Experiências religiosas vívidas são alucinações não psicóticas

Por , em 27.03.2012

Pesquisadores da Universidade Stanford (Califórnia), nos Estados Unidos, resolveram abordar o estudo das alucinações por um ângulo diferente. Ao invés de focar em pessoas com perturbações clinicamente comprovadas, como a esquizofrenia, eles se concentraram em indivíduos saudáveis que também têm experiências de saída do estado normal da mente. Analisando os casos, eles descobriram que há relação entre visões de cunho religioso com determinadas condições cerebrais.

O estudo foi parte da pesquisa de campo de uma antropóloga americana, Tanya Luhrmann. Ela entrevistou centenas de membros de uma comunidade evangélica. Alguns deles afirmam terem vivenciado conversas reais e autênticas com Deus, e Luhrmann se dedicou a descobrir o que há de comum entre estas pessoas.

A autora cita o caso de Hannah (nome fictício), jovem integrante da comunidade que é perfeitamente saudável neurologicamente. Em suas visões, ela alega comunicar-se diretamente com Deus, em algumas vezes vê-lo de maneira clara e senti-lo dentro dela própria. Mais de 30 membros da comunidade se encaixam na mesma situação de Hannah.

Luhrmann conseguiu encontrar muito em comum entre aqueles que referiram tais alucinações. Ela identificou que existe um mecanismo mental (ainda desconhecido, em grande parte) pelo qual todos os seres humanos estariam sujeitos a ter um sonho excessivamente real, por exemplo, em que uma entidade espiritual muito forte (que pode ser a figura de Deus como também a do Diabo ou outro ente) visita a pessoa dentro de sua consciência.

Esta tendência, conforme explica a antropóloga, é mais comum do que parece: de 10% a 15% dos adultos dos Estados Unidos e do Reino Unido já vivenciaram uma experiência parecida. A principal questão que ela ressalta é que não se trata de um quadro psicótico.

Na psicose, existe uma perda diagnosticável de contato com a realidade, o que não se aplica às alucinações religiosas. O que predomina, neste caso, são as experiências culturais e históricas de cada pessoa, que condicionaram o cérebro a um estado específico. É o que a autora chama de “absorção” de um ambiente imaginativo, o que facilita a criação das imagens presentes nas alucinações.

Tanya Luhrmann oferece, em suma, uma orientação para que psicólogos e outros profissionais da saúde estudem melhor estas alucinações no futuro: investigar padrões mentais de vivências passadas, e focar na bagagem cultural que se instala na consciência de cada um. [Science News, foto de Claude Renault]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (2 votos, média: 5,00 de 5)

53 comentários

  • geoff dorfschafer:

