Cientistas regeneram articulações em coelhos

Por , em 10.08.2010

Ossos se emendam e solidificam quando quebrados, e existem métodos para consertar articulações rompidas. Mas a medicina ainda não inventou uma solução para que o corpo regenere sozinho as suas articulações, o que seria muito útil para evitar o sofrimento de cirurgias, mas que há poucos anos atrás pareceria ficção científica. Cientistas da Universidade de Columbia (EUA) estão tornando essa expectativa, ao menos com coelhos, uma realidade.

Os pesquisadores removeram as articulações de dez coelhos e tiraram imagens 3D para análise. Cirurgicamente, inseriram micro canais atravessados pela articulação, para servir como “andaimes” biodegradáveis. Nestes andaimes, foi injetada uma proteína que desencadeia o crescimento celular, e re-implantaram estas articulações “proteinadas” nas patas dos coelhos. A proteína estimulou o surgimento de células para os locais onde elas faltavam, regenerando o osso e a cartilagem. Em menos de um mês, os coelhos foram capazes de andar normalmente.

Este procedimento cirúrgico, de andaimes, é utilizado para implantes de substituição das articulações de titânio, mas nunca havia sido testado com articulações naturais. Embora ainda não tenha sido testada em humanos, foi um sucesso com os coelhos.

Assim que esta tecnologia estiver pronta para ser aplicada nas pessoas (o que não deve ocorrer tão cedo, segundo os pesquisadores), deve ser um marco nas cirurgias avançadas de articulações. Pode evitar operações como a artroscopia nos joelhos, o fantasma da carreira de muitos atletas. [Pop Sci]

Vote: 1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars

2 comentários

  • Marcos:

    Olá a todos !
    Jin, muito provávelmente o experimento foi feito com o animal anestesiado, como normalmente é nestas ocasiões.
    E estas pesquisas vão ajudar as pessoas sim, é para isto que elas acontecem.
    Abraços

  • Jin:

    Alguém perguntou aos coelhos o quanto isso doeu? Não.
    Esse tipo de avanço não é para ajudar pessoas, mas pra ganhar dinheiro.

    A ciência cria, enquanto que a tecnologia prostitui.

Deixe seu comentário!