Sexta extinção em massa será causada por humanos

Por , em 21.06.2011

Segundo especialistas, os oceanos estão em pior estado do que se suspeitava. Em um novo relatório, eles alertam que a vida nos oceanos está em alto risco de entrar numa fase de extinção de espécies marinhas sem precedentes.

Questões como a sobrepesca, a poluição e a mudança climática são as culpadas pela situação. Os impactos já estão afetando a humanidade.

As mudanças “aceleradas” pelo homem incluem derretimento de gelo na Groelândia e na Antártida, aumento do nível do mar e liberação de metano no leito do mar. A taxa de “destruição” é muito superior a que os especialistas previam mesmo dois anos atrás.

Desde pesca em zonas temperadas, recifes de coral ou gelo do mar Ártico, tudo está passando por mudanças a um ritmo muito mais rápido do que o esperado. Mas mais preocupante do que isso são as maneiras pelas quais as diferentes questões agem sinergicamente para aumentar as ameaças à vida marinha.

Alguns poluentes, por exemplo, grudam nas superfícies de pequenas partículas de plástico que flutuam pelos oceanos. Isso aumenta a quantidade desses poluentes serem consumidos por peixes que são a base da alimentação de algumas populações.

Partículas de plástico também auxiliam o transporte de algas, aumentando a ocorrência de proliferação de algas tóxicas (também causada pelo fluxo de poluição proveniente de terras agrícolas).

Em um sentido mais amplo, a acidificação dos oceanos, o aquecimento da poluição e a pesca predatória estão agindo em conjunto para aumentar a ameaça aos recifes de coral, tanto que três quartos dos recifes do mundo já estão em grave risco de declínio.

A vida na Terra já passou por cinco “eventos de extinção em massa” causados por situações como impactos de asteroides. O impacto combinado da humanidade, segundo os especialistas, pode causar um sexto evento desse tipo.

Embora seja cedo para dizer definitivamente, as tendências são de tal ordem que é provável que aconteça – e muito mais rápido do que qualquer um dos cinco anteriores.

O relatório também observa que os eventos de extinção em massa anteriores foram associados com tendências que são observadas agora: distúrbios do ciclo do carbono, acidificação e hipoxia (diminuição de oxigênio) na água do mar.

Por exemplo, os níveis de CO2 absorvidos pelos oceanos já são muito maiores do que durante a grande extinção de espécies marinhas 55 milhões de anos atrás (durante o Paleoceno-Eoceno Máximo Termal).

As recomendações imediatas dos especialistas incluem o impedimento da pesca de exploração, com ênfase especial em alto-mar, onde atualmente há pouca regulação; o mapeamento e, em seguida, a redução de entrada de poluentes, incluindo plásticos, fertilizantes agrícolas e dejetos humanos e reduções drásticas nas emissões de gases de efeito estufa.

Os níveis de dióxido de carbono estão tão altos que formas de tirar o gás da atmosfera precisam ser pesquisadas urgentemente. Os especialistas estimam que as emissões de CO2 precisam alcançar zero dentro de cerca de 20 anos.

Segundo eles, está claro o que vai acontecer; basta saber se faremos algo para mudar.[BBC]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (2 votos, média: 5,00 de 5)

31 comentários

  • PHAS:

    Querem salvar o mundo? Virem veganos.
    http://www.youtube.com/watch?v=u7LBPHtOBnk&list=PLDOPJtkmh-1UTqUeLl8htlAsj0RWym4yh&index=2

    • ichigomf .:

      Não!

  • glaucio:

    tudo mentira!não existe nenhum aquecimento global.pelo contrario,a terra está se esfriando.Tudo isso é para nos colocar sentimento de culpa e desejo de punição.

    • Matheus Andrade Rodrigues:

      Exatamente. Além do mais, vale salientar que a terra tem um período normal de Esfriamento e Aquecimento, que ocorrem alternadamente ao longo do tempo. É mais um ciclo natural.
      Mas o ser humano tem interferido neste ciclo. Está desregulando tudo. Não tem nada a ver com impôr “sentimento de culpa”. Tem a ver com consciência. A terra é nosso lar. E acho que entupí-la de lixo não é uma de nossas obrigações.

  • Claudio:

    Interessante! Todos ficam preocupados, consternados até; más não abrem mão de ligar seu ar condicionado, gastar água em demasia, utilizar seu veículo, produzir lixo não-orgânicos, e etc…
    É como aquela história… cinco sapos estavam na beira da lagoa, 3 decidiram pular…quantos ficaram…Cinco!…bom… só decidiram pular, não tiveram a atitude de fazê-lo. Infelizmente nos falta coragem.

    • Camila Silva:

      Claudio, na verdade se não houver uma guinada de consciência da elite, ou seja, poder público + megacorporações, não há o que possamos fazer para reverter.
      Um exemplo prático: para cada saco de lixo produzido em casa, outros 7 já foram produzidos para fabricar esse um!!! Por mais que nos esforcemos como cidadão, pouco isso afeta o todo.
      Enquanto a ganância dos líderes for mentalidade dominante, o máximo que acontecerá é nos deixarem com sentimento de culpa.
      Se você discorda, pesquise sobre a “obsolescência programada” e como eles programam a validade dos produtos, fator determinante da produção do lixo.
      Um computador por exemplo, fica obsoleto e inviável para se utilizar por mais de uma década (isso sendo otimista). Neste como em muitos outros casos não há o que possa ser feito. Reciclar? Sim, mas nunca chegaremos num nível de reciclo de 100% por diversas razões.
      Enfim, pesquise, veja documentários, você irá compreender o que estou dizendo.

  • zeus:

    Estamos progredindo em sentido contrário.

    • junior:

      Seria regredindo?

    • higor:

      Você entendeu.