    Na nossa galáxia existe aproximadamente 1 bilhão de estrelas. Cada estrela dessa tem em média 10 planetas rodeando-as.acredita-se na existência de 175 bilhões de galáxias no universo,sendo a maioria muito maior que nossa mediana via láctea e com muito mais estrelas e planetas. Mas ainda assim, o ” criador” moldou o homem a sua forma. ainda assim escolheu nosso pequenino planeta p enviar seu único filho legítimo para nos salvar da desgraca. Lúcifer, anjos, maçã proibida, faça isso, n faça aquilo… N tá na hora de deixar as historinhas de contos de fadas de lado e encarar a realidade como ela realmente é n, pessoal? Ou vcs realmente acham que após minha morte irei arder nas profundezas do inferno por causa de tamanha blasfêmia? É realmente possível acreditar numa baboseira dessas? Isso era p época em que nda se sabia sobre os fenômenos naturais e buscava-se uma explicação . Na Grécia isso tb aconteceu. As estações eram por conta de hades, que Qnd estava chateado ou triste (inverno ou outono) punia os humanos com as mudanças no tempo e Qnd feliz (primavera /verao) agraciava-nos com Sol e bom tempo. Isso tb aconteceu no norte da Europa. Thor era o sr do trovão, filho de Odin. deus dos deuses. Durante anos a China contemplou e ainda venera os dragões(dragões? Qm acredita em dragões). Se vc for na Índia um dos seus deuses tem a cabeça de elefante. O islamismo eh a religião que mais cresce hj com milhares de fanáticos completamente loucos por suas crenças. O que quero dizer eh que a sua religião parece tão pouco condizente com a realidade para o outro de uma outra , como a deles tb lhes parecem. Mas a 2200 anos atrás vc poderia morrer num bar por ter insultado poseidon.Era uma crença. Muito forte. A grande maioria acreditava. Assim como hj. Já temos explicações para os fenômenos naturais (n são mais obras de deus castigando os humanos), temos tecnologia p sair do nosso planeta, que durante muito tempo foi pensado e incentivado pelos próprios ” enviados de deus ” como sendo o centro do universo. Por acreditar e defender a Teoria heliocêntrica galileu passou os últimos anos de sua vida em prisão domiciliar. A instituição igreja(que age em nm de deus) foi a culpada. N so por isso, por queimar milhares de livros e atrasar o conhecimento tb, diversas vezes. Pq era perigoso nos colocar em qualquer outra posição que n fosse o centro do universo. Estava lá.. Nas escrituras sagradas. Um pobre cientista com evidências precisas jamais poderia contestar a verdade absoluta dessas escrituras. Ninguém pode. Escreveram um livro cheio de historinhas e boas(e tb péssimas!) lições, a centenas de anos atrás, e esqueceram de adapa-lo no mínimo a cada meio século para a tecnologia atual. O resultado eh a qm buscar vai ver que a ciência já refutou (msm sem querer) muitas das idéias consideradas sagradas por vcs. Aliás quantos de vcs realmente acreditam que o o foi criado em 7 dias e 7 de noites e que tem aproximadamente uns 10000 anos?O ser humano prefere se apegaram uma causa, conforto do que a verdade por mais difícil que lhe pareça. Leia bastante a bíblia como eu fiz . viva sua vida pelo medo,arrependimento e se privando dos prazeres completamente diferente de mim. Nós estamos aqui pelo acaso e temos apenas uma chance. O que fizermos hj será passado p gerações futuras. Chega de Historinha. Eh hora de sentar,refletir,pesquisar, estudar mt e trabalhar em prol da nossa espécie preservando tb todas as outras. Por termos desenvolvimento o raciocínio lógico, fomos agraciados(ou amaldiçoados)em sermos os guardiões da vida no nosso pequeno e pouco-interessante planeta.
    Meu nm eh geoff,tenho 26 anos. minha religião é a ciência e a minha pátria é a Terra.

  • Luciano Martins:

    Tem gente que ta alucinando até agora nos comentários!!! 😀

  • Lucas Filho:

    Interessante. Mas vamos nos ater para alguns pontos.

    Então qualquer pastor convence a todos através de uma lavagem cerebral que Deus existe certo?… Hum… tem um problema ai. Cerca de 90% dos pastores não possuem se quer o ensino médio concluído. Não é raro encontrar pastores com erros no português na oratória e na escrita. Então como estes poderiam fazer uso de técnicas de PNL, lavagem cerebral, oratória, se não sabem o básico (ler e escrever corretamente)?

    Se estes então conseguem fazer isto – iludir o público, então os cursos superiores voltados a psicologia e afins não valem apena cursar, já que “qualquer um” pode fazer estas técnicas naturalmente.

    Estes sermões também fazem pessoas que tem uma vida bem contraditória – no mínimo, mudarem drasticamente. Segundo o seu texto, obviamente, há um certo tempo para que tudo se encaixe e a pessoa possa responder aos estímulos. Mas o que dizer de uma traficante que mandava o seu filho de 15 anos matar os seus inimigos pelo simples fato de que, por ser menor, não traria grandes consequências para ele? E este traficante entrar na igreja, assistir a UM culto e chorar pedindo perdão a Deus pelos seus erros? Seria este pastor o MEGA-MASTER da psicologia? Hoje este traficante frequenta a igreja – não foi criado ai um mundo melhor?

