Como seria viajar por um buraco de minhoca espacial?

Por , em 18.03.2012

Seria a viagem da sua vida: passar por um buraco de minhoca espacial para sair perto de Plutão ou em uma galáxia a milhões de anos-luz. Agora você pode ver como seria essa jornada através do tempo e do espaço, graças a animação do astrofísico Andrew Hamilton, da Universidade do Colorado.

Primeiro, você chega perto do horizonte de um buraco negro. Quando estiver perto, você pode ver um flash infinitamente energético que vai conter a imagem de toda a história do universo. Em um buraco negro de verdade, você seria vaporizado pela força gravitacional (mas digamos que, somente nesse caso, você teria super poderes e não seria vaporizado).

Conforme você sai do buraco negro, entra em um buraco de minhoca, onde o fluxo espacial muda, acelerando para trás. Ele termina na entrada de um buraco branco, que é uma versão do buraco negro com o tempo invertido. Ao invés de entrar, o espaço sai a uma velocidade maior do que a da luz. Logo você vai experimentar outro flash de radiação, dessa vez contendo uma imagem de todo o futuro do universo.

Se movendo através do buraco branco, você vê um terceiro flash de luz, conforme atinge o horizonte fora dele. Dessa vez, um novo universo aparece, contendo a imagem de todo o seu passado. Conforme a câmera se move, você pode ver o brilho branco de onde saiu, e uma imagem do antigo universo. Incrível, não? Será que um dia seremos capazes disso? [NewScientist]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (2 votos, média: 5,00 de 5)

59 comentários

  • Célio Azevedo:

    Se não podemos alterar o passado, podemos pelo menos mudar o futuro sabendo como este será.

  • Adriel Lucas:

    um buraco negro e um buraco de minhoca sao uma abertura no continuo espaço tempo e no tecido da realidade esse rompimento pode levar a algo catastrófico mas se entras-imos dentro de dentro de ambos viajaríamos pela tecido do tempo e da realidade por eras sendo assim também poderia a ver a teoria do multi verso

    podem acreditar sei do q eu falo

  • Adriel Lucas:

    buracos de minhocas assim como buracos negros são rompimentos no tecido do continuo espaço tempo levando assim em conta a teoria do multi verso que é uma possibilidade
    mas a questao é q os dois sao um rompimento no contio epaço tempo e no tecido da realidade

  • Carla Mota Menezes:

    Acredito que só não existem viagens no tempo por falta de tecnologia adequada. Queria muito viver o bastante pra ver isso acontecer.

  • leandro balbino:

    buraco de minhoca aff que merda de nome ‘e esse nao tinha um nome mais legalzinho pra colocarem nesse fenomeno nao? pqp muito ridiculo

    • Victor Paes Plinio:

      Eles deram esse nome pelo fato de se o universo fosse uma maçã, e nós fossemos uma minhoca ao invés de percorrer o espaço até um destino, que seria se a minhoca rastejasse sobre a maçã até o lado oposto ao início, ela poderia simplesmente comer a maçã abrindo um túnel que liga um ponto da maçã ao seu oposto, assim nós iriamos abrir um buraco no tecido espaço-tempo e abrir um túnel até o extremo oposto do universo só que no futuro. Foi dai que veio o nome Buraco de Minhoca ou de Verme.

      Eu sei que esse nome é estranho mas ele é só teórico, pois não sabemos se existe ou não Buracos Brancos ou Buracos de Minhocas conectados a Buracos Negros de Kerr, que são os rotativos que o fim não é um ponto onde as leis da física não se aplicam assim toda matéria seria distorcida e deixaria de existir como os normais ou os de Schwarzschild, e sim os que nos leva a uma uma conexão á um Buraco de Minhoca (que poderia muito bem ser chamado de túnel do espaço-tempo) e que dá no início de um Buraco Branco. http://pt.wikipedia.org/wiki/Buraco_negro_em_rota%C3%A7%C3%A3o

  • Alberto Campos:

    Viagem no tempo.
    Se fosse possível, alguém do futuro já teria voltado ao passado e saberíamos.

