As 10 características hereditárias mais indesejáveis

Por , em 19.08.2010

Nem sempre é bom “puxar” os pais em determinada característica. É claro que ninguém reclama se herdar os olhos verdes da mãe, ou o porte físico avantajado do pai. Mas certos atributos que passam de geração em geração são bem indesejáveis. Conheça dez das piores coisas que você não gostaria de herdar dos genitores e nem deseja passar adiante.

10 – Calvície

Embora a marchinha de carnaval afirme que “é dos carecas que elas gostam mais”, nem todo mundo acha legal ser calvo ainda jovem. E essa condição ainda é um tanto misteriosa para cientistas e pesquisadores. Ser careca afeta apenas os homens, em sua esmagadora maioria, mas os genes da calvície estão associados tanto ao pai quanto à mãe. E em alguns casos a perda de pelos não se restringe ao couro cabeludo: existe uma doença genética chamada “Alopecia Universalis”, em que não sobram sobrancelhas, pelos na perna, barba, nem qualquer outro pelo para contar a história.

9 – Intolerância à lactose

Essa é uma história curiosa. Antigamente, quando o organismo de alguns chineses apresentava repulsão ao leite ou alguns de seus derivados acreditava-se que se tratava de uma questão cultural. Foi apenas nos anos 60 que os cientistas começaram a descobrir incidências de intolerância à lactose em populações asiáticas, africanas e europeias. E há um fato pitoresco: os indivíduos que não consomem leite aumentam as chances de que seus filhos tenham uma disposição genética à intolerância Láctea. Em populações onde se consome leite há milhares de anos, o índice da doença é mais baixo, porque o tempo se encarregou de corrigir esse problema genético.

8 – Acne

Não estamos falando daquelas espinhas ocasionais que aparecem na cara de jovens durante a puberdade. Acne, como condição genética hereditária, ataca o rosto da pessoa para valer, cobrindo-o de espinhas. Continua sendo uma característica predominante em adolescentes, mas você pode culpar seus pais se já passou por esse problema.

7 – Gêmeos multivitelinos

Primeiro: essa regra genética não vale para os univitelinos, na qual um óvulo já fecundado pelo espermatozoide se divide em dois ou mais, portanto apresentam as mesmas características. A ocorrência, nessa situação, é mera obra do acaso. O que está escrito no DNA diz respeito aos multivitelinos, que nascem quando cada espermatozoide fecunda um óvulo diferente, com cromossomos diferentes. Nesse caso há uma tendência genética na mãe, em que há excesso de ovulação, aumentando as chances da ocorrência. Um homem que carrega esses genes não aumenta a tendência de ter gêmeos, mas passa estes genes às suas eventuais filhas, que carregam o estigma. Por isso, a ocorrência de gêmeos multivitelinos costuma pular gerações. E se você acha que esse item não merecia estar na lista das “piores características hereditárias”, experimente ter que trocar duas fraldas, dar de mamar a duas crianças e fazê-las parar de chorar ao mesmo tempo…

6 – Doenças cardíacas

Antes de levar uma vida de atitudes que não fazem bem ao seu coração, consulte o histórico familiar. Se seus descendentes foram figurinhas carimbadas em quadros médicos de hipertensão, derrame, diabetes ou doenças do coração em geral, tome cuidado: é meio caminho para que você também contraia tais doenças. É uma forte característica genética que atravessa gerações.

5 – Obesidade

Já se perguntou porque pais e mães gordinhos têm filhos com tendência a engordar? Não é coincidência, o DNA também está presente lá. É lógico que a alimentação descuidada é o principal fator, mas quem tem propensão a engordar, geralmente, “ganha de brinde” a condição genética de querer comer mais. E uma teoria evolucionista afirma o seguinte: os mesmos genes que ajudavam o homem pré-histórico a suportar períodos de fome prolongada agora atrapalham na redução de peso dos mais avantajados.

4 – Propensão à violência

Crianças que, na escola, são chamadas à sala do diretor por agredir o coleguinha, geralmente não sabem disso, mas a culpa do comportamento violento é geralmente genética. Em meninos, os genes afloram mais fortemente para a atitude agressiva em si do que para comportamentos anti-sociais, como o roubo. Esse gene em meninas, ao contrário, aumenta a tendência delas a roubar algo.