    E este seu comentário me fez ganhar o dia veja:
    “Dean Hamer publicou “The God Gene”, livro em que explica como a fé está conectada ao nosso DNA. E que pelo menos um gene específico é responsável pelo controle das substâncias envolvidas na emoção e na consciência religiosas.”

    Na Bíblia tem:
    “Deus… nos salvou e nos chamou com uma santa vocação, não em virtude das nossas obras, mas por causa da sua própria determinação e graça. Esta graça nos foi dada em Cristo Jesus desde os tempos eternos… (2 Timóteo 1.9)”

    “Tempos eternos” quer dizer antes de nossa existência na terra. Acreditamos que antes de nossa vinda à terra fazemos parte do céu como espíritos (não confundir com espíritas), Deus nos coloca aqui com um propósito – qual seria só com Ele.

    Porque nos coloca aqui? Quando Lúcifer se voltou contra Deus, Deus não gostaria que outro no futuro vinhesse a fazer a mesma coisa – querer ser mais do que Ele. Então nos envia para cá para Ele ter certeza de que nenhum outros dos seus filhos – sim Lúcifer em temos remotos também era seu filho (Deus criou todas as coisas), se rebele contra Ele. Então a terra seria um lugar de purificação e testes para todos, onde as nossas ações aqui determinam quem irá voltar (Lembra do voltar ao primeiro amor?).

    E sobre:
    “Embora ao longo dos séculos a Bíblia tenha reunido e adaptado lendas de várias crenças. E aos iludidos tudo parece certo, até porque a fé e a racionalidade são tão antagônicas que no mesmo cérebro só um prospera de cada vez; os mais racionais conseguem enxergar as contradições, os erros e os absurdos existentes nas mitologias religiosas.”

    Tem erros mesmo na Bíblia? Veja a nossa revista nº 01:
    http://revistaevangelico.blogspot.com.br/p/revista.html – ela trata da veracidade (ou não) da Bíblia.

    Negar a existência de Deus só por que a mãe, o pai, o cachorro ou outro morreu, não é válido. Isto é raiva para com Deus diferente de não acreditar na sua inexistência.

    Lucas Filho

    • Rafaela Mendes:

      Lucas Filho falou muito bem , a questão é : Não adianta explicarmos , o melhor que fazemos é orar por essas almas perdidas e influenciadas pelo satanás , pedir a Deus que tenha misericórdia, pois Deus é amor . Dá muita tristeza quando escuto pessoas falando blasfemia, negar a existencia do Criador ou gozar de qualquer assunto que relacione o mesmo é absurdo

    • Hugo Martins:

      Quando você vai parar de alucinar ?

  • João Alberto da Silva Frota:

    Falar com Deus? É algo fictício e de cunho animico! Pois Deus não é uma individualidade corpórea que possa surguir para satisfazer interesses de um grupo em especial. Nós estamos inersos nos planos da criação e sua consequente evolução natural atraves das experiências vividas e sua assimilação mais perfeita concretizada em nós. O criador tem muito mais que fazer; Com todo respeito aos que pensam diferente de mim. A vida emana de Deus, as leis da quimica e da física são engelhos dinâmicos para que haja o equilibrio no Universos.

  • Lucas Filho:

    Olá Lisandro,

    E o que dizer de ventos simples como: Você liga para uma pessoa e ela lhe diz “eu estava pensando em você!” – o acaso? Mas isto acontece muito – vários acasos?

    Outra situação. Você está pensando em uma música e começa a cantarolar minutos depois. Um amigo que está próximo lhe diz: “Eu estava pensando nesta música!” – outro acaso?

