Acredite ou não, o Natal já foi proibido – e por cristãos

Por , em 16.12.2010

Hoje, ninguém imagina dezembro sem Natal. Mas esse não foi sempre o caso. O feriado religioso já foi proibido nos Estados Unidos e na Inglaterra por várias décadas – pelos próprios cristãos. A maioria dos americanos não está ciente de que o Natal foi banido, por exemplo, em Boston de 1659 a 1681.

A guerra original contra o Natal foi travada durante os séculos XVI e XVII pelos puritanos, ou cristãos protestantes que acreditavam que as pessoas precisavam de regras rígidas para serem religiosos, e que qualquer tipo de festa ou animação era pecado.

Assim, os próprios seguidores de Jesus Cristo, tanto na América quanto na Inglaterra, ajudaram a aprovar leis que tornaram ilegal celebrar o Natal. Eles acreditavam que era um insulto a Deus honrar um dia que já foi associado com o paganismo antigo.

Todas as atividades de Natal, incluindo danças, peças sazonais, jogos, cantar canções natalinas, e sobretudo de beber, foram proibidas pelo Parlamento dominado pelos puritanos da Inglaterra, em 1644, com os puritanos da Nova Inglaterra seguindo a tendência.

Em Boston, o Natal foi proibido. Na colônia de Plymouth, se tornou uma ofensa criminal. As árvores de Natal e as decorações foram consideradas rituais pagãos impuros, e os puritanos proibiram os alimentos tradicionais da época, como tortas e pudins. As leis puritanas exigiam que as lojas e empresas permanecessem abertas durante todo o dia de Natal, e crentes caminhavam pelas ruas na véspera do evento gritando “Não ao Natal!”.

Na Inglaterra, a proibição do feriado foi levantada em 1660, quando o rei Carlos II assumiu o trono. No entanto, a presença puritana permaneceu na Nova Inglaterra, nos EUA, e o Natal não se tornou um feriado legal até 1856. Mesmo assim, algumas escolas continuaram a dar aulas em 25 de dezembro até 1870.

Embora a mudança tenha sido gradual, as pessoas começaram a abraçar novamente essa comemoração feliz, e o feriado do Natal como conhecemos hoje, cheio de viscos e doces, voltou a ser comemorado por todas as colônias americanas. [LifesLittleMysteries]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (3 votos, média: 5,00 de 5)

38 comentários

  • JESSY:

    Bem, levando em consideração que o “NATAL” é apenas um evento comercial, criado pelo consumismo que abrange a globalização atual… E que estimula, além desse consumismo excessivo, a falsa solidariedade e falsidade geral entre as pessoas (o que é conhecido por “espirito de Natal”…
    Entao eu acredito que aqueles puritanos estavam no caminho certo proibindo a comemoração com festividade… se tivessem permanecido com a proibição e ela tivesse se espalhado pelo mundo todo, acredito que hoje o mundo seria um pouco melhor durante o ano todo.

  • vdcvsd:

    O papai noel so existiu por causa de São Nicolau

  • Paullin-007:

    Não estou de mal com a vida só porque repudio o natal, Ice Blue.
    Não duvido que você faça mais bem às pessoas que eu.
    Eu também vou às festas, seja elas natalinas ou não, e me divirto muito. Mas não é essa a questão. A questão é o que as pessoas fazem: ignoram o ano inteiro os mais pobres e necessitados. Então, na véspera de natal, com um falso sorriso no rosto, enchem-lhes de esmolas e presentes. Aí, depois do natal, viram-lhes as costas e voltam a ser as pessoas de sempre. Se você não é assim, meus parabéns!!

    Destruir o natal? Eu? Nunca pensei nessa possibilidade, eheheheh…

    Ah, e seria bom você xingar menos os teus semelhantes, não concorda comigo?

  • Ananias:

    O problema que em um tempo próximo poucos saberão o verdadeiro motivo de estar comemorando(lembrando que a palvra comemorar vem de comer) o dia 25 de dezembro!

  • Ice Blue:

    Paullin-007
    Não vou discutir minha vida pessoal com ninguém mas com certeza faço bem mais que você em relação a ajudar pessoas, não sou de mal com a vida não tanto que comemoro sim Natal, qualquer festa que deixam as pessoas alegres e felizes. Essa é a minha opinião cada tem a sua e não adianta que não vou mudar de idéia, o que importa pra mim é ver pessoas felizes e não achar que sou o bom que tem que acabar com uma festa que uma pequena minoria de pessoas mal-amadas querem destruir. AAAfff não tenho paciencia com pessoas ignorantes.

  • Paullin-007:

    Ice Blue, quem pareçe estar de mal com o mundo é vc. Vem defender essa festa maldita chamada Natal. Duvido que vc mesmo é solidário nos outros 364 dias do ano. Hj, dia 27 de dezembro, aposto que vc nem se lembra mais que tem pessoas passando fome bem aí, pertinho de onde vc mora. Ah! Confundir hipocrisia com solidariedade? Faça-me o favor…

  • Ice Blue:

    Se você leu meu comentario vai ver que eu não citei em nenhum momento “Adoração”. E por acaso em que momento na Bíblia é citado que Deus ou Jesus (tanto faz)quer as pessoas dentro de Igrejas. Adorem o que quiserem mas não sejam hipócritas falando mal de quem comemora Natal.

