Amazon abrirá livraria digital no Brasil

Por , em 2.07.2012

Uma boa notícia para os amantes brasileiros de livros: a Amazon irá abrir no quarto trimestre uma livraria digital aqui no país.

As negociações ainda estão em andamento mas, segundo informações divulgadas pela agência de notícias Reuters, as expectativas são boas. Para começo de conversa, a Amazon já assinou contrato com cerca de 30 editoras brasileiras e pretende construir um catálogo de mais de 10.000 livros digitais em português antes do final do ano, segundo uma fonte não divulgada.

Para garantir um crescimento rápido, é provável que a empresa venda o modelo básico de Kindle (seu e-reader) por menos de 500 reais. Os livros digitais deverão custar em torno de 70% do preço de suas versões impressas.

A loja online – que deverá vender apenas e-books – é um primeiro (mas importante) passo para entrar no mercado brasileiro de livros. Se tudo der certo, a empresa deverá futuramente vender edições impressas também.

Quem conhece o mercado nacional sabe, porém, que isso não vai ser fácil: mão de obra cara, sistema de impostos complexo e problemas logísticos vão dificultar as coisas.

Os brasileiros são responsáveis por 1% das vendas da Amazon no mundo todo. Acha pouco? No Reino Unido e na Alemanha, onde a empresa já opera localmente, os índices são de 2,3% e 1,3%, respectivamente.

E aí, Amazon, vai encarar?[Reuters]

Vote: 1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars

2 comentários

  • Dinho01:

    Concordo que tudo isso é muito prático mas nada substitui o prazer de folhear um bom livro.

  • gsc03bh:

    Eh, a situação no Brasil para a Amazon “fincar o pé”, como não poderia deixar de ser, dá até indigestão.

    Se “nós fossemos” um povo mais atrevido e ousado, menos manso e acomodados, com certeza teríamos colocado nas prisões desse país, desde “1900 e lá vai pedradas”, um MONTÃÃÃÃO de políticos, empresários e ‘rapas de tacho’, que TUDO fizeram e fazem para dificultar o acesso à cultura, à informação, aos livros, ao conhecimento.

    Tanto fizeram, tanto articularam e tanto espalharam viseiras por todos os lados com “os impostos que nós pagamos”, que o povo não adquiriu o hábito de ler, investigar, protestar e lutar por seus direitos. Conseguiram poluir e desvirtuar as mentes da grande maioria, condicionando-os a amarem loucamente o futebol, o samba/rock, as praias/cachoeiras, as cervejadas e agora o tal do UFC. – Tô mentindo?

    Ora, é ‘craro’ que jamais as portas e os meios para que empresas/grupos possam entrar, se estabelecerem e facilitarem o acesso ao conhecimento/cultura, para todas as classes, estarão alargadas, desobstruídas e flexíveis. Eu particularmente TÃO CEDO acreditarei nisso. Não enquanto vermos e lermos TANTAS palhaçadas, pra não dizer outras coisas, vindas de todos os cantos do país.

    Dá pra acreditar? – Acho que só os mais ingênuos e os extremamente esperançosos creem!

Deixe seu comentário!