Físicos propõem alternativa gelada ao Big Bang

Por , em 22.08.2012

Pesquisadores de duas universidades australianas apresentaram à comunidade científica uma ideia que se opõe a tradicional teoria do Big Bang, segundo a qual o universo teria surgido e se expandido a partir de uma explosão. De acordo com esta ideia alternativa, a matéria cósmica seria algo como um fluido em movimento, que se “cristalizou” para dar origem à matéria como conhecemos hoje.

O princípio desta ideia é uma analogia ao modo como o ser humano interpretou a água ao longo do tempo. Na Grécia Antiga, existia a ideia de que o líquido pudesse ser uma substância una e contínua, embora já se pensasse que talvez fosse formada por pequenas partículas. O futuro mostraria que a segunda opção era a correta, e as tais partículas chamam-se átomos.

Segundo os cientistas australianos (da Universidade de Melbourne e do Instituto Real de Tecnologia de Melbourne), todo o universo funcionaria sob um mecanismo semelhante ao da água. No início de tudo, havia apenas incontáveis partículas indivisíveis, fluindo livremente pelo espaço.

Com o passar do tempo, tais partículas começaram a aglutinar-se em vários pontos, dando origem aos primeiros corpos celestes “sólidos”, por assim dizer. Usando a comparação com a água, seria como se a matéria acabasse por “congelar” nestes pontos (embora a ideia não tenha a ver com redução de temperatura, propriamente dita).

O nascimento do universo, portanto, seria nada mais do que a totalidade de todos os “congelamentos” que ocorreram.

Gravitação Quântica

Existem dezenas de proposições sobre como interagem as forças fundamentais do universo (o que serviria, em última instância, para explicar a origem do universo e como a matéria atua no todo). As mais recentes, tais como a teoria das cordas, tendem a ver a matéria como algo menos “consolidado”: as partículas que o compõem seriam mais instáveis e “em movimento” do que se pensava.

No caso da nova teoria, saem as “cordas” e entram as tais partículas fluidas como o material básico de todas as coisas. Para facilitar o entendimento da ideia, os cientistas visualizam cada partícula como o pixel de uma imagem.

Seríamos nós, dessa forma, feitos de uma infinidade de “pixels” que podem se rearranjar constantemente. Quando os pixels se cristalizam, temos matéria. E aí, o que prefere? Explosão ou congelamento?[Science Daily/Jornal Ciência/Daily Galaxy]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (1 votos, média: 3,00 de 5)

18 comentários

  • Joao Paulo:

    Eu quero ver é conseguir dormir com esse barulho, ha…ha..ha.

  • Jonatas:

    Murilo Mazzolo disse estar confuso entre as teorias, e não é pra menos :).
    Lendo aqui e posteriormente em outros meios de informação, vi nessa nova teoria um teor de beleza e maestria até filosófica, e creio que ganhará muitos adeptos, simpatizantes e posso me tornar um deles, visto que eventualmente ela ganhe “corpo”, que se encaixe nos mistérios do Universo explicando alternativamente coisas como expansão, radiação de fundo, campo de higgs, e certamente que seus autores já pensaram nisso, e levarei mais tempo até entender um pouco da profundidade da questão. 🙂
    E preparem-se, outras e novas fantásticas questões existenciais vêem por aí, seria o Infinito um nirvana fluído onde ocasionais rodamoinhos e concentrações formam universos?
    Pois é, é mais belo que o Big Bang, falta ver se realmente pode substituí-lo, muda-lo ou até mesmo… melhora-lo.
    🙂

    • Murilo Mazzolo:

      Eu, confuso é pouco Jonatas!!! kkkkkkkkk

      Então, gostei dessa tese, mas não como uma teoria definitiva sobre o Universo… Acho que tem mais coisa ai, ele certamente deve ser mais complexo (um pouco… ou mais aprofundado) que isso. Uma junção e melhoria entre as duas teoria como você disse seria bem cabível eu acho.
      Pena que intendo nada desses assuntos… nessas horas queria ser estudado e sabido do assunto.

