Homem descobre quatro novos planetas sem usar um telescópio

Por , em 5.01.2011

Peter Jalowiczor é um cara normal – ele não é astrônomo e, sem a ajuda de nenhum telescópio, descobriu quatro planetas.

Ele usou apenas os dois computadores de sua casa e os dados fornecidos pelo site do grupo de buscas de planetas da Universidade da Califórnia. Peter utilizou um método conhecido como espectroscopia Doppler.

Basicamente, ele busca por pequenas mudanças no comportamento de estrelas, que podem ser causados por planetas que estejam orbitando ao redor delas.

Os astrônomos criaram esse tipo de técnica porque, até hoje, é complexo ver uma estrela distante e mais complexo ainda verificar se há planetas as orbitando. Se um planeta orbita uma estrela, ele cria uma leve oscilação em sua luz, e torna o planeta “perceptível”.

Segundo a Universidade da Califórnia, Paul descobriu os seguintes planetas: HD31253b, HD218566b, HD177830c e HD99492c. O último é o mais próximo, a apenas 58 anos-luz de distância da Terra. [Gizmodo]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (1 votos, média: 4,00 de 5)

34 comentários

  • karol:

    E´ Dificil acreditar que algumas coisas podem ser notadas de uma forma tão simples mais poucos conseguem realiza-la

  • kelly:

    faço parte do espaço ciencia

  • sara pagodeira:

    se esse homem descobrio mas quatro planetas ele e corajoso e eu acho que ele estudou muito . sou sara pagodeira tenho 26 anos e ainda naõ descopri nada ate agore.

    • Crimson Nyoki:

      nota-se o motivo

  • Leonardo Yoshiaki Kamigauti:

    Qualquer planeta extra-solar na pratica é descoberto sem uso de telescópios. (a não ser pelo método de verificação da intensidade de brilho da estrela, que serve apenas para um certo número de estrelas.

    Muitos dos planetas extra-solares foram descobertos pelo método utilizado por esse cara.

    Oque assusta é como ele arranjou esse aparelho!
    Pela burocracia de sempre ele deve ter requisitado esses quando tinha uns 18 anos 😛

  • Seph:

    Desde quando Chuck Norris é uma pessoa normal?

  • lucas:

    ESSE CARA DEVE SER FODÃO PARA DESCOBRIR QUATRO NOVOS PLANETAS SEM A AJUDA DE UM TELESCÓPIO!

  • Rodrigo Paim:

    Perto ? 58 anos-luz …… perto é a esquina daqui da rua

    E o pessoal ai devia dar uma olhada pela net, já houveram sim vários planetas identificados e observados …

    Só que obviamente é bem mais achar uma estrela do que um planeta …

    [ironic]deve ser devido ao brilho[ironic]

  • Roberto:

    Sei da seriedade do assunto, pois sou um antusiasta das pesquisas astronômicas em se tratando da busca de exoplanetas. Veja por esta situação: Mercúrio leva cerca de um terço do ano terrestre para circaundar o sol e para se confirmar a existência de um exoplaneta seria necessário bastante tempo com os métodos do efeito doppler. Na minha opinião, o artigo carece de falar do tempo de observação, frequencia de quantas vezes foi observado. Havendo padrão, blza, confirma-se que seja uma massa orbitanto uma estrela.

  • Plutão:

    Vai cambada.. me negativa, vai. Só porque sou nanico, não quer dizer que eu não seja um planeta.

  • Igor:

    “Peter Jalowiczor é um cara normal – ele não é astrônomo e…”
    – Puxa, astrônomos são anormais?

    Completando o comentário do Everton:
    “…pois muitos deles foram desenvolvidos graças a pesquisas e experimentos no espaço…”
    -… ou na África mesmo.

  • Everton:

    Anonimo,

    “por que o hubble ou outros telescopios tao potentes nAo conseguem achar planetas tao perto da nossa galaxia?”

    Quem disse que não foram achados?
    Pesquise antes de escrever besteiras sem fundamento…

  • PredadorXD:

    @anonimo perto??????????? vc ta loco perto é marte! santa ignorância batman

  • anonimo:

    concordo com o joabes e com o tiririca , e deixo minha pergunta : por que o hubble ou outros telescopios tao potentes nAo conseguem achar planetas tao perto da nossa galaxia?

  • Everton Carlos da Costa Cardoso:

    Para a Ciência é só uma questão de tempo. A cada dia surgem novas descobertas…

  • Lipp:

    Palhaço tiririca: deixe de ser cético… acredite na ciência. A gente chega lá!

  • Palhaço Tiririca:

    Já se vão 33 anos, e as Voyagers ainda não saíram do limite Sistema Solar. Dizer que encontrou um planeta é fácil, eu quero ver mandar uma nave até lá para comprovar.

  • Palhaço Tiririca:

    Eu quero ver ele provar que são planetas. Eu também posso dizer que encontrei, agora provar é outra coisa.