  • CristianoR:

    errado Ice, este não é o tipo de adoração que Deus quer!

  • Ice Blue:

    Não faz diferença o que se é comemorado neste dia o que importa é que pelo menos uma vez por ano as pessoas ficam mais solidárias, e é fácil vir aqui falar um monte de asneiras, parecem pessoas de mal com o mundo, se realmente conhecem a biblia e Jesus como muitos aqui fez questão de ficar falando, sabe que Jesus (como na bíblia diz) era alegre e ia em festas, então comemorem sem ficar pensando o que estou comemorando, comemore por estar vivos e ainda ter força de ficar escrevendo um monte de asneiras.

    Feliz Natal a Todos!!!!

  • CristianoR:

    Essa data infeliz e maldita deveria ser banida do nosso calendário!
    Foi por causa de um certo “Papa” que foi instituída, não tem base bíblica, é só comércio e gente falsa…

  • Genivaldo:

    O nascimento de Yeshua ocorreu entre a primeira ou segunda semana do mês de Outubro e não 25 de dezembro como quer a igeja romana, 25 de dezembro é o dia pagão romana o deus sol anual e o domingo de cada semana é o dia semanario do deus sol, além do mais o nome Jesus não é seu verdadeiro nome hebraico e sim Yeshua o nome Jesus vem do latim lingua romana, e na tradução grega o nome Jesus chama-se Yossus que também não o traduz certo, se bem que quando se chama por Jesus a intenção é chamar Yeshua HaMashiach = Yeshua e Messias. Por tanto o povo selebra um aniversario de quem não nasceu nesta data, tudo isso foi criada pela igreja romana é uma forma pagã que é sempre utilizada pela igreja romana. Nós que fazemos parte da Igreja Messianica conhecemos a verdade junto com nossos irmãos israelitas. Está é a verdade biblica.

  • Douglas:

    O Natal não tem haver com Jesus. O Natal é uma festa adaptadas das antigas Crenças pagãs que comemoravam nessa época o solstício de inverno, o Sabbat de Litha. Se Jesus tiver existido, ele deve ter nascido pelo final setembro, segundo pesquisadores.

    A Igreja Medieval utilizou essas festas pagãs e adotou coo se fosse sua para que houvesse uma maior aceitação da população, que em sua maioria era pagã, com o cristianismo.

    O real significado da festa foi se perdendo ao longo dos anos e, hoje em dia, é um símbolo do consumo capitalista e de hipocrisia da sociedade frente aos problemas mundiais como a fome. Se o povo gosta mesmo de ajudar que passa fome, que ajude todo o ano e não só no Natal.

  • matheus:

    achei uma coisa horrivel o marcos disse(primeiro comentário) o natal tem a ver com Jesus 25 de dezembro é dia de natal e “aniversário de Jesus”mais gostei da reportagem eu sou cristão também fiquei meio chocado meio sei lá

  • Marcos:

    Na verdade o natal não tem nada que ver com Jesus Cristo?

  • CristianoR:

    como dizia um amigo meu (João) esse “gordo capitalista” (papai noel)kkkkkkk

  • CristianoR:

    o Claudio disse tudo, precisa dizer mais algo???? parabéns…mais o pior de tudo é a falsidade das pessoas…ridículo!

  • Douglas:

    O bom natal é que quando meus inimigos me abraçam eu posso apalpar e verificar qual é o lugar mais macio pra desferir a facada >;]

  • Matheus:

    tsc, tsc, achei q o natal foi banido por um outro motivo
    jesus ordenou:
    – o batismo
    – santa ceia
    – evangelização pelo mundo
    – etc.
    mas nunca ordenou festejar o seu aniversário, muito menos o seu jejum de quarenta dias (quaresma)
    e quem disse q DEUS não gosta de uma festa? ou animação, quando os israelitas no velho testamento ficavam possuídos pelo ESPÍRITO SANTO, eles cantavam, pulavam e dançavam de alegria, o culto na casa de Deus é na verdade uma festa para ele

  • Felipe Matos:

    Quem diria…

  • lucas:

    eu gosto do natal,nesses dias as pessoas esquecem as diferenças, pelo menos por alguns dias,e ficam mais solidarias…mas e verdade que muitas pessoas nao sabem o verdadeiro significado desse dia,mas usam o natal como uma desculpa pra gastarem muito,se embebedarem….

  • Jorge de Melo:

    “House, você é ateu?”
    “Só no Natal ou na Páscoa. Nos outros dias tô nem aí.”

  • luciana:

    Felipe
    O que Maquiavel tem a ver com o natal?

  • Felipe:

    Segundo Maquiavel.

