Açúcar ajuda antibióticos a enganar e matar bactérias

Por , em 18.05.2011

Uma colher de açúcar não só torna o remédio mais fácil de engolir como também pode aumentar sua potência; é o que indica um novo estudo.

Os resultados mostram que uma dose de açúcar pode tornar certos antibióticos mais eficazes em exterminar as infecções bacterianas. Os pesquisadores dizem que a adição de açúcar pode melhorar a eficácia dos medicamentos no tratamento de algumas infecções bacterianas crônicas, incluindo estafilococos e tuberculose.

Até agora, os estudos só foram realizados em animais, e são necessárias mais pesquisas para ver se os mesmos resultados ocorrem em humanos. Caso isso aconteça, é possível que os antibióticos produzidos hoje em dia sejam melhorados sem a necessidade de produzir novos medicamentos, o que seria um processo caro e, pelo visto, desnecessário.

Os pesquisadores esperam que a técnica ajude a reduzir infecções recorrentes. Nesses casos, as bactérias já estão acostumadas à “tentativa de homicídio” e fingem-se de mortas quando sentem o uso de antibióticos. Elas cessam suas funções metabólicas normais e se recusam a engolir os antibióticos destinados a envenená-las. Na técnica desenvolvida pelos pesquisadores, o açúcar traz as bactérias de volta à vida e as faz ingerir os antibióticos, que por sua vez matam as bactérias.

Os cientistas testaram a técnica em camundongos com infecções no trato urinário. O tratamento com antibióticos + açúcar foi capaz de matar 99,9% das bactérias persistentes (neste caso, E. coli). O tratamento com o antibiótico sozinho não teve nenhum efeito. Os pesquisadores estão atualmente investigando se o açúcar pode ser usado para melhorar os medicamentos contra a tuberculose.[LiveScience]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (2 votos, média: 5,00 de 5)

1 comentário

  • Elizabeth:

    Muito interessante essa notícia, espero que funcione também com humanos.
    É muito melhor usar algum artifício que engane as bactérias do que ficar fabricando antibióticos cada vez mais potentes.

Deixe seu comentário!