    • lucas ianoviche:

      já sabemos sim mais nao foi provado um homem nos eua ganho em varias bolças de valores super arriscadas e todas ke aposto todas ganho e quando foro pergunta como ele consegiu fazer akilo ele disse: KE VEIO DO FUTORO, eo mais intrigante é ke consta ke o nome dele e ele nao eziste ainda ele e simplesmente uma pessoa ke pra nois aki nao eziste apesar de tudo ele foi preso pq suspeitaro ke alguem passo informaçoes para ele mesmo assim ele sempre diz a mesma coisa ke veio do futuro e suas ropas nao foram ainda fabricadas roupas estranhas de todas ke ainda eziste.

    • Sergio Santalves:

      Cara, você é muito bom… em assassinar as regras da língua portuguesa. Parabéns mesmo.

    • sergio_panceri:

      se for possível, pra que voltar atraz e mudar o passado? correndo o risco de fazer isto não acontecer novamente da mesma forma…. rsrsrs

      (se bem que eu duvido disto)

    • Victor Paes Plinio:

      Já viu a teoria dos Alienígenas do Passado?

      Ela diz que seres de outro planeta nos visitaram no passado e nos ajudado a evoluir.
      Um fato forte que comprova isso, é pelo fato de povos norte americanos terem “imitado” a estrutura de um avião, ou por povos antigos terem feitos coisas que hoje em dia demoraria mais tempo do que eles levaram como as Pirâmides de Gizé. Também por haver escrituras que falam sobre “deuses” que vieram de bolas de luz de uma estrela ou espaço. E por eles terem um conhecimento astronômico, e matemático quase tão superior ao nosso atual.
      Ai dizem que foram extraterrestres que vieram para a Terra.

      Mas uma divisão dessa teoria diz que o que veio do espaço, na verdade é dá Terra. Como assim? Como algo do espaço é da Terra? Se poderemos no futuro viajar por Buracos de Minhocas para o passado, então iremos para o espaço, entramos nos Buracos Negros de Kerr e vamos para o passado. Depois devemos ir a Terra do passado para ver o que tem lá. Assim nós iremos do espaço para a Terra. Então é possível que o nosso povo no futuro irá para o tempo dos egípcios e interferão na história para evoluirmos.

    • Andryws Pedroso Gomes:

      Victor Paes Plinio isso se chama paradoxo, se para construirmos as pirâmides precisaríamos de nós seres humanos do futuro isso geraria um looping eterno para a construção de tais…

    • Ronaldo Freitas:

      filho o passada já passou.. a viagem que se diz na matéria é ir para o futuro na marcha lenta assim o tempo foi diferente para ambos

  • giuan:

    Seria interessante sem contar o fato de ser vaporizado pela força gravitacional srsrsrsrrs.

    se desse para voltar eu voltaria e mudaria uns fatos do meu passado, apesar de ocorrer o risco de perde todo o meu futuro será q valeria a pena altrerar o passado para mudar o seu fituro?

    fica a pergunta quem solber respoder responda.

  • Zeus:

    Para nois deuses gregos, isso se chama porta.

  • Danilo Ramos:

    Acredito que logo muitas teorias serão refutadas. Sm o buraco de minhoca é possível, mas não deverá-o ser! Ninguem ainda viajou por um e tudo que se diz a respeito é mera utopia. A questão de visão do passado e do futuro do universo à aceleração da velocidade da luz, acho que é apenas um buraco negro nos calculos fisicos de Eistein. O passado e o futuro quando vivenciados dependem muito do ponto de vista do expectador. Como visualizar o passado acelerando à luz??? O expectado teria que estar num patamar “fora” do universo já que ao viajar acima da velocidade da luz tudo ao seu redor mudaria com ele. Como não temos dois ou mais universos prováveis a teoria de Eisntein cai por terra.

  • João da cru\ vieira leite:

    Precizamos evoluir,tudo é incógnito!!!!!!

  • Campos:

    Tudo isto é pura imaginação. Uma história da carochinha para crianças. Nada disto existe.

    • David Libal:

      a existência de deus também é só história da carochinha, mesmo assim, mais da metade da população acredita..