    O que dizer então de pessoas dentro das igrejas que chegam para outras e falam sobre os problemas que esta está enfrentando e acerta em praticamente tudo mesmo sem nunca terem conversados antes? Parapsicologia + telepatia?

    Então acredita mesmo que todos os pastores usam técnicas de persuasão, PNL, e outros artifícios psicológicos para pregar nos seus sermões? Mas MUITOS dos pastores nem tem o ensino médio completo o que dizer de uma faculdade de psicologia para transformar as suas palavras em sintonia com a onda cerebral do seus ouvintes. Não sabem nem português direito (a grande maioria), vão falar como PHD em psicologia?

    Estude mais sobre Deus meu querido.

    Visite: http://revistaevangelico.blogspot.com.br/

    • Rachel:

      muito bom o seu comentário!
      As pessoas estão mais fugindo de Deus do que buscando-o.
      Se a pessoa não busca, como vai descobrir?

  • Elias:

    Assistam esse vídeo também:

    http://science.discovery.com/videos/through-the-wormhole-the-god-experience.html

    Um pesquisador consegue fazer uma moça presenciar seres… mesmo ela estando sozinha numa sala escura!!!

    Muito interessante!!

  • Elias:

    Nossa… isso é um manual pra fundar igrejas!!

    Até me lembrou do Edir Macedo e de seu ex-sócio R. R. Soares…

    • Jonatas:

      Bem lembrado do Edinheiro Macedo…

  • Natanael:

    O mais engraçado é que quando existe relato de algum contato com alien, ninguém cita que a maior probabilidade é de uma alucinação ou de um sonho lucido, sempre relato como algo incontestável, mesmo vindo de alguém desconhecido e com uma afirmação sem sentido nenhuma.

  • Didache:

    A todos, e principalmente aos responsáveis pela notícia, boa noite:

    A Bíblia Sagrada está repleta desde o início de manifestações deste tipo, porém, não de YAHWEH DEUS o Criador dos Céus e da Terra e nem de SATANÁS, mas sim, de Seres Celestiais que podem ser do bem ou do mal.
    Didache

  • Vitor:

    ” O segredo da minha existência, é baseado no estudo da fé…pois se ela não remove montanhas, me trás grana e um monte de mulher!!” R.Seixas
    Quem não leu ” O Poder do Mito “, deveria ler.
    Os Gregos milhares de anos atrás tinham deuses á vontade.E suas imaginações foram capazes de dar formato á eles nas estrelas ( as constelações ).

  • telmo flores:

    se os neguim tão toda hora vendo ovnis, porque os religiosos não podem ver coisas? ahahhahhahhahha

  • eduardo:

    Privação do sono causa alucinações tb… eu q o diga…

    • Jonatas:

      Querer muito ver uma coisa também pode. É autosugestão.

  • Glauco:

    Me amordaçaram…

  • Vitor:

    Eu recomendo o filme ” O Ilusionista “…onde o mesmo usa técnicas como o Gerador de Van der Walls para um truque!

  • Ana:

    Título sensacionalista hein!

    Espiritismo e religião sempre vão ser objeto de estudos da ciência, o que acontece é que algumas coisas nunca serão descobertas. Nosso conhecimento só vai até o ponto onde podemos suportar. Saber mais do que ocorre no mundo nos deixaria transtornados.
    Eu como cientista consigo separar minha fé dos meus estudos, pena que muitos não consigam ou não aceitem.

  • Glauco:

    Credo, que site materialista esse!

    Esses cientistas deveriam fazer um estágio comigo prá eu mostrar prá eles que a Bíblia não é o único livro sagrado que existe, e que os outros são muito melhores para suas pesquisas.

    Esse texto nunca será liberado…

    • Jonatas:

      Tem vaga ainda?

    • Glauco:

      Hehe, não dá prá ensinar o Pai-Nosso pro vigário!! Ele já sabe!

