Astrônomos amadores descobrem estrela rara

Por , em 23.08.2010

Três “cidadãos cientistas” descobriram um raro objeto astronômico, que foi chamado de “pulsar binário perturbado”. Estes pulsares podem ser criados quando uma estrela muito grande desmorona.

Os descobridores, dos EUA e da Alemanha, encontraram o objeto com a ajuda do projeto Einstein@Home. O projeto pede aos usuários que doem tempo em seus computadores, permitindo que eles sejam utilizados para a pesquisa de dados científicos.

Este tipo de projeto é conhecido como “computação distribuída”. Einstein@Home utiliza a força das máquinas das casas para processar grandes quantidades de dados.

O pulsar de rádio recentemente descoberto é uma estrela de nêutrons em rápida rotação que pode ser formada em determinados tipos de supernovas ou explosões estelares. Este pulsar solitário gira 41 vezes por segundo e tem um campo magnético anormalmente baixo.

Astrônomos disseram que o objeto teve uma vez uma estrela companheira da qual ele adquiriu massa. Mas desde que a estrela explodiu, esta deve ter “liberado” o objeto sobrevivente. Eles acreditam que deve haver mais destas perturbações pulsares binárias, mas não conseguiram encontrar muitas.

Segundo os astrônomos, o pulsar é extremamente interessante para a compreensão da base física de estrelas de nêutrons e como elas se formam.

A descoberta demonstra o poder das redes de computação distribuídas para recolher e classificar através de vastas quantidades de dados. O Einstein@Home foi originalmente organizado para encontrar ondas gravitacionais. Esta é a primeira grande descoberta espacial feita pelo projeto. [BBC]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (1 votos, média: 4,00 de 5)

10 comentários

  • Alberto Campos:

    A impressão que se tem é que uma estrela próximo a uma galáxia, com seu buraco negro atraiu esta estrela e a está devorando e com isto faz surgir no horizonte de eventos um jato de energia e matéria que são enviados para o espaço. Como este buraco negro está girando nos dois eixos, ele é visto como um pulsar.

  • rafasr:

    @Genivaldo

    não existe felicidade sem tristeza… pense nisso 😉

  • Bruno Juncklaus:

    Genivaldo não sabe o que fala, tadinho :/

  • Genivaldo:

    Imaginem nosso planeta todo restaurado, sem poluição, sem guerras, sem assassinatos, só paz, alegria, união entre os povos, sem doenças, sem precisarmos alimentar dos animais, vivendo uma vida diferente desta que vivemos, aprendendo com com o filho do criador Yeshua, conversando com nossos irmãos galaticos em grande felicidade e aprendendo deles a Torah que nós ensina uma nova vida. Preparem-se pois este dia esta chegando, já foi comunicado a todos que verdadeiramente amam a Hashem e a Yeshua que a justiça chegará a terra e é hora da grande desisão da humanidade, o novo céu e uma nova terra para os homens de boa vontade. Um forte abraço para todos fraternalmente.

    • Thulio Moura:

      Foi anunciado? em qual newsletter?

      Não chegou nada no meu email, so pode repassar de qual fonte confiável você retirou essa informação?

  • Kerensky:

    Muito interessante tais projetos de computação distribuída. Eu mesmo participo do World Community Grid, que estuda cura para doenças.

  • Leonardo Das Neves:

    Incrivel como quando a gente esta lendo estes artigos a tantas coisas acontecendo no universo

  • Atilada!:

    Lindo!

  • Orlando:

    Eh fantastico

  • Everton:

    Para quem se interessar:

    http://einstein.phys.uwm.edu/
    http://clientes.netvisao.pt/xx001711/pirates.htm
    http://boinc.berkeley.edu/download.php

Deixe seu comentário!