Foto espacial: a belíssima galáxia M81

Por , em 9.12.2010

Uma das galáxias mais brilhantes de nosso céu e muito similar, em tamanho, com a nossa Via Láctea, é a M81.

Ela fica na direção da constelação da Ursa Maior a, aproximadamente, 11,8 milhões de anos-luz de distância. A foto de alta profundidade mostra o centro amarelado e os braços “azuis” da galáxia, ao mesmo tempo em que revela a estrutura conhecida como “Loop de Arp”, que parece sair do disco da M81.

Acreditava-se que o loop era um arco de material da própria M81 que estava sendo atraído pelas marés gravitacionais de uma galáxia vizinha, a M82.

No entanto, análises recentes revelaram que o loop é uma estrutura da nossa própria galáxia que, por estar “no caminho” entre a Via Láctea e a M81 parece sobreposta a essa última. Isso foi descoberto porque o material com que o loop é feito parece-se muito com o material da nossa galáxia. [Nasa]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (1 votos, média: 5,00 de 5)

8 comentários

  • André Luiz:

    Deve haver muitas civilizações nesta bela galáxia. Mas é triste saber que nunca saberemos nada sobre eles.

  • Prego Mestre:

    De uma beleza extraordinária… pena que precise de equipamentos caríssimos para ver estas maravilhas do universo.

  • Aldair:

    Muito lindo. Quando olho para imagens como esta, não acredito que haja a possibilidade de estarmos sozinhos no universo. Queria poder viver o suficiente para ver nossa tecnologia nos permitir viajar em distâncias absurdas em pouco tempo, como o exemplo da dobra espacial.

  • Genivaldo:

    É muito lindo!

  • Dark:

    Pois é… nós humanos vamos viver sempre na ignorancia =/

    O que não nos impede de continuar evoluindo =D

  • Ozzy Osbourne:

    e o pior do pior…é q isso é uma distancia relativamente pequena se comparada as dimensões do espaço!!!

  • PredadorXD:

    @Z3hr0_C00l verdade. E pior estamos olhando para o passado, essa imagem dessa galáxia tem no mínimo 11 milhões de anos 🙁

  • Z3hr0_C00l:

    Que triste, pensar q nunca vamos poder chegar nem na metade do caminho.

Deixe seu comentário!