    • Rachel:

      Mas Glauco, o problema deles é com religião em geral pois não querem aceitar que Deus é.

  • Vitor:

    Nosso organismo contém uma fábrica de substâncias, para produzir sangue,proteínas , noradrenalina, adrenalina, etc.
    Não vejo mistério em casos em que o próprio organismo ,por um curto espaço de tempo, produza agentes psicotizadores ( me perdoem se essa palavra não existe ).

    • Cesar:

      Alucinógenos, acho que seria uma alternativa. Mas não precisa nem de elementos químicos, a privação de sentidos também provoca alucinações. Lembra da história do cara que ficou horas e horas preso no elevador?

    • Cesar Crash:

      Psicotizante, talvez.

  • Anonimo:

    Qual a novidade?

  • Camila:

    HAHAH gostei dessa parte: Eu não acredito em religiões,mas creio que exista seres do além,mas afirmar que pessoas que passaram por experiencias assim,sofreram “Alucinações não psicóticas” é muito equivocado,estudaram só a ponta do Iceberg e já pressupõe ele por inteiro?

    claro que temos que dar mais credibilidade a quem viu um fantasma, porque ele com certeza investigou a fundo toda a sua experiência, e não está apenas “vendo a ponta do iceberg e pressupondo ele por inteiro”. é muito simples perceber que somos programados para vermos rostos onde não tem, por exemplo, se estamos no escuro e vemos algo que se assemelha a um rosto, nos assustamos e queremos ir atrás. se for apenas uma ilusão, algo que parecia um rosto mas não era, perdemos apenas algum tempo indo averiguar. já no caso do nosso cérebro não estar preparado para ver rostos, poderíamos ver um rosto na sombra, de forma que não ficasse muito clara, e não daríamos atenção. e aí poderia ser um bandido, ou alguém que quisesse nos fazer mal. e aí nós poderíamos perder a vida. isso se chama seleção natural.

    • Cesar:

      Camila, uma coisa é o fenômeno, outra coisa é a interpretação do mesmo. Por exemplo, há quem diga que viu um fantasma. O que aconteceu mesmo? Existem pelo menos três hipóteses:

      1. Ele não viu nada, está inventando uma história.

      2. ele não “viu” nada, foi uma alucinação do cérebro dele. O córtex visual dele interpretou algum sinal anômalo como sendo uma imagem.

      3. ele viu realmente alguma coisa, e achou que era um fantasma.

      4. ele viu um fantasma.

      Em um relato de avistamento de uma “aparição”, não temos nenhuma outra evidência além da palavra de quem jura que viu alguma coisa. Considerando todas as possibilidades, o que dá para dizer é que tem alguém alegando ter visto alguma coisa. Mas isto não é prova que esta coisa realmente tenha sido vista ou mesmo que ela exista.

    • Rachel:

      mas se foi você mesmo que viu e tem certeza que viu, o que você acharia?
      Uma coisa é falar do que os outros viram, mas e ser for sua própria experiência??
      Acho que o que está faltando nas pessoas incrédulas é a falta de busca pela própria experiência com Deus.
      #ficadica.

    • Rafaela Mendes:

      Concordo Plenamente com você Rachel . . Em primeiro lugar, só deveriam comentar quem entende alguma coisa sobre fé e Deus . Isso é mais pessoal e não um assunto para entender, quem já passou por tais experiencias não pode jamais descrever o real acontecido, pois é questão de sentir, apenas sentir . Só quem tem realmente fé , sabe do que falo!

