Bolas de metal incandescente são colocadas em diversos meios diferentes: vídeos

Por , em 20.08.2013

Confira as diferentes reações causadas por uma bola de níquel aquecida em contato com vários elementos:

10. Bola de níquel aquecida solta no açúcar

9. Bola de níquel aquecida atravessa gelatina balística

8. Bola de níquel aquecida atravessa uma barra de sabão

7. Fundindo prata

6. Bola de níquel aquecida entra no gelo seco

5. Bola de níquel aquecida versus urso gummy

4. Bola de níquel aquecida solta no mel

3. Bola de níquel aquecida na água quente

2. Bola de níquel aquecida solta na água

1. Bola de níquel aquecida entra num cubo de gelo

Mais no canal do youtube: carsandwater

Vote: 1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars

11 comentários

  • Skyvolt Zoltar:

    Que maçarico será que ele usa?

    • Cesar Grossmann:

      Acetileno, talvez. Não precisa maçarico especial..

  • Skyvolt Zoltar:

    A número 7 não é uma bola de níquel. É um maçarico derretendo uma moeda. Mas é mto legal…. deu vontade de tentar aqui (kkk).

  • Felipe Meireles:

    Legal a do mel.

  • gut:

    Faltou a narração de Beavis e Butt-Head 🙂

    Interessante ver a formação e a quebra da película de vapor d’água ao redor da esfera no vídeo 2.

  • Marty Biff:

    Parabéns pro sabão que resistiu.

  • Marco Checon:

    A que temperatura chega essa bola ? o que será que aconteceria se mergulhar isso num recipiente com nitrogênio liquido ? alguma explosão ? ja que a diferença de temperatura dos 2 corpos iria ser imensa.

    • Cesar Grossmann:

      Chega no máximo à temperatura da chama do maçarico…

    • Rodrigo Garcia:

      Vi que o niquel tem ponto de fusão de 1.450 ºC, por isso usaram o níquel. A temperatura aí deve ter chegado entre 500 a 1.000ºC o que é muito para estes objetos entre – 20ºC e + 30ºC.

      Destes vídeos, posso concluir que a transferência de calor entre os objetos é quem determina a violência ou não das reações? Gelo transmite pouco calor por isso suporta a bola mais? Já o mel e gel balístico têm água em estado líquido e por isso transmite mais? E se fosse uma bola de níquel a 1.000ºC inserida numa cuba com chumbo a 500ºC e portanto fundido? Daria uma bela explosão na cara dos curiosos, né?! Estou correto?

      PS: isso eu sei: O Gel balístico corresponde à densidade dos tecidos moles do corpo humano; imagine então a bola de níquel atuando no gel balístico como se fosse no nosso corpo. humm 🙁

    • Cesar Grossmann:

      Acho que você está certo, Rodrigo. Outra coisa, o gelo forma aquele “colchão de vapor” em torno da bola, o que diminui muito a transmissão de calor.

      Sobre a bola de níquel no chumbo quente, acho que não haveria explosão. A explosão acontece quando uma massa sólida ou líquida gera rapidamente um volume de gás que se expande. Acho que o chumbo não viraria gás, e não haveria nenhum gás dissolvido no chumbo que se libertaria com a temperatura do Níquel.

      De qualquer forma, acho que dá para sugerir a experiência para os autores dos vídeos:
      https://www.youtube.com/user/carsandwater?feature=watch

    • Rodrigo Garcia:

      Obrigado pelas informações, Cesar. Enviei via you tube via “Happy Halloween” Não sei se irão ler, ou se farão. Acho perigoso demais. https://www.youtube.com/watch?v=lC8o29qhGGI&feature=c4-overview&list=UUmxCoyvGU3IndS7bm9oH3Vg

Deixe seu comentário!