3 – Daltonismo

O velho estigma daqueles que não diferenciam a cor verde da vermelha é outro fator sob responsabilidade da genética. É muito mais comum no sexo masculino: nos Estados Unidos, por exemplo, há cerca de 10 milhões de homens daltônicos, enquanto apenas 600 mil mulheres padecem com o problema. Isso acontece porque o gene para distinção das cores está no cromossomo X. Como o DNA tem capacidade de “compensar seus próprios erros”, se for dominante, as mulheres levam vantagem por ter dois cromossomos X, enquanto os homens têm um X e um Y. Essa dicotomia entre X e Y é também determinante em uma série de outros fatores, nem todos positivos.

2 – Câncer de mama

A causa da maioria dos cânceres de mama ainda é motivo de debate entre especialistas, mas pesquisas recentes descobriram que mutações em genes específicos causam alguns tipos de câncer. As mulheres que herdam tal mutação tendem a ter câncer em idade não muito avançada, e geralmente em ambos os seios. Uma mutação, BRCA1, traz aos homens um risco aumentado de câncer de próstata, enquanto a BRCA2 aumenta a probabilidade de câncer na mama masculina, próstata, pâncreas, entre outros.

1 – Alcoolismo

Esta é mais uma das características genéticas que, se não determinam os destinos da saúde de uma pessoa, podem “dar um empurrãozinho nas circunstâncias”. Se seu pai teve alguma espécie de problema com o álcool, não se desespere: não significa que você está fadado a se tornar um bêbado inveterado. Mas cientistas descobriram que 50% da propensão ao vício são devido à genética. [Live Science]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (2 votos, média: 3,00 de 5)

52 comentários

  • Genioso Irreligioso:

    Pelo lado da minha família paterna há predisposição ao estrabismo e a doenças respiratórias… herdei as duas! =[

  • Ana Suzuki:

    Não adianta falar só nos pais. Meu irmão não conviveu quase
    nada com nosso avô e no entanto herdou as habilidades e o senso de humor dele.
    Minha neta nasceu quando minha mãe já havia morrido há muito tempo. Todavia, se eu fosse espírita diria que ela é a reencarnação da bisavó.

  • Ana Suzuki:

    Não gosto do homossexualismo, mas tive ótimos amigos homossexuais. O que quero dizer é que não gostar de uma doença não significa que eu tenha raiva ou despreze o doente. Não é doença? Pode não ser, mas incomoda o portador muito mais do que uma longa enfermidade.

  • paty:

    eu nao sei se eu realmante sou lesbisca aconteceu direpente eu fiquei com uma mulher e ate hoje estou com ela nunca senti vontade de ficar com uma mulher antes e ate hoje mim pergunto por q isso aconteceu eu era casada tenho dois filhos e nao tenho vontade de ficar com outra mulher nem com homes.

  • e aí?:

    violencia,alcoolismo,tabagismo,obesidade etc…não são hereditário .

  • ANDRÉ:

    Abelhas nao nascem rainhas , elas se tornam rainhas ,não devemos imitar os animais , mas sim , genes PODEM codificar atitudes ,muitas vezes não vemos diferenças muito siginificativas em comportamentos pela seleção natural (comer filhotes como foi citado não deve ajudar disseminar seus genes…). O homosexualismo pode ser causado por alguns fatores como: Estímulo , escolha (cada uma com suas manias) , mas também pode ser causado por causa da mãe ( isso mesmo … a mãe) na gestação ela pode produzir hormonios em quantidade que afetam o desenvolvimento do bebê , e estimular o homosexualismo , então , nimguêm tem propensão á se tornar homossexual (como muitos genes , esse NÃO DEFINE O CARÁCTERISTICA SOZINHO , mas ele dá um “ponto favorável”…).

  • arlene:

    Não acho que o comportamento animal justifque o homossexualismo.

    Há animais que comem seus filhotes, que os abandonam. Seres humanos podem fazer isso tb?

    As abelhas nascem operaria e rainha, devemos viver numa monarquia?

    há estupro entre os animais. Devemos imitar, aceitar?

    o macho come o filhote que não é seu filho. Vamos fazer o mesmo?

    Animais podem cruzar entre espécies. Cachorro copulando a força com gato. isso é aceitável tb humanos com bichos?

    Há coisas horríveis entre os animais, não acho que deveríamos nos justificar usando seu comportamento.

    não tenho nada contra homossexuais, não sou preconceituosa, mas argumentos vazios devem ser evitados

  • cleide shvalder:

    genetica nao quer dizer que os filhos herdaram TUDO dos pais, mas a porcentagem e maior claro.
    nem todas as criancas que tiveram pais agressivos, alcolatras, marginais serao assim tambem, mas seria mais facil ser.
    o maior exemplo vemos nas favelas,vc encontra pessoas do bem mesmo com pais presos, drogados e etcs

  • Dimas Dark:

    Acho que futuramente terei a número 10, e por enquanto tenho a numero 8 ¬¬!”