  • Jonatas:

    A tendência de acreditar no sobrenatural está estabelecida desde o obscuro início dos nossos tempos, mas pra mim, sobrenatural nada mais é do que o natural que ainda não descobrimos nem entendemos em nossos laboratórios. Existe muita ilusão e histeria coletiva em torno dessas coisas, de fato. Certa vez dezenas de pessoas duma comunidade norte americana alegaram terem visto crianças demoníacas com cabeças de melancia, outra vez estátuas bebendo leite, sangrando e até caminhando. Em minha cidade natal cresci ouvindo histórias da maldição de um índio que ao ser enforcado injustamente por crime que não cometera amaldiçoou a cidade a 100 anos de atraso e até hoje contam histórias de aparições do pajé. Bom.. digamos que pelo menos a maldição funcionou porque até hoje a economia da cidade está estagnada.
    O fato é que as pessoas são supersticiosas, se você montar um banco de dados de tudo que é aparição de seres e coisas fantásticas ao redor do mundo… barbaridade!
    As pessoas vêem coisas que não existem ou não deveriam existir o tempo todo, essa é a pura verdade. Mas essa verdade não exclui o que pode haver de oculto ainda a ser descoberto na natureza, ou na sobrenatureza…

    Eu adoro mitos e aparições, e como diferentes culturas criam mitos tão semelhantes, mesmo entre povos que nunca tiveram contato. Deuses, Vampiros e outros seres transmorfos como lobisomens, por exemplo, sumariamente europeus, possuem versões semelhantes totalmente a parte em culturas pelo globo muito antes dessas terem contato com europeus.

    • ira:

      Bem coerente Jonatas.
      Não é por que se ve que exista, ou não é porque não se ve que não exista,ou quanto mais sei,mais sei que nada sei,o que tambem é correto.

    • Fausto:

      Curioso, não? …

      É muita gente tendo um Dragão invisível em sua garagem por este mundo…

    • Elias:

      Cabeças de melancia foi ótimo… eu não teria tanta criatividade!!!

    • Jonatas:

      Sim Elias, já escolhi esse caso para citar devido à sua … bizarrice.

  • Eset Dark Android:

    Oxe!

  • Lopes:

    Engraçado como pessoas como Chico Xavier consguiam “alucinar” e passar particularidades como situações passadas, apelidos, costumes de pessoas que já tinham morrido para seus parentes, e isso porque ele nem conhecia essas pessoas.
    Não sei porque tanta dificuldade em aceitar que possa existir vida após a morte ou mesmo Deus.
    Existem pessoas que frequentam e comentam nesse site, que se tivessem vivido no século XVII estariam questionando a existência de microorganismos, pois não são visíveis a olho nu.
    Temos muitas coisas para descobrir ainda, e isso é uma ótima notícia.

    • ira:

      É isso Lopes,estou de acordo.
      É facil,facílimo.
      Ocupemos nossa mente como um ser transcendente que somos e veremos tudo de maneira muito diferente do que pensamos saber.
      Comentando o século XVII mais ou menos,ja nem falo em microorganismos,seria heresia naquela época.
      Mas,se em sonhos e utopias aquela época revivesse agora,tenha certeza, e absoluta que este planeta estaria a beira da extinção de humanos.

    • Cesar:

      Lopes, quem é que garante que não haviam espiões na sala de espera? O pessoal acha que o médium não sabia de nada antes deles consultarem o cara, mas esquecem que não é a primeira vez que estavam ali e que em todas as outras vezes ficaram esperando horas e horas, e contaram sua história mais de uma vez para a pessoa que estava do lado.

      Além do mais, existem muitos casos onde os supostos “detalhes” não passam de coisas comuns e triviais, como queda de bicicleta na infância, alguma cicatriz de uma brincadeira, um braço quebrado, etc.

      Vendo por outro lado, o que é que os médiuns já fizeram que um mágico, destes que faz truques na frente de uma plateia, não consegue fazer? Truques como adivinhar o que foi escrito em uma carta, ou colocar duas louças sobre a cabeça com um pedaço de giz entre elas e depois retirar e mostrar que tem algo escrito, que não estava antes, e mais um monte de outros truques impressionantes.

