Como perder gordura corporal tomando sol pela manhã

Por , em 3.04.2014

Como perder gordura corporal?

De acordo com uma nova pesquisa, a resposta está em um conselho simples: acorde cedo e saia de casa.

De acordo com pesquisadores da Universidade Northwestern (EUA), a luz brilhante da manhã está ligada a menos peso. O estudo mostrou que pessoas se expunham diariamente a luz moderadamente brilhante na parte da manhã tinham um índice significativamente menor de massa corporal (IMC), em comparação com as pessoas que se expunham mais à luz natural no final do dia.

“Quanto mais cedo esta exposição à luz ocorreu durante o dia, menor foi o índice de massa corporal dos indivíduos”, afirmou uma das coautoras do estudo, Kathryn Reid.

A influência da exposição à luz da manhã sobre o peso corporal foi independente do nível de atividade física, consumo de calorias, tempo de sono e idade dos participantes.

A pesquisa

O estudo incluiu 54 participantes (26 homens, 28 mulheres) com idade média de 30 anos. Eles usaram um monitor para medir seus parâmetros de exposição à luz (incluindo o tempo e a intensidade), bem como seus padrões de sono por sete dias em seu dia-a-dia regular. Sua ingestão calórica foi determinada a partir de registos alimentares.

Os voluntários, em média, iam dormir às 1h26 e acordavam às 8h49. Também, 58% deles eram considerados “magros”, com um índice de massa corporal de 24 ou inferior.

Quando os pesquisadores analisaram os dados, eles encontraram apenas uma variável que se correlacionou com o IMC, o MLIT. A sigla significa “mean light timing” (algo como “tempo de luz média”) e é uma nova medida desenvolvida para o estudo que integra o tempo, duração e intensidade da exposição à luz em um único número.

Traduzindo isso em termos práticos, os pesquisadores disseram que a chave era se expor à luz de pelo menos 500 lux (unidade de iluminamento que corresponde à incidência perpendicular de 1 lúmen em uma superfície de 1 metro quadrado), e que quanto mais cedo no dia, melhor. Para cada hora que a exposição à luz foi adiada, o IMC aumentou 1,28 pontos.

“A luz é o agente mais potente para sincronizar o relógio interno do corpo, que regula os ritmos circadianos, que por sua vez também regula o balanço energético”, disse a principal autora do estudo, Phyllis C. Zee. “A mensagem é que você deve se expor à luz entre oito da manhã e meio-dia. Cerca de 20 a 30 minutos de luz da manhã é o suficiente para afetar o IMC”.

Isso pode significar que, se uma pessoa não receber luz suficiente no momento adequado do dia, pode dessincronizar o relógio interno do corpo, conhecido por alterar o metabolismo e potencialmente levar ao ganho de peso.

Estilo de vida escuro

Muitas pessoas não recebem suficiente luz natural na parte da manhã. Além delas mal saírem de casa, nossos ambientes internos geralmente são mal iluminados (cerca de 200 a 300 lux). Mesmo em um dia nublado, luz ao ar livre possui mais do que 1.000 lux de brilho. É difícil atingir esse nível de luz com iluminação interna.

Sendo assim, os cientistas creem que, como parte de um estilo de vida saudável, as pessoas devem ser encorajadas a obter a exposição adequada à luz. Além disso, os locais de trabalho e as escolas devem ter janelas, e os funcionários e as crianças devem ser incentivados a fazer intervalos ao ar livre.

Há claramente algo de especial na luz matutina. Os pesquisadores não tem certeza do que é, mas uma possibilidade é o fato de que a luz da manhã contém mais comprimentos de onda na parte azul do espectro. “A luz azul tem o efeito mais forte sobre o sistema circadiano”, disseram.

Mais estudos precisam ser feitos para resolver essa questão, mas, enquanto isso, não custa levantar e ir tomar um pouco de sol todos os dias, para manter uma boa saúde. [MedicalXpress, LATimes]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (1 votos, média: 5,00 de 5)

Deixe seu comentário!