Big Bang é recriado em laboratório por acidente

Por , em 6.11.2019

Pesquisadores da Universidade da Flórida Central (EUA) dizem ter descoberto, acidentalmente, as condições necessárias para a explosão do Big Bang ocorrer.

A surpresa

O Big Bang é a teoria mais aceita sobre a origem do universo. Ainda assim, os cientistas não sabem explicar exatamente como essa explosão inicial foi possível, ou o que a teria desencadeado.

No novo estudo, os pesquisadores estavam testando métodos para produzir propulsão a jato hipersônica em laboratório quando notaram que uma chama passiva poderia acelerar e explodir sozinha.

“Exploramos essas reações supersônicas de propulsão e, como resultado, encontramos um mecanismo que parecia muito interessante. Quando começamos a nos aprofundar, percebemos que era relacionado a algo tão profundo quanto a origem do universo”, disse Kareem Ahmed, professor do Departamento de Engenharia Mecânica e Aeroespacial da Universidade, em um comunicado à imprensa.

Ao que tudo indica, tudo que é preciso é turbulência para que uma pequena chama passiva (como a de uma vela) acelere e exploda por conta própria.

O experimento

Para entender melhor a reação, a equipe de cientistas resolveu criar um pequeno tubo de apenas alguns centímetros que induz turbulência. Dentro dele, uma “chama simplificada” foi capaz de acelerar a cinco vezes a velocidade do som.

Durante o experimento, os pesquisadores observaram diversos “Pequenos Bangs”, ou seja, explosões que podem ser iguais – embora em menor escala – ao Big Bang.

Essa pode ser uma nova teoria sobre o que teria “precedido” a origem do universo, se é que algo a precedeu, uma questão ainda em aberto na ciência.

Além disso, as descobertas têm aplicações potenciais em viagens aéreas e espaciais.

Um artigo sobre a pesquisa foi publicado na revista científica Science. [Futurism]

Último vídeo do nosso canal: A Terra não orbita exatamente o sol mas um ponto virtual no espao

4 comentários

  • Leonardo Yoshiaki Kamigauti:

    Esta matéria cometeu um grande erro de tradução, espero que por acidente. No caso os cientistas acharam mecanismos análogos às SUPERNOVAS não ao BIG BANG. Um evento não tem absolutamente nada a ver com o outro, por favor, corrijam isso pelo bem da boa divulgação científica.

  • Joaquim De Souza Lima Filho:

    Cadê meu comentário? Já é a décima vez. Vou desistir de dar minha opinião. E chamar esse site de vagabundo.

    • Cesar Grossmann:

      Tá aqui teu comentário, Joaquim.

  • Joaquim De Souza Lima Filho:

    E assim sem querer querendo avança a Ciência… lembra um pesquisador saindo de um laboratório com a cara preta, os cabelos chamuscados gritando Eureka…

Deixe seu comentário!