A cerveja mais antiga do mundo é também a mais salgada

Por , em 6.07.2011

Finalmente os cientistas puderam parar os estudos para abrir uma cerveja bem gelada… Mas não foi qualquer cerveja: foi uma com 170 anos. A garrafa da velha bebida foi encontrada junto a destroços de um navio que naufragou perto das Ilhas Aland, no Mar Báltico. Os cientistas acreditavam que essa era a cerveja mais antiga do mundo ainda possível de ser bebida.

Infelizmente, a primeira garrafa aberta não resistiu ao tempo. A água do mar entrou no recipiente, contaminando a cerveja. No entanto, os pesquisadores conseguiram analisar a química do líquido dourado. Foram encontrados açúcares do malte, compostos aromáticos e lúpulo, tudo o que está presente nas cervejas de hoje em dia.

Se fossem encontradas células de levedura vivas, seria possível replicar a cerveja. Entretanto, elas não sobreviveram a 50 metros abaixo da superfície no oceano. Isso não aconteceu com as bactérias ácido-lácticas, que foram encontradas no interior da garrafa. Essas bactérias, utilizadas na fabricação da cerveja, acrescentam o gosto amargo da bebida.

Os mergulhares conseguiram salvar cinco garrafas do navio naufragado, que provavelmente afundou entre 1800 e 1830. Além delas, eles trouxeram mais 100 garrafas de champanhe. Os pesquisadores planejam abrir outra garrafa, quem sabe em melhor estado, e menos salgada.[MSN]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (1 votos, média: 5,00 de 5)

2 comentários

Deixe seu comentário!