  • Rone100theone:

    Um bom filme sobre este assunto é Contato de 1997. É antigo mas é muito bom e ainda aborda o de certa forma o tema ciência x religião. Para os mais novos que não assistiram vale à pena. O nome da atriz principal é Jod Forter.

    • Yuken Master:

      Otimo filme.

  • Pedro Bó:

    Acredito sim que é possivel um buraco de minhoca.

    Ora, basta ir no jardim e fazer uma procura rapida e encontraremos um buraco de minhoca. E para usa-la no espaço, basca cavar em volta desse buraco e leva-lo ao espaço, atravez de algum foguete.

    Esses buracos existem e já foram mostrados na série DSN (Deep Space Nine)

  • Edmar:

    Pode ser assim!! Uma possibilidade. Como uma possibilidade, pode também não ser.
    Fatos passados aconteceram, foram, são de uma realidade concreta e imutável pois já aconteceram.
    Fatos futuros não aconteceram ainda, portanto são possíveis de acontecer ou não, podem acontecer ou não.
    Podemos referir ao passado com certeza, usando o verbo foi.
    Quanto ao futuro, nunca podemos referir a ele com certeza pois ainda não aconteceu, é sempre uma possibilidade até ter acontecido. Assim devemos usar o verbo pode expressando possibilidade.
    Quando falamos do futuro com a certeza do passado estamos sendo arrogantes tanto quanto esta certeza. E os arrogantes quase sempre estão errados e são bem nervosos e se irritam na mesma medida.

    • Hector:

      Não é apenas uma possibilidade como todas as outras, teoria científica não é o mesmo que especulação, se você estivesse no ano de 1800, e dizer que acredita que o universo surgiu de uma explosão, não seria uma teoria, já que não existem evidências, já o big bang passou a ser uma teoria em 1929, com a descoberta da expansão do universo. Assim como cálculos de física quântica e observações sobre o comportamento dos astros e teorias para explicar o que vem depois do buraco negro, ou como algumas coisas aparecem e desaparecem de repente, levaram ao buraco de minhoca, assim como, talvez já provaram sua existência, tanto que já li que wormholes foram descobertos na década passada, mas já existiam teorias sobre ele até antes de Einstein morrer.

    • Yuken Master:

      Realmente não tem como enxergar o futuro porque ele pode ser mudado dependendo do que fazemos no presente.
      Depende de muitos eventos!

    • Danilo Morães:

      Se o universo for puramente determinista, seguindo uma relação pura de causalidade, o que você está pensando nesse exato momento, é consequência de alguma coisa qualquer no passado.
      O fato de ser difícil prever o futuro, é por causa do efeito borboleta, onde uma ação pequena aqui, pode gerar algo gigantesco e complexo a milhares de quilômetros daqui.

      Seus pensamentos, ações etc, podem ser todos previstos se tivermos acesso as variáveis que interferem na sua existência.
      Basicamente, se você é ateu e acredita na ciência, está afirmando que acredita no destino, ou seja, todas as consequências tiveram uma causa anterior.

  • Garrete Reis:

    Me corrijam s estiver errado, mas isso é chamado de singularidade. Nesse contexto, as leis da física e constantes q conhecemos são outras, e ainda não s tem bem uma ideia de como são. Não adianta muito usar oq conhecemos aqui…

    • Hector:

      Se wormholes estiverem ligados a blackholes, então sim, tem há ver com singularidade, mas se eles forem singulares, por incrível que pareça vocabulariamente falando, então não tem há ver com singularidade.

  • Jonatas:

    Uma viagem por um buraco de minhoca não é algo que possamos conceber por nossos sentidos, pelo menos os cinco sentidos físicos.
    Um trajeto espacial é ir de um ponto do espaço ao outro, percorrendo uma distância x levando um determinado tempo para isso, em função de sua velocidade.
    Já o trajeto pelo buraco exclui distância, ela não existe, você simplesmente desaparece aqui ao mesmo tempo que aparece lá. Não há trajeto percorrido e nem o tempo de percorrer desse trajeto, você não anda, você “salta” o trajeto que percorreria, simplesmente muda sua situação, no sentido de onde se situa.
    Isso da pra comparar ao sexto sentido da filosofia oriental, o próprio Pensamento. Numa escala simplificada, você pode estar no trabalho pensando em sua casa, logo, estando lá em pensamento a distância que percorreria para chegar lá nem se quer existe. Claro, o mundo em que vivemos nos limita fisicamente, mas já não pode nos limitar o pensamento, nem mesmo a velocidade da luz pode.
    Isso é mais uma questão filosófica do que uma verdade científica testável, mas devo lembrar que a ciência nasceu da filosofia.
    É como o próprio Hawking já disse: “Meu corpo pode estar preso a essa cadeira de rodas, mas em minha mente eu sou livre para viajar por todo o Universo”.

