Empresas estão cada vez mais preocupadas com o consumo de água

Por , em 16.11.2010

De acordo com uma pesquisa global, a escassez de água no futuro é uma preocupação crescente para os negócios.

O relatório foi solicitado por investidores institucionais, que querem saber o risco de fazer investimentos face aos problemas de água. O questionário feito com 147 empresas mostrou que 39% delas já estão sofrendo com problemas relacionados com a água – incluindo interrupções causadas por secas ou inundações, diminuição de qualidade da água e aumento dos preços da água.

Outra conclusão é que mais da metade das empresas espera ter problemas com água dentro de 1 a 5 anos. O relatório ainda prevê que a situação vai ficar pior, já que a demanda mundial por água deve subir nas próximas décadas.

Os setores que demonstram maior exposição aos riscos da água incluem alimentos, bebidas, tabaco e metais e mineração. Os pesquisadores alertam que a escassez de água vai fazer parte de uma tempestade de problemas ambientais.

Porém, 60% das empresas já estabeleceram metas de desempenho no modo de uso da água. As empresas estão reconhecendo cada vez mais o risco para a sua marca se forem vistas como desperdiçadoras de água nos países nos quais o recurso é escasso.

O crescente interesse das empresas em medir seu desempenho e se preocupar com a questão de água reflete a tendência já existente que elas têm de medir a contribuição de gases para o efeito estufa. Mas os pesquisadores dizem que a água é diferente do carbono no sentido de que muitas vezes há alternativas aos combustíveis fósseis, mas não existem alternativas à água.

O desafio está em gerir o que temos entre os usuários concorrentes, quer sejam empresas, comunidades ou sistemas naturais. A mudança climática está alterando a disponibilidade mundial de água, o que significa maior escassez em algumas regiões e mais inundações em outras; a solução pode ser adaptar a estrutura e o consumo de cada região. [BBC]

Vote: 1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars

6 comentários

  • miqueias charles:

    Essa questão ambiental se tornou um jargão pra grandes empresas poluirem ainda mais,elas fingem que são empenhadas na preservação com grandes propagandas nos meios de comunicação e seguem contaminando o planeta e só se preocupam com o capital,o resultado está aí pra comferir….

  • luciana:

    Gloria, estou contigo. Não existe a minima fiscalização nas obras com relação a desperdicio de água. Perto de onde eu moro os funcionários estão lavando a RUA, é isso mesmo, a RUA, por onde os caminhões passam, de preguiça de raspar e varrer a terra. Fala sério, onde estão os fiscais do CREA, ou sei lá de quem é a responsabilidade?

  • gloria:

    ….se estão preocupados ñ parece!Pois as construtoras de residenciais,como a H S Tresoldi,M R V,e outras aqui perto de minha casa, continuam fazendo propagandas de seus lançamentos de luxo c/ piscinas e saunas nos seus condominios de alto padrão,continuam lavando calçadas e áreas externas dos perdios residenciais e jogando milhões de litros de águas tratadas nas sargetas todos os dias,e coitadas das faxineiras q questiorarem o desperdicio ,são despedidas,pra que lavar tanto todos os dias? Pois ñ se come nas calçadas ?As piscinas de tais predios nem são usadas pelos moradores e toda a água é trocada e jogada fora!Dias virão ,e será já, essas piscinas ficarão como fantasmas c/ suas bocas arreganhadas p/ céus como num grito de socorro lembrando a esses ricos inrresponsáveis as suas culpas nos desperdícios nos tempos de economizar p/ñ faltar!

  • André Noronha:

    As empresas que mais poluiem agora estão preocupado com falta d’água? Porque não fecham ou procurem outras alternativas? Fala sério.

  • Richard Fontana:

    A problemática de disponibilidade e uso de águas no mundo todo, está se tornando uma questão muito séria.
    Para empresas ou instituições com estas preocupações, sugerimos que visitem o site http://www.austenbio.com.br, e na página referente às questões ambientais, leiam a respeito do projeto SERTRA / SysTRAP.
    É uma solução possível de recuperação e reciclo de águas.

  • Z3hr0_C00l:

    Os proprios cidadãos não tomam atitudes pra baixar o consumo d’agua, ficam esperando decisões de governos.

Deixe seu comentário!