    “Todo Rei deve ser amado, porém temido ao mesmo tempo pelo seu povo”

    Isso me confere alguma coisa…

  • Felipe:

    Se você acredita em Deus, irás passar a eternidade no mais belo paraíso, porém, se não acreditas, irás arder, queimar, sofrer no fogo do inferno.

    Não saiu da minha boca, está na Bíblia.

  • Claudio Tavares:

    Peraí, como assim? ELE é meu amigo se eu fizer o que ele manda?!

  • Marcelo:

    Creio que o mais importante disso tudo(festejar ou não o natal) deve ser a simples pergunta: Jesus Cristo, a quem o dia 25 de Dezembro é dedicado aprovaria essa festa com todos esses aspectos?

    (João 15:14) 14 Vós sois meus amigos, se fizerdes o que vos mando. . .

    (João 17:15-16) 15 “Solicito-te, não que os tires do mundo, mas que vigies sobre eles, por causa do iníquo. 16 Não fazem parte do mundo, assim como eu não faço parte do mundo.

  • ?????:

    O Natal, Uma data hipócrita. Quase todas as tradições que você vê nessa data são tiradas de festas e tradições pagãs.

    2000 anos atrás, o cristianismo começou a adotar hábitos e festas de religiões já existentes. Uma delas é a festa pagã do Sol Invicto(25 de Dezembro), a Igraja acobertou isso dizendo que foi o dia que Jesus nasceu, mas Jesus não nasceu em 25 de Dezembro.

    A Árvore de Natal, uma tradição mulçumana chamada Saturnália, onde todo solstício de inverno as pessoas traziam para casa plantas, como uma magia para assegurar a vida das plantas até a primavera.

  • ANILSON MARTINS:

    Natal um monte de FDP que ferram as pessoas durante todo o ano vem com com sua hipocrisia falar em nascimento de Cristo !
    Pelo que ja pesquisei nem o próprio Cristo comemorava seu aniversário , e tem mais uma ninguém tem a data correta do nascimento de Cristo. O natal não passa de um momento de demagogia e comércio ! As igrejas e o comércio aumentam sua fortuna e quem passa fome continuara passando fome!

  • Mary:

    Bom, acredito que o natal nada mais é que um markent para o comércio.Sou cristã e creio em um Deus vivo e verdadeiro e quer que eu seja alegre e feliz nos cristãos cremos que o natal representa o nascimento de Jesus e não no papai noel o mesmo na pascoa o morte de Cristo por nós,não no coelhinho embora as crenças se misturão, devemos nos alegrar e comemorar mas sem falsidade,pois se alguem for falso com vc talves vc tbm não está se comportando com falsidade,pare para pensar nisso…

  • Paullin007:

    25 de dezembro: Dia da hipocrisia! Nesse dia, o ser humano esconde de vez sua verdadeira cara, e sai abraçando e beijando todos. Então no dia dia seguinde, retira-se a máscara natalina e tudo volta ao normal.

  • Prix:

    Claudio … vc foi mara, agora nem preciso comentar! rsrs

  • vinicius:

    O Natal é muito bom, movimenta o comércio, é feriado e é uma boa desculpa pra vc começar a fazer festa antecipando o reveion.

    Feliz Natal galerinha do mal.. abrass

  • criancinha:

    Se pensar bem, o papai noel distorçe o verdadeiro sentido da comemoração natalina para os cristãos, assim como o coelinho da páscoa…

    Mas por aqui a mescla de crenças variaddas reinam, então não há o que temer…rs

  • Cesar:

    Eu já trabalhei como iluminador para um fotógrafo, nos meus tempos de estudante universitário, e lembro de uma festa de casamento que parecia um velório: nada de música, nada de dança, nada de risadas, todo mundo sério e compenetrado, e nada de cerveja, cigarro, ou outras coisas. Só refrigerante e uma fatia de torta. Era o casamento de um pessoal evangélico…

    Eu, como bom ateu, comemoro o solstício de verão, um fenômeno astronômico que era associado pelos povos antigos ao renascimento do Sol (era inverno na parte do mundo em que se comemorava este solstício).

  • Ice Blue:

    Ridiculo o que faziam cada um comemora o que quiser.

  • luciana:

    Claudio, tem mais: confraternizações em restaurantes lotados, dízimo do 13°, falsos Boas festas, e por aí vai.

  • GABRIEL:

    Que bom.

  • Claudio Tavares:

    Acho que os cristãos brasileiros, deviam seguir o exemplo hoje e banir esses festejo por aqui, porém por outros motivos:
    – O trânsito vira um inferno;
    – As lojas idem;
    – A grana extra do 13º vai embora;
    – O zelador, o vigilante, a mulher do cafezinho e sabe deus quem mais, vão passar uma listinha pedindo grana e ai de quem não colaborar;
    – ouvimos sininhos musicais e aquela versão da Simone por toda parte;
    – Amigo Secreto;
    – Panetone e rabanada, a pior dupla de alimentos do mundo;
    – Gente falsa que te ignorou durante todo o ano aparece e comporta-se como se fossem amigos íntimos;
    – Programas do Didi, Xuxa e Roberto Carlos.

Deixe seu comentário!