    • bella:

      Os comentários do Sr. Jonatas sempre enriquecendo maneira incomparável este blog!

    • Yuken Master:

      Otimo comentario meu Jovem.
      Exatamente isso ai que voce disse.Seria como viajar sem se locomover.
      Eu diria que seria como um espelho.De um lado voce esta em um lugar,do outro lado do espelho ja estaria em outra parte.

    • Juliana M.:

      Nossa! Resposta muito bem elaborada! Concordo plenamente com você e ainda acrescento que o Universo, assim como as incógnitas que um Buraco Negro, ou o que seja, podem levantar, são, ainda que sejam limitados por nós, a uma imagem infantil e irreal, são também místicos e sobrenaturais, são a verdade que a vida trás, em meio a tantas cobranças nesse mundo exato e limitado visto por uma deficiência nossa, o que resulta na falta de criatividade. O ser humano tornou-se limitado a comprar as respostas e a não mais desafiá-las, respostas dadas pelos cientistas, especialistas, respostas que acabaram se tornando impostas, pela nossa mania de nos limitar a tudo!

  • Tiago:

    Caminhos futuros do Homem.
    O que será o amanhã se destruímos o hoje.

    • Hector:

      Isso aqui é um site científico e não ambientalista. Se qualquer previsão sobre futuro, você quiser falar que devemos nos preocupar com o ambiente do presente, vai pra mídia vai, por favor.

  • Asdrubal:

    Um pouco diferente do Stargate.

    • Pedro Bó:

      O Stargate é ficção, já o DSN não

  • lucas:

    esse site e o melhor que ja vi.desde que descobri acesso todos os dias.
    parabens pra equipe!

  • Max:

    Legal, mas alguém me tira uma dúvida:
    ”o espaço sai a uma velocidade maior do que a da luz”
    a Teoria da Relatividade não diz que nada pode ultrapassar a velocidade da luz?? ou to errado?

    • Z3hr0_C00l:

      Buraco negro meio que nao se rende as nossas leis da fisica… sua força gravitacional é tão forte que a luz nao consegue escapar dele.

      Nunca alguem vai poder fazer essa viagem, porque antes de chegar proximo do centro, ja terá sido desintegrado a nivel atomico.

    • Danilo Morães:

      A única maneira da luz não sair, a meu ver, é sua rota ser curva o suficiente para voltar para o buraco negro. Se for assim, o buraco negro seria muito brilhante, se visto de perto.

      E acredito nisso porque, segundo Einstein, a velocidade da luz é constante, independente do referencial. Então se ela saísse em linha reta de um buraco negro, teria que chegar aqui de qualquer maneira.

    • Romário Huebra:

      É uma teoria e não uma lei.

    • Luiz:

      a relatividade é uma teoria comprovada!
      a relatividade limita a materia de alcançar a luz e não o espaço de ter um ponto de escape maior que a luz, pois é o tempo-espaço que funciona como uma especie de rede e nos segura, no caso do buraco de minhoca é diferente porque como a energia do buraco negro é muito extrema que faz o ponto de escape superar a luz, o buraco negro cria uma especie de tunel dentro do tempo-espaço, esse tunel é um atalho, que pega dois pontos do universo, e ate dois pontos com tempo diferentes, tipo vc entra em 2012 e sai em 2154 antes de cristo, é meio confuso e quase impossivel de ser explicado com clareza, fiz o possivel!

    • Yuken Master:

      O problema que não passa de teoria.Isso tem a chance de nem existir.
      Porque não se pode prova nem uma virgula disso tudo.

