Casais que não discutem têm melhor saúde

Por , em 10.07.2013

Estudos científicos já ligaram casamentos infelizes com depressão, ansiedade, maus hábitos alimentares, fumo e sono de má qualidade. O estresse de estar em um relacionamento ruim ainda pode elevar a pressão arterial e enfraquecer o sistema imunológico.

Sendo assim, não é nenhuma surpresa que um estudo da Universidade Brigham Young, em Utah (EUA), tenha concluído que casais que não discutem tanto são mais propensos a se manterem saudáveis e viverem por mais tempo do que aqueles que brigam regularmente.

A pesquisa seguiu cerca de 1.700 adultos casados por mais de duas décadas, medindo tanto a saúde física quanto as respostas a inquéritos regulares sobre discussões, felicidade e qualidade de vida. Os homens e mulheres simplesmente tiveram que avaliar esses quesitos em uma escala que variou de ruim a excelente.

Segundo os cientistas, os votos “na saúde e na doença” parecem depender de quanto atrito existe no casamento. Eles descobriram que quanto mais os casais discutiam, pior era a sua saúde geral, o que pode sugerir que ser casado é a chave para uma vida longa.

Além disso, a pesquisa revelou que os temas mais comuns que causam brigas e levam a problemas de saúde são finanças e os parentes por vínculos sociais (cunhados, sogras, etc).

Entrelinhas

Os cientistas acreditam que a ligação entre casamento feliz e saúde tem a ver com o que incentiva ambos os lados a cuidar um do outro.

Casais felizes são mais propensos a cozinhar e comer refeições saudáveis em conjunto, por exemplo, ao invés de sair de casa para ir a um bar esfriar a cabeça ou trabalhar até mais tarde e comer qualquer porcaria por lá.

Menos estresse significa que o casal dorme melhor e encoraja o outro a abandonar maus hábitos, como fumar e manter consultas médicas, por exemplo. E quando os casais se dão bem, tendem a fazer mais atividades juntos, o que poderia incluir esportes ou passar um tempo ao ar livre.

Casais são mais propensos a se apoiar e ter empatia com o outro em dias felizes, e esse apoio reduz o estresse e protege contra um declínio na saúde.

“Este estudo mostra que casamentos felizes são um componente preventivo que mantém o casal em bom estado de saúde ao longo dos anos”, diz Rick Miller, principal autor da pesquisa. “A implicação é que o conflito conjugal é um fator de risco para problemas de saúde. Casais que brigam ou discutem com frequência devem buscar ajuda profissional para reduzir esse atrito, porque ele está afetando a sua saúde”.[DailyMail]

Vote: 1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars

1 comentário

Deixe seu comentário!