      Só que é só dizer que é por causa de um espírito incorporado, e lá vai todo mundo acreditar no que eles dizem…

    • JHR:

      O que mágicos normalmente não fazem é dedicar a vida inteira a caridade, trazer consolo e amparo para desesperados que não tem mais a quem recorrer, doar todos os direitos autorais de mais de 400 obras para manter instituições de caridade, dissiminar uma folosofia espiritualista que hoje mantem instituições amparo por todo país, e finalmente dar exemplo de contuta ética e moral, e diga-se de passagem, está fazendo muita falta atualmente.

    • Lucas Filho:

      Olá Cesar,

      Vinha dentro de um ônibus do trabalho, cantando e depois orando em espírito (por pensamentos).
      Quando fui descer do ônibus me veio a mente um pensamento que dizia: “Menina SARA. Tu irá crescer e servirá ao teu Deus. Mãezinha, não deixe o homem mal entrar em sua casa. Proteja a sua filha…”

      Quando cheguei na porta para descer, havia uma mulher com uma criança de colo. Ao olhar para ela tive a certeza de que era dela que o meu “pensamento” estava falando.

      Me perguntei então: “Eu nunca vou falar com ela. Mas se for de Deus me prove.” Veio então a minha mente: “Pergunte o nome da criança”. Olhei para a senhor e perguntei o nome da sua filha. Adivinha qual era… Sim. Era SARA.

      Desci do ônibus chorando e não consegui falar com a senhora.

      Então?… Tinha um espião me falando estas coisas para eu falar para ela?

      Estava na igreja e certa vez olhei para uma mulher e me veio a mente: “O marido dela.” Depois no final do culto cheguei para ela e disse: “Teu marido está com problema?” E ela me disse: “Sim”…

      Tinha espião de novo? E das outras várias vezes que aconteceu?… Mais uma vez “espiões” estavam a me dar informações sobre a vida de pessoas que só vi uma única vez?

      Com certeza você e muitos não irão acreditar em mim, mas como fiél a Deus não minto.

      Desprenda-se desta raiva de Deus. Não é porque essas coisas que planejava não davam certo que Deus não existe.

    • Neander:

      Espero que seu Deus não seja o mesmo que o dos evangélicos, pois se for, estará fazendo igual aos católicos, tendo um santo entre as pessoas e Deus. Está muito mais para os espíritas, evidente isso. Acredito em vc. Vc simplesmente tem algum sentido, algum canal, mais aberto do que as pessoas normais. Estudos arqueológicos e revelações de amigos extraterrestres e de outras dimensões já mostraram que o homem (todos) tinham estes poderes e muito mais. Como cura, telepatia etc. Isto está sendo tirado e minguado dentro de nós por seres que nos trancaram dentro deste mundo dos cinco sentidos apenas. Mas isto é uma outra história… Vc tem algumas características do homem do passado, de antes do que se chamou do episódio da torre de Babel. Isto não é sobrenatural, pelo contrário, é supernatural, nós é que estamos perdendo esta capacidade gradativamente, junto à capacidade de sentir remorso ou outros sentimentos caros à nossa convivência. Acredite se quiser. Mas acredito em vc, realmente.

    • Lucas Filho:

      Olá Neander,

      Sou evangélico. E não só eu mas muitos tem experiências assim. Alguns até inventam, mas “pedir provas a Deus” resolve isto.

      Não acredito que o espiritismo seja a “chave” para tudo o que acontece com algumas pessoas que tem isto (todos podem ter) – pois quando acontece é bom demais, não ficamos triste ou como dizem “carregados”. E E também acredito que o espiritismo é condenado na Bíblia no novo e no velho testamento.

      Acreditar que temos apenas uma pele e órgãos sustentados por ossos é inimaginável. As pessoas deveriam se perguntar não como surgimos, mas PARA QUE surgimos. Acreditar que nascemos para ser apenas mais um dentro de um “metrô de São Paulo” é dose.

