Em 1º de agosto consumimos mais recursos que a Terra consegue gerar em um ano. Veja como reduzir sua pegada ecológica

Por , em 2.08.2018

Ainda estamos em agosto, mas já ultrapassamos o orçamento anual de recursos naturais da Terra para 2018.

De acordo com a Global Footprint Network (GFN), a partir do primeiro dia desse mês, esgotamos os recursos naturais que o planeta pode renovar em um ano.

É como se, a partir de agora, estivéssemos vivendo de uma “poupança” que pode nos custar muito lá na frente.

Dia da Sobrecarga da Terra

A GFN começou a fazer o cálculo do “Dia da Sobrecarga da Terra” no início dos anos 70. Desde então, a data de esgotamento de recursos renováveis anuais chega cada vez mais cedo. Em 1970, era no final de dezembro. Em 1997, no final de setembro. Em 2018, em 1 de agosto.

Para calcular a data, a GFN divide a biocapacidade do planeta (recursos ecológicos gerados a cada ano) pela totalidade da demanda da humanidade por esses recursos.

Vários fatores são levados em consideração, incluindo a capacidade da Terra de sequestrar carbono e a quantidade de alimentos e outros recursos naturais que podemos cultivar em um ano.

Em 2018, usaremos o equivalente a 1.7 Terras para apoiar a civilização humana. Nas taxas atuais, duas Terras serão necessárias para acompanhar a demanda até 2030. A degradação resultante é visível nos desmatamentos, secas, emissões de gases de efeito estufa e extinção de espécies em todo o planeta.

Balança desequilibrada

A GFN estima que 86% dos países estão atualmente vivendo além de suas possibilidades, gerando o que chamamos de “déficit ecológico”.

Alguns são muito piores do que outros. Por exemplo, se o mundo inteiro consumisse recursos à taxa dos americanos, o dia do esgotamento cairia em 15 de março.

Nem tudo são péssimas notícias, no entanto. A data não tem mudado muito desde 2011, apesar do crescimento populacional, o que é um sinal encorajador de que podemos reverter a tendência.

Nos últimos anos, as nações europeias e os EUA continuaram a crescer economicamente usando menos energia; nos tornamos muito mais eficientes na fabricação, a energia renovável está mais competitiva ou mais barata que os combustíveis fósseis, e os níveis de pobreza no mundo em desenvolvimento têm diminuído mais rapidamente do que em qualquer outro período registrado na história.

Faça sua parte

Será que o planeta tem salvação? As visões sobre isso são conflitantes, mas não podemos desistir. Se você quer fazer a sua parte, pode tomar algumas ações para reduzir sua pegada ecológica na Terra. Por exemplo:

Abandone o carro pelo menos algumas vezes por semana

Grande parte das emissões de gases causadores do efeito estufa vem do transporte. Se você mora perto do trabalho, tente ir a pé. Você também pode pedir para trabalhar a partir de casa pelo menos um dia por semana.

Se você mora longe, tente fazer o trajeto de bicicleta. Se não puder pedalar, tente utilizar transporte público, ou combinar carona com colegas de trabalho. Se duas pessoas dirigem em um só carro ao invés de dois, já reduzem suas emissões de carbono pela metade.

Diminua seu lixo

Desperdiçamos muitos recursos do planeta devido à quantidade de coisas que compramos e jogamos fora. O maior problema certamente é o excesso de plástico. Ao invés de usar copos, canudos e potes descartáveis, tente ter utensílios reutilizáveis consigo o tempo todo. O mesmo vale para sacolas em supermercados e lojas.

Se quiser ir além, você pode até mesmo fazer seus próprios produtos de limpeza, ao invés de comprá-los, como sabão. Também pode escolher produtos com menos embalagens durante as compras. Pode trocar o absorvente descartável pelo coletor menstrual, e assim por diante.

Coma menos carne e mais vegetais

Uma quantidade significativa de nossa pegada ecológica vem dos alimentos que comemos. Isso porque a pecuária usa mais superfície terrestre global do que qualquer outra atividade humana, e é responsável por 14,5% das emissões de gases de efeito estufa produzidos pela civilização.

Não precisa virar vegetariano ou vegano. Mas você pode diminuir seu consumo de carne. Por exemplo, escolher um dia da semana para investir nos vegetais.

Viaje com consciência

Longas viagens de avião podem aumentar muito sua pegada ecológica. Para reduzir os danos, você pode se organizar para voar menos, bem como escolher uma companhia aérea com bons valores ecológicos quando reservar um voo.

Também pode programar férias ecologicamente conscientes, incluindo não alugar um carro no destino e comer alimentos locais. [ThisIsInsider, QZ]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (14 votos, média: 4,79 de 5)

Deixe seu comentário!