  • Jonatas:

    Prefiro os dois, pois parece mais que estão em sequência e não se excluindo; a aglutinação aconteceu depois da origem do “rio”, então ainda no início veio a explosão só que a matéria não seria uma consequência direta dela, mas do fluxo das “águas”.
    Acho que todos os segredos do Universo estão no microuniverso, o quântico, tenho por ideia que vivemos num Universo de função recursiva, Holográfico, e a visão quântica ao nível do entrelaçamento e do campo de Higgs parecem se encaixar muito bem com isso, deixando no Big Bang mais um papel de estopim do que de origem.
    Em programação, uma função recursiva é uma função que chama a si mesma dentro de sua estrutura, algo parecido a ideia de “recriar-se dentro de si mesmo”. Bom, pelo menos na programação é um método muito útil para vários fins, vamos ver se a existência o adotou.

  • Henrique Martins:

    Acreditem ou não,mas já tive essa ideia.

    • Jonatas:

      Eu também, os gregos também, os budistas, os hinduístas, e vários outros antepassados nossos, cada um a seu tempo e à sua interpretação.
      Não seria a questão de dizer: eles acertaram, alienígenas ou deuses contaram pra eles, mas apenas: eles observaram bastante, por isso se aproximaram da verdade de forma tão surpreendente que tem sido a maior razão da origem das inúmeras versões de que precisamos de explicações fantásticas para podermos conceber as ideias e obras magníficas de que nossos antepassados foram capazes.
      Eu sou do meio da tecnologia mas acho que precisamos, pelo menos uma vez na vida, nos pormos na situação deles, voltar séculos no passado e dispensar todas as comodidades e padrões que criamos e dos quais nos tornamos tão dependentes. Recompôr a história da humanidade, e recuperar valores cada vez mais escassos nessa vida agitada, programada e virtual de hoje: criatividade, imaginação, meditação, observação, e meter a mão na massa pra fazer acontecer, em vez de apertar um botão.

  • D. R.:

    É verdade, mais uma teoria para a coleção… Já são tantas que fica cada vez mais difícil saber qual delas é a verdadeira ou sequer se existe alguma que seja verdadeira!

    Eu sei que essa nova teoria não é simplesmente uma ideia sem fundamento físico e matemático; com certeza, deve haver muita matemática avançada feita pelos físicos teóricos que elaboraram tal teoria. Mas, será que essa nova teoria vai conseguir passar pela bateria de testes que a do Big Bang tem passado? Será que ela explica a expansão acelerada do universo, a radiação cósmica de fundo, etc.?

    De minha parte, especulo que o nosso universo talvez não passe de uma equação matemática sendo rodada num tipo de computador divino. Intuitivamente, pensamos que o nosso mundo é discreto e que deve realmente haver uma partícula fundamental indivisível e que um dia um grande colisor de partículas irá detectá-la. Mas, se o nosso mundo for um tipo de equação fractal de três ou mais dimensões (como a desses mundos fractais 3D exibidos no YouTube), é provável que, por mais que ‘quebremos’ a matéria, nunca chegaremos a uma partícula fundamental indivisível.

    Vejam cada MUNDO FRACTAL 3D interessante que, por mais que se aprofunde nele, nunca chega ao fim:

    http://www.youtube.com/results?search_query=fractal+3D&oq=fractal+3D&gs_l=youtube.3..0.3768.6302.0.6584.12.10.1.1.1.0.255.1367.3j5j2.10.0…0.0…1ac.658Rc4NursU

    Por outro lado, algumas pesquisas científicas indicam que, talvez, o espaço seja discreto e que, portanto, o nosso universo pode ser formado por ‘pixels’; o que sugere a ideia de que o nosso mundo esteja sendo executado em um super-hiper-ultra computador ou, quem sabe, em um computador divino ou mesmo na própria mente de Deus:

    “ESPAÇO PODE NÃO SER CONTÍNUO, MAS SEGMENTADO COMO UM TABULEIRO DE XADREZ”

    http://www.inovacaotecnologica.com.br/noticias/noticia.php?artigo=espaco-nao-continuo-segmentado-como-tabuleiro-xadrez

    Claro que isso é só especulação minha, de um leigo no assunto. Bem que o Jonatas, o Glauco, o Aguiarubra e outros mais entendidos de astronomia aqui também poderiam dar a sua opinião sobre essa nova teoria!

  • Andre Luis:

    Mais uma teoria para a coleção…..