  • lokkão:

    acne,obesidade,e câncer e mentira

  • Danny:

    concordo com a Daniela, homossexualismo nao tem nada aver com genetica, e nem é uma opçao ou comportamento, a pessoas nascem assim, so que so descobre que é gay apos atingir os 12 anos que é a idade que começa a produçao hormonal e a pessoa começa a se atrair pelo sexo oposto ou pelo mesmo sexo, nao tem nada aver com doença ou comportameno apessoa nasce assim, e isso nao e so em humanos animais tmb mais de 50 expecies de animais ja tiverao comportamentos homossexuais , e so pra nao dizer que estou falando isso so pq sou gay, nao na verdade sou hetero e bem resolvida, mais antes de criticar um assunto eu procura saber mais sobre ele, e oque muitos que comentarao aqui deveriao fazer!

  • Val Brand:

    Quando eu ainda era apenas uma criança, apanhei muito de uma madrasta, passei fome e tive uma série de privações. Meu pai era alcoólatra e nunca se importou muito comigo. Eu morava em uma região pobre e na adolescência conheci diversos marginais, conheci traficantes e até assassinos. Por uma questão de sobrevivência eu conversava com eles e tinha até um tipo de amizade. Isso me rendeu diversos convites para participar de ações ilícitas e criminosas.
    Interessante este negócio de genética:- Eu nunca pixei um muro e nunca dei prejuízo para ninguém. Nunca matei, nunca roubei e nunca agredi ninguém. Apesar de tudo o que passei na vida, hoje eu tenho uma casa confortável, tenho uma boa esposa e filhos bem criados, estudei, fiz faculdade e tenho um bom emprêgo… Eu estive dentro do chiqueiro mas nunca comi com os porcos… Interessante este negócio de genética!!!!!!

  • BRUNA:

    DANI CABELOS BRANCOS NÃO E HERANCA HEREDITARIA É VELHICE.RSRSR

  • Dani:

    Gente a pior herança hereditária são os cabelos BRANCOSSSSS, odeiooooo, tenho 32 anos e uns 40% dos cabelos brancos, com isso la vai dinheiro no salão e claro, muitas luzes loira pra disfarçar! ´buááááá

  • zinha:

    eu sou muito linda gata e demais

  • euzinha:

    que legal

  • consta:

    Gostaria de saber aos caros comentadores do Hype science, se o amar o sexo tem a ver com caracteristicas heredetarias.preciso da vossa contribuicao no meu e/mail. pois se algo existe ]e porque existe algo heredetario

  • Felipe:

    Creio q não esteja na ordem né , pq o q é ser Calvo se vc tem um problema no coração ?

  • FlavioSN:

    Anônima,você já ouviu falar em maldição hereditária? Pois o que sua mãe praticou você pratica e prevê que sua filha irá praticar não tem nada de genética,é uma maldição em familia ou melhor,uma maldição hereditária,pense nisso e pesquise sobre.

  • Beatriz:

    … também acho que o diabetes seja hereditário…
    mas espero que num futuro não muito distante a
    tecnologia permita a correção dos fatores genéticos
    desagradáveis… SERIA UM PARAISO!!!!!!!

  • Super Mouse:

    Pôxa, Riam… Deve ser uma barra viver assim… Sou étero e sou feliz assim, o que tornou tudo mais fácil para mim. Mas, sinceramente, não consigo entender sua atitude: tenho amigos gays que assumiram sua sexualidade e hoje vivem bem felizes! Você devia fazer o mesmo: a vida é curta demais para que você se condene – e a sua esposa – à infelicidade. Homossexualismo não é doença! (Mesmo que outros ignorantes tenham dito o contrário em algumas mensagens pelas quais passei os olhos, sem perder muito tempo…)

    Saia do armário e seja feliz! 😉

  • Riam:

    eu por explo nao credito que ser homosexualismo seja doença ou coisas parecidas tenho 32anos me casei com 25 anos nuca tivi relaçao sexual com homem mas desde da minha adolecencia que tenho desejo de me relaciona eu nao pedir isso ja fiz de tudo pra me livra mas nao consigo

  • RODRIGO:

