Chocante: mais da metade da população mundial vive nessa região

Por , em 7.05.2013

Pode parecer absurdo, a princípio, mas a constatação é verdadeira: existem mais pessoas vivendo dentro da região destacada no mapa acima do que fora dela.

A ideia ganhou destaque na rede social Reddit graças ao usuário “valeriepieris”, que tirou ainda outras conclusões bizarras a respeito do fato: “Há mais muçulmanos (…) mais hindus (…), mais budistas dentro do círculo do que fora dele”, escreve.

Para quem não acredita, eis os cálculos:

População mundial: 7 bilhões (ou seja, é preciso que haja mais de 3,5 bilhões de pessoas na região)

  • China: 1,34 bi
  • Índia: 1,24 bi
  • Indonésia: 0,24 bi
  • Japão: 0,13 bi
  • Tailândia: 0,07 bi
  • Bangladesh: 0,15 bi
  • Paquistão: 0,18 bi
  • Malásia: 0,03 bi
  • Filipinas: 0,094 bi
  • Coreia do Sul: 0,05 bi
  • Total: 3,524 bi

Chega a ser curioso que uma representação tão simples possa gerar infindáveis discussões sobre densidade populacional, “expansão” da humanidade, condições de vida de quem mora na região…

E você, leitor, o que acha disso tudo?[io9, Reddit]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (3 votos, média: 5,00 de 5)

13 comentários

  • Je:

    Ainda que nessa lista está faltando paises como Laos, Vetnã, Camboja, Coreia do Norte entre outros é muito interessante que esse pedaço de mundo viva mais da metade da poulação do resto do mundo.
    E porque “bizarro” haver mais Muçulmanos, Hindus e Budistas? Não entendi.
    É isso.

  • João Pedro Arzivenko Gesing:

    Nada de surpreendente, o Brasil exporta 86% da soja e trigo que produz, bem como carne de gado, porco e frango. O maior mercado consumidor é a China, que de quebra produz toda e qualquer manufatura que o mundo precise. Ainda que diversas partes do mundo tenham queda na população/densidade, a população global segue crescendo. Hoje, 25% da população mundial tem menos de 20 anos, ou seja, todos prontos para a idade reprodutiva. Quando isto vai acabar? Como vai ser daqui pra frente? Tempos interessantes.

  • WalterZ:

    Pois é.

    Qualquer ser vivo que habita ou já habitou nesse planeta em algum momento pasou por um controle da sua população, ou por falta de comida, ou por predadores, ou por falta de habitat, ou por doenças ou ainda porque sucumbiram sob seus próprios excrementos.

    O mesmo pode acontecer com a humanidade, se não conseguirmos fugir dessa lei da natureza usando a inteligência. E ao meu ver, hoje temos consciencia disso, mas só consciencia não basta. É preciso agir!

    E a culpa não é só dos governos. Até mesmo porque via de regra o grau de corrupção dos governos é parecido com o grau de corrupção dos governados, principalmente nos países onde os governos são eleitos. A culpa é de todos, desde quem vota sem saber em quem está votando, joga lixo na rua, ou utiliza o carro ou a energia elétrica desnecessáriamente, até quem cometa crimes ambientais.

    Há superpopulação sim! Embora essa galera da Àsia viva em um lugar relativamente pequeno, o impacto deles, especialmente no que se refere a comida, é sentido no mundo todo. Por exemplo, parte da amazonia foi desmatada para plantar soja que será exportada para a China e Japão, sem contar os recursos minerais e a pesca que especialmene o Japão pratica ao redor do planeta.

    E, o pior de tudo, a poluição gerada por essa imensa população (não só da Ásia, claro) é algo absolutamente insustentável a médio prazo.

    Os governos são frutos da sociedade

  • mychel lima:

    Porque não incluíram a Coréia do Norte na conta?

  • Giuliano Costa:

    A raça humana é um vírus. Crescemos desordenadamente, consumimos recursos descontroladamente, poluímos. Coitado do nosso planeta. Na minha cabeça seria tão simples se fossemos um pouco menos consumistas, se nos reproduzimos menos… Será que nossa espécie ainda depende de um número cada vez maior de indivíduos para sobreviver?

    • Edson Pagliochi:

      Se mate então se você se acha um vírus. A super população é um mito, se colocarmos todos os habitantes da terra em um unico lugar, caberia dentro do Estado de MG. O unico problema é a má distribuição, culpa de governos corruptos como o Brasil.

    • Guilherme Drumond:

      Os neomaltusianos piram.

  • aguiarubra:

    Taí, o “outro” planeta Terra…

  • Hugo:

    Engraçado ainda que dentro do círculo há grand0se áreas inabitadas ou com a densidade muito baixa, como o Himalaia e o deserto de Gobi.

    • Cesar Grossmann:

      Estas áreas não são desertas de graça. As condições são extremas, só sobrevivem nômades e pequenas populações.

  • klein7:

    A próxima guerra químico nuclear tem que ser nessa região, e rápido.

  • John Cetico:

    E ainda dizem que há “superpopulação” no planeta. Acredito que haja na verdade uma grande má distribuição dos recursos, uma vez que uma minoria (elite) concentra a maior parte da riqueza, enquanto a maioria vive na miséria.

    • João Pedro:

      Mas como que não existe superpopulação? Aqui no Brasil a densidade demográfica é baixíssima, não temos nem noção de como é viver em uma china ou índia. Só que para sustentar aquele povo todo, diversos outros países tem que produzir alimento em grande escala, China, Índia e Japão são extremamente dependentes de alimentos importados, eles não conseguem produzir sem uma fração do que consomem. Nós por aqui, como país agrário, só vemos o outro lado da moeda.

Deixe seu comentário!