Sapo devora besouro, besouro foge pelo bumbum do sapo: vídeo

Por , em 5.08.2020
sapo Pelophylax nigromaculatus
Esse sapo (Pelophylax nigromaculatus) não deve ter a mínima ideia de que seu almoço está tentando escapar pelo seu traseiro. Imagem: Flickr


Uma pesquisa mostrou que o besouro aquático Regimbartia attenuata tem a capacidade de sobreviver ser engolido por um sapo.

Todos já ingerimos coisas que parecem querer sair correndo de dentro de nós, mas deve ser muito raro que saiam vivas. No entanto um novo estudo descobriu que é assim que esse besouro aquático sai após ser devorado por um sapo: vivinho da Silva.

Em um novo estudo publicado recentemente na revista científica Current Biology, o ecólogo Shinji Sugiura, da Universidade de Kobe, descobriu novos detalhes sobre como evoluiu o comportamento de fuga de presas.

O estudo

Quando a rã Pelophylax nigromaculatus devora o inseto, ele consegue sobreviver ao atravessar todo o sistema digestivo do anfíbio para logo escapar vivo e sem danos. Até o momento a suspeita era que os sapos regurgitavam o animal, que se move tão irregularmente, pelo mesmo orifício que entrou.

O estudo mostrou que 93% dos besouros que foram devorados pelo sapo fugiram pelo ânus do animal em cerca de quatro horas, geralmente embolados em fezes. A fuga mais veloz foi em apenas seis minutos.

Este besouro aquático é um excelente nadador já que evoluiu para respirar debaixo d’água usando bolsas de ar que leva debaixo das asas. E pode ter se adaptado para sobreviver por tempo suficiente dentro do sapo para escapar pelo seu bumbum.

O pequeno besouro realiza um truque impressionante

besouro aquático Regimbartia attenuata
Crédito: Shinji Sugiura

Os pequisadores o alimentaram para a pequena rã inúmeras vezes

O pesquisador oferecendo o besouro ao sapo

O besouro é engolido pelo sapo

O início da fuga

O besouro escapando o anus do sapo

Enfim, liberdade!

O besouro fora do trato digestivo do sapo

Para descobrir como os besouros fazem que os sapos os defequem tão rapidamente “mais experimentos são necessários”, afirma o pesquisador para Wired. Uma hipótese do cientista é que o besouro estimula a porção posterior do intestino do animal usando as pernas e o corpo. [CNet]

Assista o vídeo da fuga do besouro pelo anus do sapo

Último vídeo do nosso canal: A Terra não orbita exatamente o sol mas um ponto virtual no espao

Deixe seu comentário!