provavelmente indo em direção a outra galáxia que estas duas não gostam muito.

Tenha em mente que um buraco negro supermassivo tem milhões ou até bilhões de vezes a massa do sol, por isso as forças necessárias para disparar um como se fosse uma bolinha de papel são vastas e insondáveis.

O fenômeno só pode ser detectado com base em provas recolhidas na cena da colisão. A própria natureza de um buraco negro é que você não pode vê-lo, nem mesmo se ele estiver a um palmo do seu rosto. É claro que, se ele estiver a um palmo do seu rosto, você já estaria incrivelmente morto. Essa é, sem dúvida, uma boa notícia – se uma galáxia próxima decide fazer isso conosco, não dá nem tempo de entrar em pânico.

2. Uma estrela cadente real

coisas bizarras no espaco 2
Assumimos que todos vocês sabem que quando uma “estrela cadente” cruza o céu noturno, você não está realmente vendo uma estrela, mas sim um meteorito – o que é muito menos impressionante e poético. Uma estrela é, naturalmente, bilhões de vezes maior e, como tal, não fica passeando por aí; muito pelo contrário, ela fica paradinha, só brilhando. Quando uma estrela realmente decide se “atirar” no espaço, as coisas ficam feias.

E isso acontece. Mira é uma estrela gigante vermelha no final de sua vida. Só que, em vez de morrer tranquilamente, optou por partir desta para uma melhor da forma mais espetacular e escandalosa que se possa imaginar, dirigindo seu Cadillac pela galáxia a uma incrível velocidade de 468.319 quilômetros por hora, com um tanque cheio de mescalina e nada a perder. Ela se move rápido o suficiente para criar uma cauda de cometa, mas, ao contrário de um cometa, tem de 13 anos-luz de comprimento.

O surpreendente é que o material que Mira está vertendo para o vazio vai continuar a criar mais estrelas e planetas em um futuro distante. Senhoras e senhores, é exatamente assim que todos nós deveríamos morrer.

1. Uma força massiva e misteriosa além do nosso universo

coisas bizarras no espaco 1
Justamente quando você pensa que não podemos encontrar nada mais aterrorizante no universo, os astrônomos vão lá e se superam.

Aparentemente, há algo incomensuravelmente maciço logo além das fronteiras de nosso universo visível. Nós não podemos ver o que é, mas sabemos que está lá, porque “a coisa” está puxando partes do universo para si como água indo para dentro de um dreno.

Tudo que você precisa para entender o diagrama do céu noturno da NASA acima é que os grandes pedaços coloridos estão sendo sugados em direção a algo tão distante que não podemos ver e tão poderoso que nada do que sabemos sobre o universo até agora pode ser responsável por isso. Os cientistas o chamam de fluxo escuro – porque parece que esse era o nome mais ameaçador que eles puderam encontrar.

Então, o que é este fluxo escuro? Alguns astrônomos acreditam que poderia ser alguma megastrutura desconhecida e exótica arremessada para longe nos primeiros momentos do Big Bang. Outros acham que ele poderia ser a ponta de um outro universo empurrando contra o nosso. Por fim, outros ainda apostam que ele é provavelmente um monte de baboseira que ciência mais avançada irá explicar. [Cracked]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (8 votos, média: 4,63 de 5)

3 comentários

  • Pedrinho Schoenberger:

    como explicar tamanha força e grandiosidade deve existir um ser superior que domina isso tudo extremo misterio…

  • Joaquim Jota Amelao:

    Que bizarrice eh

    • Paulo Santos:

      No universo tudo e possivel, tudo fora do planeta terra e desconhecido …sei la ( estranho )

Deixe seu comentário!