  • Murilo Mazzolo:

    Não achei muito interessante essa teoria… Se algum dia bolarem fatos e provas que a teoria possa ser conclusiva, darei créditos á ela!!
    Na minha opinião a melhor teoria é aquela em que o Universo não “Surgiu” do nada, a partir de uma Explosão, e sim que sempre existiu, e o Big Bang, que já ocorreu acontecerá novamente e novamente. Um ciclo vicioso e infinito onde a cada novo Big Bang, gera um novo Universo com novas Galáxias, novas estrelas e Planetas… E quem sabe novas formas de vidas como a nossa agora. Sei lá acho que é assim a teoria!!!

    • victor rhea:

      Se um dia “bolarem” provas, então nao seria mais teoria.

    • Murilo Mazzolo:

      kkkk na pressa de comentar logo fiquei sem vocabulário!!! Mas quis dizer que se algum dia conseguirem provar a veracidade da Teoria a ponto dela ter fatos que a comprovem, Acreditarei nela, por enquanto estou na dúvida e confuso nesse tema!!! kkkkk

    • Joao Carlos Agostini:

      Murilo

      Esta nova teoria caminha na sua direção, pois este fluído de partículas que se aglomeram também não teria uma origem, um surgir do nada. E também tem a vantagem de não ser linear e progressiva como a do BigBang. O artigo não deixa claro temas como o espaço e o tempo, e a existência ou não de multiuniversos e de distintas dimensões (em tese, se ela exclui totalmente a teoria das cordas, sem multidimensões, mas não poderiam estar em “camadas” distintas na formação da matéria?).

    • Murilo Mazzolo:

      Então João Carlos, é muito boa essa Alternativa… Mas na minha opinião (de Completo LEIGO no assunto kkk) o Universo é bem mais complexo ainda. Talvez essa seja uma parte, uma base da realidade da origem e vida do Universo. Como disse o Jonatas lá encima, que existe uma relação entre Big Bang e essa “Gelada”… mas veremos ainda as próximas Teorias que com certeza aparecerá!!

    • Gustavo Mourao:

      Na verdade a um certo equivoco nessa sua resposta murilo . Na teoria do Big Bang , não é uma explosão ( como é mistificado pela grande maioria, e ensinado em grande parte das escolas) mas sim uma expansão , e quanto a teórica que o universo surgiu do nada , não faz parte do Big Bang, pois nela retrata que o universo já possuia uma grande quantidade de matéria concentrada (oque caracteriza a pré fase do Big Bang, cujo nome não me lembro agora, e que depois começou a se expandir.

    • Murilo Mazzolo:

      Pois é devo ter me confundido na hora de escrever. Estava com pressa pra Comentar, sem pesquisar e sem muito vocabulário pra me expressar deixou o que escrevi meio “atrapalhado”. Então, sou contra a teoria que diz que o mundo surgiu repentinamente do Nada, (que eu acho isso impossível). Ainda tenho minhas dúvidas quanto ao Big Bang, pois aprendi na escola como um Explosão mesmo… E não vou relatar as dúvidas pra não alongar muito o comentário, mas Se o Big Bang foi uma Expansão apenas, Como surgiu tantas Galáxias(milhões), Estrelas(Bilhões em cada galáxia e fora delas) e Planetas, e de onde veio tanta meteria pra gerar tanta coisa enquanto expandia? Isso não intendo…

    • Jeann Farias:

      murilo, de acordo com essa nova teoria citada, o universo sempre existiu, podemos usar o mar como exemplo, uma substancia fluida e continua, em alguns pontos existe a aglutinacao de particular devido ao resfriamento, seriam os icebergs ou os planetas e estrelas nesta teoria…

    • Murilo Mazzolo:

      Saquei, é que pra mim a funcionalidade do Universo ainda é mais Complexo que isso. Mas eu não Desacredito nela. Na verdade, estou é Confuso com essas teorias!

    • Murilo Mazzolo:

      Então a Teoria em que eu mais “acredito” ainda, é que, o Universo sempre existiu. Na teoria fala que da mesma forma que o Universo expande, em algum momento ele vai se contrair a ponto de gerar outro Big Bang, onde criará outro Universo que expandirá e contrairá e assim sucessivamente…
      Achei interessante essa alternativa “Gelada”… mas pra mim acho que o Universo ainda é mais complexo que isso, talvez essa ideia seja uma base, um principio ou parte do que realmente é o Universo.

Deixe seu comentário!