    • ozzie:

      Li em algum livro do físico Marcelo Gleiser que o espaço pode se “mover” mais rapido que a luz, a matéria é que não pode…Mas não me leve a sério, pesquise!!!
      Aproveito pra falar que não entendi a afirmação de que “o espaço sai mais rapido que a luz”…alias essa reportagem ta muito superficial na minha opinião

    • Danilo Morães:

      Se o espaço se move, não poderia levar a matéria junto? E se ele pode mover-se mais rápido que a luz, não poderia levar a matéria a velocidades mais rápidas que a luz? E se sim, não estaria aí, algo movendo-se mais rápido que a luz?

      Penso que se o espaço está se expandindo e tudo está se afastando, é porque existe apenas um centro de expansão. E se existe apenas um centro, nesse centro está o referencial absoluto do universo. Então se o espaço move-se mais rápido que a luz e arrasta estrelas consigo, em relação ao centro de expansão, essas estrelas estão a velocidades superiores a da luz.

      Isso é o que não entendo…

    • Jonatas:

      O espaço se move e sim leva a matéria junto, e está se movendo, razão pela convencional concepção do Universo de que as galáxias se afastam uma das outras. Mas você tem que esquecer movimento do jeito antigo, sair dum ponto e ir ao outro percorrendo uma linha reta entre eles. Um buraco de verme é o próprio desdobramento espaço-temporal, os dois pontos são conectados, e para ir dum ao outro basta ir, não houve linha reta (trajeto) a ser percorrido. Não foi preciso gastar nem superar qualquer velocidade porque você não percorreu o espaço, você “saltou”.

      Pegue uma folha de papel, faça dois furos distantes um do outro com uma caneta. No espaço normal, que representa a superfície da tua folha, a menor distância possível entre esses dois pontos é uma linha reta, que seria de 26 anos-luz do Sol à estrela Vega, por exemplo. Já o buraco de minhoca seria você pegar essa folha e dobra-la ao meio de modo que os dois pontos se encontra-se, agora não há mais nem espaço nem trajeto a ser percorrido, basta entrar num ponto para simultaneamente já sair no outro.

    • Danilo Morães:

      Com relação aos buracos de minhoca, entendi como funcionam. Mas por que viagens a distâncias muito elevadas, seriam possíveis apenas com eles?

      O que quis dizer acima, é que não entendo por que não seria possível viajar a velocidades superiores a da luz, percorrendo normalmente o espaço.

    • Jonatas:

      Não há nada que impeça, quando o espaço se move mais rápido que a luz tudo que estiver será “carregado”, mantendo sua velocidade e propriedades intactas. A matéria continua com suas limitações e a luz nesse espaço também. É como estar dentro dum ônibus, você está andando mais rápido que as pessoas lá fora, mas não se tornou mais rápido que elas, só está numa base mais rápida.

      Outras coisas podem ser mais rápidas que a luz, o som pode. Lembra das aulas de física onde a velocidade do som aumenta na proporção do meio no qual ocorre? sendo mais rápido na água do que no ar? imagine uma estrela de nêutrons, que é hiper-densa. Qualquer vibração que pudesse causar-lhe viajaria por sua superfície mais rápido que a luz.

    • Danilo Morães:

      “É como estar dentro dum ônibus, você está andando mais rápido que as pessoas lá fora, mas não se tornou mais rápido que elas, só está numa base mais rápida.”

      Isso vai contra o proposto por Einstein: A velocidade da luz é a mesma, independente do referencial. Se a velocidade do emissor pudesse interferir na velocidade da luz, a relatividade especial já tinha acabado.

      As aulas de física também me ensinaram que nenhuma informação pode ser transmitida a velocidades superiores a da luz. Se isso for acontecer, temos uma dilatação do tempo.

