Câncer desaparece após tratamento que utiliza vírus

Por , em 2.01.2013

Usando a famosa estratégia do “cavalo de Troia” (em que um “presente” aparentemente inofensivo vem carregado de “soldados”), cientistas conseguiram destruir tumores de próstata em cobaias – tratamento que, se mostrar resultados igualmente bons em humanos, pode revolucionar o combate ao câncer.

No lugar de um cavalo, a equipe usou macrófagos (“células brancas”, do sistema imunológico, que atacam organismos invasores) e, ao invés de soldados gregos, um tipo de vírus capaz de se tornar “passageiro” de células brancas e driblar o sistema imunológico.

Depois de um tratamento com quimioterapia ou radioterapia, o corpo envia uma grande quantidade de células brancas para recuperar a região afetada. “Nós aproveitamos essa onda para coletar quantas dessas células pudermos para levar os vírus ao centro do tumor”, explica a professora Claire Lewis, da Universidade de Sheffield. Eles iniciaram o tratamento dois dias depois de encerrar as seções de quimioterapia.

No começo, cada macrófago continha apenas poucos vírus. Depois que os tumores foram invadidos, contudo, os vírus começaram a se multiplicar e, em apenas 12h, cada macrófago liberou cerca de 10 mil vírus – que infectaram e mataram as células cancerígenas.

O tratamento foi um sucesso. “Ele erradica completamente o tumor e o impede de crescer novamente”, destaca Lewis. Ao final de 40 dias, todos os ratos estavam vivos e não tinham qualquer sinal de câncer – muitos dos que receberam outros tratamentos, contudo, não sobreviveram ou tiveram tumor recorrente.

Embora considere o tratamento extremamente promissor, a pesquisadora lembra que outras descobertas que funcionaram com ratos não tiveram bons resultados em humanos. Assim, ela pretende fazer testes com voluntários já no próximo ano.[BBC]

Vote: 1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars

4 comentários

  • luysylva:

    no futuro lá por ano 2500, só morreremos de 3 maneiras: por acidentes, seja de viagens, de trabalho ou domestico, por idade avançada, isso não tem jeito, afinal ninguém vira pedra, e por ultimo pela maldade dos homens, pois sempre haverá intrigas e desavenças.

  • luysylva:

    seria bom ser isso ser tornasse uma doença cronica !

  • Alex Sander:

    Por precaução quem for tratado com esse método devia ser colocado em quarentena pois vírus são imprevisíveis e mutagênicos,principalmente se já foi programado para driblar o sistema imunológico,só espero que esses geneticista calculem bem os riscos pois um erro pode abrir as portas do apocalipse.

  • Paulo Henrique de Oliveira:

    depois de assistir “Eu sou a lenda”, pensar que esse tratamento pode gerar alguns problemas devido a mutação desse vírus é inevitável :/

Deixe seu comentário!