Homem afirma ter filmado versão canadense do monstro do lago Ness

Por , em 10.11.2011

Um homem que visitava o lago Okanagan, no Canadá, na última semana, afirma ter filmado Ogopogo, a versão canadense do famoso monstro do lago Ness.

Uma matéria do jornal Vancouver Sun traz declarações do cinegrafista, que visitava a região do lago. “Não era apenas uma onda mais escura. O tamanho e o fato de não estar paralelo às outras ondas me fez pensar que era outra coisa”, afirma Richard Huls, o autor do vídeo.

Alguns acreditam que o ser de nome difícil tem suas raízes em lendas indígenas canadenses. Elas contam de uma besta chamada N’ha-a-itk, que habitava o lago Okanagan e e exigia o sacrifício de vidas para atravessá-lo. Os indíos, quando precisavam cruzar o lago, levavam consigo – e matavam – galinhas ou outros animais pequenos, jogando-os na água.

Mas é claro que essas histórias não se referiam literalmente a um monstro, mas a um espírito das águas, e não são servem como evidência para Ogopogo.

Você deve pensar porque não vasculham o lago, e dizem de uma vez por todas se esse monstro existe ou não. Em 1991, uma expedição financiada pela televisão japonesa Nippon vasculhou o lago atrás da lenda, usando tecnologia avançada. Um veículo comandando por controle remoto desceu até 280 metros, chegando na parte mais funda do lago, e nenhum monstro foi visto. Nem monstros, nem carcaças, nem ossos.

A melhor evidência do Ogopogo é um vídeo de cerca de um minuto filmado em 1968, por Arthur Folden. Ele notou algo grande e aparentemente vivo nas águas. Na filmagem, há uma turbulência na água, que começa a se mover, pegando velocidade e criando uma onda visível. A maioria dos relatos do monstro dizem ser um grande “tubo” escuro, que parece flutuar entre as ondas.

O vídeo de Folden foi avaliado cientificamente em 2005. Foi concluído que o objeto filmado era um animal, mas não do tamanho creditado. Era provavelmente uma ave ou castor que estava muito longe para ser identificado. O vídeo mais recente, de Huls, parece ser do mesmo estilo.

Se olharmos bem o vídeo – o que não é tão fácil, já que a qualidade é ruim e a câmera chacoalha muito – vemos que não há apenas um objeto grande, mas dois menores, que parecem flutuar lado a lado. Não há formatos específicos visíveis, apenas formas retas e escuras que devem ter em torno de três metros. E, vale lembrar, perto do lago existem muitas madeireiras que deixam milhares de troncos flutuando, logo abaixo da superfície das águas…[LiveScience]

Vote: 1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars

23 comentários

  • Lucyano Valdez:

    Apenas uma marola maior, causada por um vento dissonante.

  • Samuel:

    Se for mesmo um espírito das águas, é claro que ele não vai poder ser rastreado.

  • LUIZA:

    NAO EXISTE O MONSTRO DO LAGO NESS

  • CHAM:

    Akilo são pedras no raso a agua passa pelas pedras e cria um relevo nada mais que isso!.

  • EU:

    ISSO AI É SÓ O COCÔ DO CHUCK NORRIS, ELE PASSOU ALI UM DIA, TOMOU UM CHOCOLATE QUENTE EM UM RESTAURANTE E ACONTECEU ISSO AÍ.

    • Zunou:

      KKKKKK, COCÔ DO CHUCK NORRIS, ISSO SERIA APENAS UM TROCINHO DE NADA, O COCÔ DELE MESMO COBRE UMA CIDADE.

  • eli:

    CARA EU NÃO VI NADA DE MAIS NISSO,MAS QUE O GOVERNO BRASILEIRO ESCONDE ALGO ESCONDE(POLÍTICOS SAFADOS)

  • jane:

    Ta mais q comprovado q no lago NESS não tem monstro algum, há documentarios serios explicando como tudo ocorreu.
    Pena eu não ter aqui o link dele pra eu postar.

  • Milena Karla:

    Eu acho que das duas uma: Ou aquilo era uma grande pedra,ou o monstro(que eu creio que existe),tava paradão.

  • Magda Patalógica:

    Thaís:
    Você escreveu:
    “Mas pode ser qualquer coisa… Por quê ia ser um monstro?”

    Porque é no lago Ness. E lago Ness, dá ibope.
    Eu acredito que lá tenha um ser vivo, grande como a cobra anaconda ou coisa parecida, mas nada de monstro pré histórico, como dizem.

    Nessie é coisa do imaginário do people do lugar. Já vasculharam o lago com submarino equipado com uma parafernalha de filmagem e não encontraram nadica de nada.

    Fui.

    • Henrique:

      O do Lago Ness é outro, esse lago é o lago Okanagan, no Canadá.

  • Mauro:

    Esse video não mostra nada. Os melhores videos mostram o animal submergindo.

    http://www.youtube.com/watch?v=1eDmD3KkKK0

    • Magda Patalógica:

      Mauro, querido:

      Você postou um vídeo do Lago Ogopogo, que fica no Canadá.
      O lago da matéia é o Lago Ness, que fica na Escócia.

      De qualquer forma, esses lagos com seus mistérios são interessantes e aguça a nossa curiosidade.

      Fui

    • Lucass:

      amiga magda, acho que você deve ler de novo a matéria e seu titulo, assim como quem “gostou” do seu comentário. “Homem afirma ter filmado versão canadense do monstro do lago Ness”

  • Jonatas:

    É um tronco de árvore, claramente. Nunca filmam monstros direito justamente pra deichar dúvidas no ar. Porque nunca se captura imagens de monstros com aparelhos bons e modernos?

    • Jonatas:

      Todos os dias, pra documentários da BBC, e tantos outros, sobre natureza, o planeta selvagem é vasculhado pelas câmeras mais poderosas do mundo e NUNCA detectaram nenhum ser fantástico! Acha que esconderiam uma revelação biológica dessa magnitude? Claro que não. Logo, não existe nada disso.

    • Jonatas:

      Meu celular fotografaria o monstro a mais de 50 metros com precisão. E não é dos mais modernos.

  • Asdrubal:

    Não vi nada!
    Há qualquer coisa por debaixo de água, mas está inanimado.

    Ainda se o capturassem, ainda acreditava.

  • Amanda:

    Alguém pode me dizer porque esses “aparecimentos” são sempre filmados em baixa qualidade e com a camera tremendo? Esse povo corre antes de gravar ou o que?

    • mylle:

      ESSA FOI A FILMAGEM DO TAL CINEGRAFISTA? SE FOI ELE É UM OTIMO PESCADOR…HEHEHE

  • Thaís:

    Mas pode ser qualquer coisa… Por quê ia ser um monstro?

  • Leon:

    Como sempre, nada tangível. Se fosse eu corria desesperado até lá para filmar de perto.

  • 3dx:

    o vídeo olhem bem são 2 cobras

Deixe seu comentário!