As 22 melhores capas de álbuns musicais inspiradas pela ciência

Por , em 28.10.2013

Capas de álbuns são uma arte quase em esquecimento no mundo atual da mídia digital. Algumas das mais legais abrangem fantasia e ícones da ficção científica, mas as melhores tratam diretamente de ciência. Confira:

Pink Floyd – Dark Side of the Moon

1
A capa do oitavo álbum da banda britânica de rock Pink Floyd, de 1973, exibe um prisma de luz newtoniano (elemento óptico transparente com superfícies retas e polidas que refratam a luz).

Joy Division – Unknown Pleasures

2
Unknown Pleasures é o álbum de estreia da banda inglesa de pós-punk Joy Division, de 1979. Esta capa apresenta um ícone de visualização de dados do sinal proveniente do primeiro pulsar observado por cientistas. Pulsar é uma estrela de nêutrons muito pequena e densa, formada pelos restos de estrelas que entraram em colapso, fenômeno também conhecido como supernova. Assinada pelo designer Peter Saville, a capa simplesmente reproduz o padrão das ondas de rádio do primeiro pulsar descoberto, PSR B1919+21.
2-
A imagem abaixo é a capa do single “Transmisson”, também de Joy Division, que mostra uma nebulosa (nuvem de poeira, hidrogênio e plasma), região de formação estelar.

Coldplay – X&Y

3
Este é o terceiro álbum da banda inglesa Coldplay, de 2005. A capa traduz o título do álbum, X&Y, em código binário, onde cada bloco colorido representa um 1, e cada espaço vazio um 0.

Brian Eno – Apollo: Atmospheres & Soundtracks

4
Este álbum de 1983 do músico britânico Brian Eno mostra uma imagem da superfície lunar.

Muse – The 2nd Law

5
A capa do sexto álbum da banda inglesa de rock alternativo Muse, de 2012, mostra um connectome (mapa de conexões) do cérebro humano.

Dawn of Midi – Dysnomia

6
A capa deste CD de 2013 da banda americana Dawn of Midi foi feita por Fabian Oefner, artista suíço que mistura ciência e fotografia usando experimentos simples, como força centrífuga. A imagem acima mostra um fluxo turbulento.

Strokes – Is This It

7
A capa da versão americana deste álbum de 2001 é uma fotografia de faixas de partículas subatômicas em uma câmara de bolhas.

Talking Heads – Remain In Light

8
A capa do quarto álbum da banda Talking Heads, de 1980, não é inspirada, mas sim conduzida por ciência: é uma das primeiras capas de álbuns manipuladas digitalmente.

New Order – “Blue Monday”

9
“Blue Monday” é uma música do grupo inglês New Order, lançada como single em 1983. A capa, projetada por Peter Saville, tinha motivo de disquete.

Velvet Underground – VU

10
A capa desta coletânea da banda Velvet Underground, lançada em 1985, é uma imagem de um voltímetro ou indicador de volume padrão (cuja abreviação em inglês é “VU”), um dispositivo que mostra volume em equipamento de áudio.

Kraftwerk – Radio Activity

11
“Radio-Aktivität”, no original, é o quinto álbum da banda alemã Kraftwerk, de 1975. Como o nome sugere, a capa mostra um rádio. O conjunto tem outras capas do tipo, que mostram trem rápido, computador, etc.

John Martyn – Solid Air

12
A capa deste álbum de 1973 apresenta uma fotografia Schlieren, um processo visual usado para fotografar a variação de densidade de diferentes fluidos.

Nirvana – In Utero

13
A capa do terceiro e último álbum da banda americana Nirvana, de 1993, figura anatomia humana.

Death – Human

14
A capa do quarto álbum de Death, lançado em 1991, também mostra anatomia humana, mas de um jeito mais macabro.

Rush – Hemispheres

15
A capa do sexto álbum da banda canadense Rush mostra o cérebro humano.

Metallica – Death Magnetic

16
Death Magnetic é o nono álbum do Metallica, de 2008, que apresenta na capa, como o nome sugere, ondulações magnéticas.

Led Zeppelin – Latter Days

17
O segundo volume da compilação da banda britânica de rock Led Zeppelin de 1999 possui uma capa inspirada pela NASA (astronautas de missões tripuladas da agência espacial norte-americana).

Tomita – Space Walk

18
A capa deste álbum de Isao Tomita, tecladista e compositor de música eletrônica japonês, também é inspirada na NASA. Como o nome sugere, figura um passeio espacial.

Ministry – A Mind Is A Terrible Thing To Taste

19
O quarto álbum da banda Ministry, lançado em 1989, apresenta uma capa com raio-X do crânio humano.

Breaking Benjamin – Dear Agony

20
Dear Agony, quarto álbum de Breaking Benjamin, de 2009, é um pouco mais sofisticado que A Mind Is A Terrible Thing To Taste: apresenta uma capa com ressonância do cérebro humano.

Pink Floyd – Meddle

21
A fotografia da capa deste álbum de 1971, tirada por Bob Dowling, representa uma orelha debaixo d’água coletando ondas de som.

Bônus: Tom Zé – Todos os olhos

22
Todos os Olhos é um álbum do cantor brasileiro Tom Zé, de 1973. Sua capa tem uma história polêmica. Em tempos de censura, o publicitário Chico Andrade teve a ideia de transgredir as concepções e fotografar algo que parecia ser um “outro olho”, mas na verdade era apenas uma bola de gude no ânus de uma modelo. Ninguém ficou sabendo disso na época. [io9, MeioBit]

Vote: 1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars

4 comentários

  • Dário Mattos:

    Clasificar Radio Activity do Kraftwerk como: “mostram trem rápido, computador, etc.” é atestado de ignorância da cultura moderna. Kraftwwerk é sem a menor duvida o pai o tecno moderno. Sugiro ao autor fazer seu dever de casa e ao site contratar outro.

    • Jhonata Ferreira:

      Quando lançar uma nova vaga no site voce se inscreve..

  • Jhonata Ferreira:

    Post show de bola, simplesmente os monstros do rock que sou fã, rock tem cultura, historia e ciência.

  • Brunah Takai:

    Gosto da capa do cd “Jupiter” do Bump Of Chicken C:

Deixe seu comentário!