    • Ana Luiza:

      Eu acredito.
      Eu já senti o Espírito Santo. Pelo menos é assim que eu chamo o que eu senti. Com os olhos fechados me senti fazendo parte do todo. Meu corpo todo pulsava como se fosse só um coração. Sentia irradiando uma energia do meu corpo e um calor forte vindo de dentro. Naquele momento eu não sentia medo de nada e aceitava as coisas como são, como se nada mais importasse. Uma felicidade e satisfação completas. Gravei aquele instante pra que no futuro eu não duvidasse do que eu tinha sentido, pois as dificuldades do dia a dia fazem você duvidar de tudo. Até do que você própria sentiu.

    • Francisco Ferreira da Silva:

      É SÓ ESTUDAR A OS CINCO LIVROS DE ALLAN KARDEC OBTEREMOS TODAS AS RESPOSTAS.

  • Elon Shuback:

    E quando não uma pessoa,mas duas de uma só vez conseguem ver a mesma coisa?Alucinação em dupla?Eu já vi um espirito/sei lá o que era,e o pior,meu amigo também viu,e eu não tenho duvida,era muito nítido.
    Esses cientistas que insistem em tentar entender o mundo metafisico,deveriam diversificar seus estudos,e não focar tudo no estudo da mente,agora tudo é alucinação?É fácil dizer isso,mas e as diversas coisas estranhas que ocorrem pelo mundo,os relatos não tem fim,e se esse mecanismo(que ainda não se sabe muito sobre ele)for ativado quando alguém passa por uma experiencia REAL de ENCONTRO com um ser do além?Eu não acredito em religiões,mas creio que exista seres do além,mas afirmar que pessoas que passaram por experiencias assim,sofreram “Alucinações não psicóticas” é muito equivocado,estudaram só a ponta do Iceberg e já pressupõe ele por inteiro?

    • marcelo:

      1) Não é impossível você e seu amigo se enganarem ao mesmo tempo. Histeria coletiva e pareidolia poderiam ser explicações mais plausíveis para isto.

      2) Não generalize os pesquisadores. Tem gente pesquisando tudo de todas as formas que pode imaginar. Desde gente que realmente acha que existem fantasmas e que fazer contato até gente que acha que quem vê esse tipo de coisa sofreu abusos na infância e precisa de terapia.

      3) Você está assumindo que os “relatos sem fim” pelo mundo são confiáveis. Boa parte deles são boatos, alucinações ou observações errôneas de fenômenos naturais. Esses eventos são mal interpretados pelas suas testemunhas e passadas adiante como se fossem provas do sobrenatural.

      4) Você está assumindo que existem seres do além. Além do seu próprio relato e do seu amigo, onde está a prova disso? Os cientistas da pesquisa não estão errados. Pense. Se alguém diz ter visto algum fenômeno, mas não é possivel comprovar ou repetir este fenômeno, então duas hipóteses são levantadas: ou a pessoa está mentindo, ou ela está sendo enganada pela própria imaginação ou por outras pessoas.

      5) Também não acredito em religiões e desconfio de todo mundo que diz ter visto o sobrenatural em ação.

    • thor cgn:

      ola marcelo se vc e tao confiavel que nao existe va ate onde tem uma terreira e deixe eles faseren algum ritual pra vc mais nao pro bem e sim pro mal se nao existe nao vai acontece vlw???

    • Ana Luiza:

      Quando você diz: “Se alguém diz ter visto algum fenômeno, mas não é possivel comprovar ou repetir este fenômeno, então duas hipóteses são levantadas: ou a pessoa está mentindo, ou ela está sendo enganada pela própria imaginação ou por outras pessoas.” Existe também uma chance, a de ser verdade. Por que não?

  • haha:

    Religiosos ficando p.u.t.o.s da vida acima /\

  • 3dx:

    a parte em comum entre eles é que são muito religiosos e sem caráter, ou seja eles se deixam levar por coisas recentes que fizeram ou viram(ir na igreja por ex.)

Deixe seu comentário!