  • PredadorXD:

    @Palhaço Tiririca se todos pensassem como vc estaríamos na idade da pedra!!!

  • Ercy:

    em que sistema solar? nosso?

  • Curioso:

    Imaginem o seguinte… um telescópio ou o instrumento que consegue medir a menor alteração na intensidade de luz emitida por uma estrela (espectroscopia Doppler), acredito que não poderia estar na superfície terrestre, pois estaria sujeito a inúmeros fatores físicos e climáticos como o céu encoberto… poluição ou até mesmo a um avião que estivesse passando justamente na frente da estrela observada. Imagino que este “telescópio” esteja no espaço, orbitando a Terra e enviando os dados de suas constantes observações para cá. Então, se este pensamento estiver correto, ninguém jamais “descobriu” um exoplaneta sequer observando estrelas com um telescópio (pelo menos não aqui da superfície da Terra). Não entendo absolutamente nada do assunto mas acho que o nosso amigo Peter Jalowiczor fez o que todos os outros cientistas e astrônomos fizeram até hoje, mas não é por isso que vamos tirar os méritos do feito, afinal, o que não faltou para o descobridor foi dedicação.

  • André:

    Ele não usou um telescópio pessoalmente, mas usou dados obtidos, senão por um telescópio, por outro instrumento de observação poderoso… O cara é genial, mas não fez mágica, fez a mesma coisa que todo astrônomo…

    Mais interessante é a garotinha de 10 anos que identificou uma supernova numa foto dessas…!!!

  • Palhaço Tiririca:

    O que eu vou dizer não tem nada a ver com a matéria, mas tenho que dizer.

    Os astrônomos dizem que o universo surgiu de uma grande explosão, o Big Bang. Eles dizem que não convém perguntar o que havia antes, ou seja, estão tirando o deles da reta. Pois dizem que não havia nada antes deste evento. É brincadeira, né? O Nada Absoluto nunca existiu. Por quê? Porque se o Nada Absoluto alguma vez existiu, ainda hoje existiria!

    A maioria dos seres humanos não vivem mais que 80 anos. Nós, em relação ao universo, não somos nada. Não podemos saber a idade, ou como o universo surgiu. Será que é tão difícil para os astrônomos aceitarem que jamais, eu digo jamais, saberemos como o universo surgiu e qual a idade dele?

    Podem me negativar, “sabichões”!

  • Peter P. Lupo:

    Afinal, o nome dele é Peter ou Paul?!

  • Lipp:

    A propósito, qual seria esse site do grupo de buscas de planetas da Universidade da Califórnia?

  • Lipp:

    Muito legal!! Adoraria encontrar exoplanetas. Mas faria uma exigencia: quero batiza-lo c meu nome. Só p fazer historia. hehe

  • Davidson Lima:

    Esse Palhaço Tiririca é um palhaço, mesmo.

    Bem, parabéns ao Peter Jalowiczor por sua dedicação; e a Luciana, como sempre disponibilizando excelentes artigos, muito bem traduzidos.

  • Everton:

    JOABE DE JESUS,

    Então para de ler artigos em sites, postar comentários de suas opiniões usando a internet , desliga o computador e vai ajudar a África.
    Lembre-se que tudo que você está usando ai na sua cômoda casinha foi desenvolvida por pessoas que como Peter Jalowiczor não desistiram e continuaram pesquisando.
    Alias, se eu tivesse esses seus pensamentos, nem remédio tomaria quando estivesse doente, pois muitos deles foram desenvolvidos graças a pesquisas e experimentos no espaço.

  • CRC:

    Como assim, sem usar telescópio? Ele usou tanto quanto qualquer astrônomo! Atualmente os astrônomos não olham mais para as estrelas, apenas analisam os dados que os telescópios transferem para seus computadores. O que ele fez foi fazer a mesma coisa remotamente, ou seja, usando os dados coletados por telescópios!

  • Marcelo Ribeiro:

    Ele conseguiu o feito por pura dedicação.

  • Homer:

    Incrível , da ate vontade de ir no site e sair caçando planetas, apesar da internet te facilitado essa descoberta pelo site do grupo de buscas de planetas da Universidade da Califórnia esse método de descoberta ainda deve ser muito complexo para qualquer pessoa.

  • Franklin Ronald:

    Método simples e descoberta sem tamanho. A sede de conhecimento somada a curiosidade util faz de uma pessoa uma ferramenta de valor imensurável para a humanidade. Obrigado cara e parabéns! Mais material para os livros que meu filho usará no seu futuro próximo.

  • JOABE DE JESUS:

    Cara eu fico fascinado com facilidade que o cara tem pra dizer que achou um planeta, vai cuidar da Africa que é melhor… fica ai no mundo da lua viajando, ainda mais que ele nem é astrônomo e achou varios planetas é cada uma que a gente ler nesta internet.

  • Palhaço Tiririca:

    Ele está louco!

Deixe seu comentário!