Corra melhor fugindo de zumbis famintos por cérebro

Por , em 29.02.2012

Você está um helicóptero, voando sobre uma cidade pós-apocalíptica infestada de zumbis e um pequeno agrupamento de sobreviventes conhecido como Abel. Do nada, uma figura aparece do meio das árvores com um lança-foguetes e derruba seu helicóptero. Você sobrevive, mas hordas de monstros aparecem de todos os lados para sentir o gosto de sua carne. Você só tem uma opção: correr. E muito.

Isso pode parecer uma cena de um filme de zumbis, mas na verdade é a abertura de um novo aplicativo para iPhone, Android e Windows Phone, desenvolvido para fazer você correr mais rápido e mais longe. O princípio é simples: se convencer de que está sendo perseguido por zumbis, e assim ganhar um extra de adrenalina.

Zombies, Run!” é de início uma experiência de imersão com áudio. Você coloca seus fones de ouvido, abre o aplicativo e sai para correr. Enquanto corre, você escuta a intrigante história, escrita pela premiada Naomi Alderman, que detalha as aventuras de uma terra dominada por zumbis. E elas incluem você correndo para se salvar. Enquanto despista os mortos-vivos, você vai coletando itens como kits médicos, equipamento militar e comida, que – como nos jogos clássicos – podem ser usados para construir sua base.

Isso tudo é muito divertido, mas o que torna esse aplicativo realmente interessante é o uso inovador do sistema de GPS do smartphone. Enquanto você corre, seu progresso é monitorado e o som dos zumbis correndo atrás de você chega até seus ouvidos. Conforme eles chegam perto, o som fica mais alto e os grunhidos maiores. Você precisa correr mais para escapar.

Claro, usar esse aplicativo pode tornar uma caminhada mais parecida com uma boa corrida, mas não chega a tanto para virar uma maratona. O esquema é tomar cuidado com os carros, já que um grunhido pode vir na hora de atravessar a rua.

Como experiência de imersão, o aplicativo funciona muito bem. Isso significa que se você está correndo com um iPod, você vai perder a maior parte da inovação e da diversão do jogo.

Outro problema é que as mensagens da cidade de Abel são colocadas no meio de sua playlist. Mas não o suficiente para estragar a tensão criada. No todo, esse é um aplicativo muito legal que pode ajudar na sua dieta. [NewScientist]

Vote: 1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars

7 comentários

  • Léo Melo:

    caramba,muito legal a ideia…sou fã D+ de zumbis,fascinado por MADRUGADA DOS MORTOS e viciado em THE WALKING DEAD…kkkkkk
    caramba quero testar esse aplicativo!

  • José:

    Essa idéia de zumbis que come celebro não faz sentido mesmo em ficção. Para quem é fã de “The Walking Dead” ai vai a dica procure uma barco ou uma ilha. Um prisão abandonada? Nunca

    • eduardo:

      Que nada, o melhor é subir até o terraço de um edifício munido de um rifle com mira telescópica e mandar brasa na cabeça desses malditos walkers….

  • Angel:

    Ai que show! Eu que morro de medo de zumbi não posso experimentar esse aplicativo, se não tenho uma parada cardiaca… Mas achei massa =)

    • Michel:

      Como tem medo de algo que não existe, apenas nos cinemas .o.

  • Zeca:

    Aí sim! Tecnologia do medo trabalhando a meu favor! Mas pra quem costuma ‘entrar no jogo’ como eu, isso pode ser uma fonte de preocupação para sua família.. Olhem pros dois lados da rua antes de salvarem seus cérebros, hein crianças..

    • Antonio Azevedo:

      Não gostei da idéia, pois estimula a pessoa a correr acima do seu limite e sem respeitar o próprio ritmo. Correr à base do medo não me parece a melhor forma de desenvolver gosto pela corrida.
      Mas funciona esporádicamente, pela piada.

Deixe seu comentário!