    “NERDGF” ja ouviu falar que boca fechada não entra mosca…a anonima até pode ter errado na gramatica O erro é normal e humano… o que não é normal(é anormal e desumano)é errar no caracter,1-lugar o anonimo não é O mais sim A porque se trata de uma mulher 2-lugar vocé parou para pensar que se calhar ela não teve meios para estudar em vez de afirmar que ela andou numa escola top 3-lugar quem é voce para julgar um erro em vez de corrigir… nunca errou??? 4-lugar e ultimo respeita o proximo para ser respeitado mesmo não aceitando sua condição quem julga é deus!passar bem

  • FlavioSN:

    Quero deixar minha opinião aqui referente ao preconceito que os homossexuais tanto reclamam.Pessoal,preconceito não pode ser taxado de crime pois é apenas uma pré opinião ou um pré ponto de vista de alguém que não lhe conhece pois, onde estaria a liberdade de expressão se a pessoa não pode expor o que pensa sobre? Na verdade o que Hitlle tinha contra os judeus não era preconceito e sim discriminação racial,isso sim,era e é crime, e não,dar sua opinião racional sobre uma pratica.Por exemplo,se eu disser que não aceito o que o viciado em qualquer tipo de entorpecente pratica não quer dizer que eu não o aceite,pelo contrário,eu faço amizade com todos sem discriminação individual,assim também com os homossexuais,não concordo com a pratica mas posso conviver com eles normalmente. Pra finalizar quero dizer que o vicio em drogas a pratica homossexual e outros tipos de praticas não são genéticas e sim opções pessoais de cada um.
    Só pra lembrar,o pênis foi projetado com um encaixe perfeito para a vagina.

  • adil:

    o homosexualismo é um proplema de comportamento pois não existe cromossomos homosexual ou ele é x ou y ou é feminino ou é masculino não existe cromossomos gey ou lesbica .capit

  • privado:

    graças a deus que o homossexualidade não é genetica porque vivemos num pais cada vez mais preconseituoso,e porque sou lesbica,não por opçao mais sim porque ja nasci assim se fosse por opção jamais o seria, casei para não magoar meus pais que são de uma familia muito reservada,e porque meu pai sempre dizia que se algum filho dele pegasse essa doença preferia morrer e deixava de ser filho dele,e quanto a minha mae tenho a certeza que o coração dela não ia aguentar ou melhor para ela isso nem se quer existia…hoje tenho um casal de filhos conpletamente ao contrario de mim, ele casado, ela adora rapazes e tem um namorando lindo e para piorar os 2 são muito preconceituosos,tem a quem sair no fundo eu tambem sou, e não queria que eles vivessem numa vida de fachada de infelicidade e de aparencia como eu,ou seja não queria que eles fossem homossexuais frustrados, e confesso que pedi muito a deus que não fossem como eu, em cada idade eu procurava um sinal sou tive o alivio na adolescencia deles que é a idade da descoberta,mesmo que um deles finjesse sou mãe e sentiria com certeza,e com a mesma certeza que vos garanto não não é genetico e ainda bem.

  • Nerdgf:

    nossa anônimo, deu para ver como você é rico, deve ter entrado em escola top analisando pela sua íncrivel clareza de raciocínio e sua íncrivel proficiência na lingua portuguesa, parabéns!

  • Rose:

    A obesidade é um problema de saúde pública, mas eu adorei os meninos comendo com tanto gosto……
    ……eles são lindos!!!!!!!!!

  • Rodrigo:

    Se homossexualidadefosse escolha ninguem seria. Ela existe ate em animais e animais nao pensam certo? A criacao e o meio que as pessoas vivem é apenas um agravante. Acho que intolerancia é genetica.

  • Amanda Gomes:

    Legal

  • Caroline:

    Isso tudo é super interessante!

  • Alan:

    f vou ser calvo… F!!! F- se então vou ser que nem o Homer Simpson. VALEU!!

  • WIllams:

    Meu pai bebia cachaça
    minha mãe bebia vinho
    meu pai morreu de cachaça
    e eu não estou no mesmo caminho.

  • Elizabeth:

    É fato que muita coisa que pensam ser causada pela educação ou meio que vivem, deve ser genética. Uma amiga de boa família, que deu boa educação aos filhos, adotou um bebê, que na adolescêncioa começou a beber e ficar violento. Por conta desse comportamento, ela procurou saber quem eram os pais biológicos do garoto e descobriu que o pai bebia, era violento e a mãe era uma prostituta de má índole. Os filhos biológicos dela não tinham problemas, só o que foi adotado e ignorava ser adotado. A culpa só pode estar nos genes.