    • Peregrin:

      Nada pode ultrapassar a luz de maneira linear. Agora, dependendo do referencial, uma força gravitacional muito intensa pode distorcer o espaço a ponto de dobrá-lo, e percorrer entre estes dois pontos de espaço distorcidos pode ser considerado mais rápido que a luz, para quem observa este acontecimento fora do espaço distorcido.
      Por isso se pressupõe que entrar no horizonte de eventos de um buraco negro pressupõe um buraco de minhoca que sai em outro lugar do espaço, numa velocidade muito superior à da luz(se ela percorresse a mesma distância em condições normais do espaço.
      A própria relatividade de Einstein dá condições disto acontecer. Pela teoria dele, o espaço é como uma malha elástica, e todo corpo celeste massivo causa distorções nela, semelhante se estendermos um lençol bem esticado e se coloçassemos uma bola de ferro do tamanho de um melão em cima dela.
      Normalmente essa distoção que a bola de ferro causaria no lençol no máximo faria que se colocássemos uma bola de gude na ponta do lençol, ela iria rodar algumas voltas em torno da bola de ferro e pararia encostado nela.
      Mas um buraco negro é totalmente diferente. Imagine que o mesmo lençol fosse totalmente elástico e suportasse qualquer pressão. um buraco negro seria mais ou menos um punho fechado de uma mão forçando ela num ponto para baixo, até que você fizesse uma curva e encostando em outro ponto do lençol com a mão.
      Imagine que na sua mão tivesse um alfinete, e você passasse de sua mão para o outro ponto esse alfinete através do lençol nessa parte distorcida. O alfinete passou de um ponto distante no lençol numa velocidade normal, porém na prática muito mais rápido do que se você o deslocasse se o lençol estivesse esticado da maneira normal.
      Portanto, no buraco negro é o espaço que se desloca mais rápido que a velocidade da luz, não você.

    • Danilo Morães:

      “Nada pode ultrapassar a luz de maneira linear. Agora, dependendo do referencial, uma força gravitacional muito intensa pode distorcer o espaço a ponto de dobrá-lo, e percorrer entre estes dois pontos de espaço distorcidos pode ser considerado mais rápido que a luz, para quem observa este acontecimento fora do espaço distorcido.”

      Então se distorcer o espaço permite observadores verem a luz mais rápida, esticar o espaço permitiria observadores verem-na mais lenta, correto? Isso entra em total contradição com os pressupostos em que Einstein se baseou para fazer a teoria da relatividade. Isso porque poderíamos esticar o espaço até o ponto de enxergarmos a luz parada e segundo o pressuposto que Einstein se baseou, é impossível a luz estar parada (famoso exemplo da bicicleta de Einstein).

      Como podem dizer que isso é aceitável para a relatividade? Não entendo.

  • André Luis:

    Mais um belo video! O hype está arrasando em divulgar eles! Parabéns a todos!

  • Marco:

    é amigos,hj em dia existem inventos que foram considerados loucura ou impraticaveis a pelo menos uns 100 atrás e hj podemos apenas sonhar, mas quem sabe dentro de mais uns 200 anos não surge o teletransporte, digno do filme “Jumper”
    imunidade a todos os tipos de doenças, naves espaciais que atigem a velocidade da luz ou até supere isso, provas definitivas de vida fora da terra… enfim sonhar não paga imposto !

    • Felipe:

      Tem razão

      Mas eu apostaria no uso de robôs. Ao invés de sairmos de casa, ligaríamos o cérebro ao nosso robô que sai pelas ruas fazendo nossas tarefas. Seria nossa consciência em um robô. Como num
      filme que esqueci o nome

    • squish:

      Seríamos todos gordos se o mundo fosse assim…

    • Marcelo:

      O nome do filme é “Substitutos”.

    • Yuken Master:

      Voces iram se tornar obesos e doentes.Morreriam na primeira infecção.

  • André:

    Eu discordo com essa historia de ver o futuro, alguns fisicos ja disseram isso sobre estar proximo a um buraco negro tambem,
    mas é impossível, mesmo que você veja a uma velocidade maior que a da luz de nada adiantaria se algo ainda não tivesse ocorrido.
    Ex: se alguém ira derrubar um copo daqui a dez segundos, você pode enxergar a dez mil vezes a velocidade da luz e não verá o copo cair antes que ele caia.

    • Luiz:

      vc num entende nada mesmo, vc não pula para o futuro, vc acelera a passagem de tempo, no buraco de minhca, vc volta por passado e ve o futuro que ja aconteceu, mas pular para o futuro não existe, existe acelerar a passagem de tempo!

Deixe seu comentário!