Darwin e o besouro-bombardeiro

Por , em 1.05.2013

Darwin, quando jovem, era aficionado por colecionar besouros. Durante uma de suas caçadas ele encontrou um besouro que ainda não possuía e prontamente o agarrou. Em seguida viu um outro besouro raro e segurou-o com sua outra mão. O problema é que ele encontrou ainda um terceiro besouro no mesmo instante e ganancioso, mas sem mãos sobrando, decidiu colocar um dos besouros que estava na sua mão dentro de sua boca para poder capturar o terceiro.

Infelizmente o besouro que ele decidiu enfiar na boca era um besouro-bombardeiro que cuspiu um spray tóxico no rapaz. Depois de cuspir o animal e tossir muito Darwin percebeu que havia ganhado uma queimadura química na boca e perdeu todos os besouros.

No vídeo abaixo você pode testemunhar o estrago que um besouro-bombardeiro pode causar:

Vote: 1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars

12 comentários

  • Coaracy Soares Santos:

    É, mais vale dois besouros na mão do que um na boca.

  • Carlos Costa Careca:

    Quer dizer então que eu devo acreditar que Darwin pos um besouro desses na boca apenas porque um biógrafo afirmou isso em um livro? Então eu devo acreditar que Jonas, de fato, passou três dias no estômago de uma baleia, pois alguém escreveu isso.

    Sou tão cético diante de um “fato” absurdo que nem o próprio Darwin me faria acreditar nisso.

    • Alexandre Carvalho:

      o próprio darwin escreveu isso em sua auto-biografia…
      O que tem de absurdo? o que tem demais em colocar um bichinho na boca… a não ser que você tenha nojinho ou medo.
      Lembre-se que ele era aficcionado por isso, e graças a ele nos ganhamos uma teoria que explica a vida melhor do que na bíbia.

  • Thiago Alexandre Dos Santos:

    Caraca, incrível a força e a fumaça que faz…
    Deveria ser chamado Besouro Napalm isto sim rsrs

  • João Alberto:

    Eca! Porquinho!!

  • Elizeu Moreschi:

    Essa de enfiar o besouro na boca estragou a história. Eu estava até acreditando até ler isso^^

    • Marcelo Ribeiro:

      Então que tal ler a biografia de Darwin por Adrian Desmond e James Moore (que é a mais completa) e confirmar? Pois foi onde li a história. Então poderá acessar o Darwin project na internet e investigar nas próprias correspondências de Darwin se há alguma menção. Mas simplesmente negar como falso sem saber das evidências não parece inteligente.

    • Edson Farias de Souza:

      Uai, como disse o amigo mais cedo, é só você dá uma olhada na biografia do Darwin. 😀

    • Deuz Hebreu:

      “Um dia eu avistei dois raros besouros e segurei um em cada
      mão, depois eu vi um terceiro tipo novo, que eu não ousaria
      perder, de forma que imediatamente coloquei o que estava na
      minha mão direita na boca. Ele expeliu um fluido fortemente
      ácido que queimou minha língua, e me vi forçado a cuspi-lo,
      e ele foi perdido, assim como o terceiro exemplar.” (Charles
      Darwin, Autobiografia)

      Mas eu não acredito nisso. Ok?
      Por que diabos eu devo acreditar em tudo que as pessoas dizem, mesmo que estas sejam geniais?

    • Marcelo Ribeiro:

      Para mim não soa genial. Parece engraçado, mas nada genial.

      Não quer acreditar? É sua prerrogativa.

  • grasisuperstar:

    Pensa bem enfiar um besouro na boca???o homem era doidinho mesmo!!!

    • kid redman:

      tem gente que COME coisa muito pior como escorpiões e caranguejeiras fritas, larvas cruas… bezourinho na boca é para os fracos – rsrsrs

Deixe seu comentário!