Gabriel García Márquez é homenageado pelo Google Doodle

Por , em 6.03.2018

Gabriel García Márquez ganhou uma incrível homenagem do Google: o autor colombiano completaria 91 anos nesta terça-feira (6), sendo presenteado com um Doodle especial na página inicial do motor de buscas.

A ilustração, criada por Matthew Cruickshank, faz referência à Macondo, a aldeia que é o ambiente da mais famosa obra de García Márquez, “Cem Anos de Solidão”. O livro já foi considerado o mais relevante da literatura latino-americana, e é um dos mais lidos e traduzidos no mundo todo.

García Márquez, um dos autores mais importantes do século 20, escreveu mais de 25 livros durante sua trajetória. Ganhou o Prêmio Nobel de Literatura em 1982.

Obra

O colombiano é conhecido por seu uso do realismo mágico, ou realismo fantástico, gênero literário que transporta os leitores para mundos ao mesmo tempo familiares e estranhos. Apesar de consagrar essa escola, no transcorrer de sua carreira seu estilo se torna mais enxuto e jornalístico.

Além de “Cem Anos de Solidão”, destacam-se entre suas obras “O Amor nos Tempos do Cólera” e “Crônica de Uma Morte Anunciada”.

Não somente um excelente escritor, García Márquez foi também ativista político e jornalista. Possui algumas obras não ficcionais que retratam os tempos em que viveu, como “Notícia de um Sequestro”, que trata de raptos, prisões e liberações de figuras colombianas do Cartel de Medelín, operado por Pablo Escobar, no começo da década de 90.

Também escreveu a autobiografia “Viver para Contar”.

Vida

Gabriel García Márquez nasceu em 6 de março de 1927, em Aracataca, na Colômbia. Estudou direito e ciências políticas na Universidade Nacional da Colômbia, mas não concluiu o curso. Em vez disso, iniciou carreira no jornalismo.

Em 1948, ingressou no jornal El Universal. Também passou pelos jornais El Heraldo e El Espectador, tendo sido mais tarde correspondente na Europa e em Nova Iorque. No fim de sua vida, mudou-se para o México.

García Márquez morreu na Cidade do México aos 87 anos, no dia 17 de abril de 2014, após ficar internado por pneumonia e infecção respiratória. Ele lutava contra um câncer linfático desde 1999.

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (11 votos, média: 4,91 de 5)

Deixe seu comentário!