Cobras sem veneno disfarçam-se de víboras para evitar ataques

Por , em 4.08.2011
cobras sem veneno

Cientistas descobriram que serpentes inofensivas podem aparentemente esmagar sua cabeça para parecerem com víboras venenosas e evitarem predadores.

As espertas cobras sem veneno

Víboras como as cascavéis são conhecidas por seu veneno. Elas também têm cabeças características, em formato triangular, devido ao fato de suas glândulas de veneno encherem a parte posterior de suas cabeças.

Os cientistas notaram que muitas cobras-de-água-de-colar, cobras-de-água-viperina e uma série de outras serpentes não venenosas conseguem normalmente achatar a cabeça em formato triangular. Os pesquisadores suspeitaram que elas desenvolveram essa habilidade a fim de imitar as espécies mais perigosas, as quais muitos predadores sensatamente procuram evitar.

Instinto de proteção é algo comum no Reino Animal. Uma série de aranhas se assemelham a formigas, imitando-as não só fisicamente, mas também na maneira de andar, e o extraordinário polvo imitador pode mudar sua cor e forma para representar qualquer coisa desde serpentes marinhas até raias.

Para investigar se estas inofensivas serpentes modificaram sua cabeça para se proteger, pesquisadores fizeram experimentos com cobras falsas, feitas de massa de modelar. Algumas tinham cabeças triangulares, enquanto outras tinham a cabeça mais estreita; algumas tinham padrões em ziguezague nas costas (outra característica das víboras), enquanto outras eram planas.

Os pesquisadores levaram cerca de 600 réplicas de serpentes para um parque, as deixaram expostas e verificaram que as que possuíam cabeça triangular haviam sido atacadas com frequência muito menor do que as sem. Apenas cerca de 6% das serpentes com cabeças falsas ou com padrões em zigue-zague foram atacadas, enquanto quase 15% das cobras sem cabeça triangular nem padrões de zigue-zague foram apanhadas por aves de rapina.

O fato de as serpentes não venenosas se beneficiarem da imitação de seus parentes mais letais pode se revelar importante quando se trata de conservar os dois tipos de serpentes.

As não venenosas só podem se beneficiar de evitar os predadores se as cobras venenosas que elas estão imitando forem suficientemente comuns. Se a ameaça real se torna muito rara, os predadores esquecem do perigo.

Os pesquisadores notaram que as cobras falsas não enganaram os mamíferos, pois o cheiro de massa de modelar pareceu afastá-los. Futuras pesquisas com réplicas com aroma disfarçado poderiam investigar se esse truque das cobras funciona com mamíferos. [LiveScience]

Vote: 1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars

5 comentários

  • renata santos:

    adorei

  • renata santos:

    adorei essas imagens
    eu fiquei facinada eu
    amo cometarios sobre serpentes
    e com imagens entao adoro.

  • fernanda:

    mesmo que essa cobra nao é venenosa eu iria ficar morrendo de medo e iria correr…kkkk

    • renata santos:

      eu nao tenho nenhum medo de cobras
      eu ja cheguei a pegar algunhas cobras
      la na cidade do meu irmao
      Paudalho-Pe. eu amo saber tudo sobre elas,é tao subrime
      tudo o que as serpetes fazem, o jeito como elas se movem a sua pele e a cor entao sao lindas, eu amo esses animais brilhantes!

  • vicente:

    O mesmo ocorria com o Anquilossauro que batia sua cauda em pedras ou árvores para calejar o osso até criar uma ponta dura como marreta para se proteger dos predadores.
    o que ocorreu com essa espécie foi a seleção natural elas se tornaram mais hibridas que as outras ao ponto de serem percebidas pelos pesquisadores.

Deixe seu comentário!