  • elias:

    nussss eee povo ignorante! primeiro, q nao é homosexualISMO e sim homossexualIDADE! e esse papo de genética tem mto a ver com isso, fatos comprovam q doenças e outros malefícios são sim hereditários… não se escolhe ser homossexual! acho q deveriam saber mais sobre o assunto pra falarem.

  • Luciene:

    Meus pais não tem nada disso, graças a Deus, teem seus defeitos, claro, como qqr ser humano, mas nenhum desses, para minha alegria.

  • Jin:

    Sobre a baitolagem, acho que não é genético, já vez que vc escolhe ser gay. É puro comportamento, que, ao longo do tempo, altera suas características (até as genéticas).

  • Jin:

    Mas as características de um indivíduo são determinadas por 50% fator ambiental e 50% fator genético (o que inclui o hereditário).

  • Marcos:

    Olá a todos !
    Não concordo que a propensão à violência seja genética. Acho que depende muito mais da educação, do meio em que se vive e das condições em que se foi criado.
    Uma criança que apanha dos pais frequentemente, pode desenvolver algo que para ela, bater ou apanhar de alguém seja normal, mas isto não é genético e sim, fruto do meio.
    Abraços

  • Rafael:

    acho que Diabetes tambem é genetico. Ou predisposição a desenvolve-la, acho que deveria entrar na lista tbm

  • LYNX:

    Na verdade o que está rolando aqui agora é uma total intolerância por parte de TODOS!!!!!!!!!! Afinal de contas, literalmente, intolerância significa segundo o priberam, dicionário de língua portuguesa:
    1. Condescendência ou indulgência para com aquilo que não se quer ou não se pode impedir.
    2. Boa disposição dos que ouvem com paciência opiniões opostas às suas.
    O que está faltando aqui é uma completa FALTA de disposição de “ouvir” com paciência opiniões opostas…risos…
    Um bom dia a todos e muita paz…

  • Paulo:

    Hmmm… Não deixa de ser interessante considerar como os politicamente corretos são altamente intolerantes contra quem eles consideram intolerante.

  • Sílvia:

    Não aguento esses defensores do homossexualismo que veem intolerância e preconceito em tudo! Só pq o cara fala a palavra ele é um intolerante?? Só pq ser gay tá meio modinha e agora é defensor pra todo lado todo mundo deveria não achar ruim o filho ser gay? Ninguém é obrigado a aceitar e só comentar que pra vc seria uma herança desagradável não quer dizer que seja um preconceituoso.

  • Hercilio:

    Nenhuma das características, gosria de herda-las embora eu tambem sou Calvo, a mais pior é da violencia

  • Paulo:

    Realmente, Ulisses, antigamente a Organização Mundial da Saúde considerava homossexualismo doença, mas com a ascensão de homossexuais na instituição essa opinião mudou. O fato é de que há um ou dois anos foi publicada uma pesquisa que dizia que o hipocampo de homossexuais assemelhava-se ao hipocampo do sexo oposto. Mas parece errado discutir esse tema. Tabu, meu caro. Como disse nosso colega António, tudo que é diferente choca, por isso quando aparece alguém com opinião diferente logo é chamado de intolerante.

  • LUNA:

    conclusão:
    Mac Donalds engorda!!! viu só o garoto????? Se eu fosse mãe dele, ele não ia passar nem perto de fast food

  • ana paula camoesas:

    Meu Deus,quanta bobagem! Cada um é como é.Ou será que tem alguém perfeitinho por aí? Cuidado com os telhados de vidro.

  • Celia:

    Antonio… infelizmete, o preconceito e ignorancia estao em grande numero.
    Nós que teremos de ser tolerantes…..rs

  • António:

    Ei Ulisses tu também deves tens uma característica muito indesejável: a intolerância a tudo o que consideras estranho ou apenas diferente daquilo que alguém deve ser, na minha opinião essa característica é que deveria ser a primeira da lista.

  • Ulisses:

    Pois é,faltou falar do o homossexualismo e da pedefilia…Eles tbm não são heranças genéticas,ou é puro desvio de comportamento?

  • Daniela:

    Jorge, o Sérgio esta errado sim. Vejamos, este post é sobre algo geneticamente hereditario né? Os homossexuais nao conseguem ter filhos entre eles, logo como poderia ser uma caracteristica hereditaria? :S

    E o homossexualismo nao é nenhuma doença, nem uma caracteristica, é uma orientaçao sexual, à qual ninguem deveria se meter –“

  • Jorge:

    Sergio, acho que você está enganado. Muito pior que “boiolice” é esta sua intolerância. Será que, a exemplo de Hitler, você tambem odeia judeus, negros, etc..

Deixe seu comentário!