  • Márcio M:

    Caros amigos. Todos somos responsáveis pelo bioma da Terra. Tanto nossos governantes quanto as pessoas físicas ou empresas. Observa-se que neste momento, não adianta procurar-mos responsáveis nem cabe julgarmos os culpados. A medida que se deve tomar é de emergência. Temos que agir com as ferramentas que temos em mãos. Nossas leis (assim como em todo o mundo) devem sofrer uma rígida FISCALIZAÇÃO sobre o aparato jurídico que temos em momento e que são de proteção. As pessoas devem tomar conscientização da gravidade desse que se passa com maior divulgação e informação possível, agindo para evitar tal catástrofe. Empresas em todo o mundo devem promover programas de recuperação e também investir em tecnologias que auxiliem e também afetem de menor forma possível em parceria com governos. Entendo que assim, resultados positivos surgirão e, devendo sempre, buscar outras alternativas para solucionar este problema, e evitar outros posteriores.

  • Mario:

    talvez a poluição atual esteja ajindo nos cérebros dos humanos fazendo com que os mesmos tenham tedência invertidas e obscuras e perca de bom senso.

    • edu:

      concordo totalmente com vc olhe para as drogas, a pessoa sabe que nao presta e mesmo assim experimenta a porcaria deve ser muita inversao tendencias

  • barrigudo:

    hUMANOS PODEM CAUSAR NÃO,HUMANOS CAUSAM DESTRUIÇÃO EM MASSA.

  • Elis:

    Falou tudo Marte!
    Temos a responsabilidade porque somos conscientes. E não adianta jogar a culpa para os governantes, afinal, eles estão no poder porque?
    E pra mim, preservar por medo do futuro, das consequências para a raça humana, nada disso é mais importante do que saber que muitas formas de vida já habitaram o planeta, muitas promoveram grandes mudanças ambientais, mas somente nós temos consciência das nossas ações, podemos estudar seus efeitos e buscar alternativas. Cada um de nós, tomando atitudes.

    • Giselle Hannah:

      Como você disse, a culpa não é toda dos governantes. Somos nós que os colocamos lá, então a culpa é nossa. Acho incrível como as pessoas sabem reclamar, mas não percebem que o erro está nelas.

  • Ercy de Miranda:

    Temos uma coisa raríssima nesse planeta: vida. E ninguém tá nem aí… ninguém se dá conta do milagre que é ter um planeta que possa abrigar vida bem debaixo dos nossos pés.

    Descuidar de uma pérola tão rata desta forma é mais idiota que queimar dinheiro.

  • gabriel:

    o negócio é viver a vida , o ser humano tá acabando com o planeta uma hora seremos fortemente afetados aí os líderes e o povo tomam providencias , quando o equilibrio tiver por um fio o povo tira a bunda da cadeira …….

  • gloria:

    É…pois é né! Todos sabem , mas ninguém vai dar o primeiro passo e sair de sua zona de conforto, ecologia, meio ambiente e coisas parecidas viraram slogam de marcas famosas pra se vender mais, consumir mais em consequencia destruir mais, nossa terra vai continuar sua trajetória louca como um bêbado trocando as pernas até desabar de vez , sem q seus moradores possa ampara-la,Isso já aconteceu vaeias vezes, e ela se repovoou de novo , é o ciclo das coisas, a destruição virá!Não haverá nada q possamos fazer p\ ajud-la ou ajudarnos. que venha a destruição!Quanto mais cedo chegar , mais cedo a terra irá se recuperar! E será sem humanos por milhares de anos, até q eles voltem e aí começa de novo o princípio do fim da terra novamente!

  • Pedro:

    Todos morre

  • willian:

    Toda civilização, quando chega ao auge, extingue-se.

  • ALX:

    Desculpem o erro de portugues ESSENCIAIS!

  • ALX:

    Acabam com o petroleo e outras coisas excenciais á vida no planeta e depois vem com esses alertas que pra mim são inuteis, ja q pouco pode ser feito pra resolver o problema. Ficam mais preocupados com as coisas que ja foram extintas e se esquecem das q podem ser extintas em breve por descuido deles proprios

  • EuláliaReis:

    É uma pena, mas ninguém se preocupa com isso!Ainda mais com os oceanos, pois não estmos vendo o que está acontecendo! Pois com tanta coisa ruim acontecendo aqui em cima na terra, niguém se dá o trabalho de divulgar esses acontecimentos!Os dirigentes, quem tem o poder vão empurrando com a barriga … que o próximo se preocupe! Eu não vou viver até lá … azar de quem vem depois! É uma tristeza! por isso cada um tem que fazer a sua parte, reciclando o lixo e tentando poluir o mínimo as águas! Vai ser difícil! Fala sério!

  • Rodrigo Paim:

    Isso realmente era novidade ? -.-

    O engraçado do ser humano é que ele sabe que está errado mas não faz pra mudar, até a situação fica critica.

  • eduardo:

    é… temos que encontrar outro planeta pra chamar de lar….

  • Lucas:

    O homem pode até ser o causador dessa grande extinção que citaram, mas não podem culpar “o homem” em geral, mas sim “alguns homens”. Sabe quem? Os políticos e os donos de grandes empresas que se preocupam mais com a economia do que com o futuro de um planeta rico em vida, como a Terra. Como li certa vez, não existe planeta B.

    • Éder Augusto:

      Sim,mas nós gostamos de uma econômia forte que nos dará emprego e indústrias que fazem os tênis de marca que nós gostamos,os celulares de última geração etc.Tudo isso que está causando a destruição da terra é consequência de coisas feitas para nós.Todos os humanos tem sua parcela de culpa sim!

  • vicente:

    Cara eu não me culpo, toda a responsabilidade e jogada em cima dos cidadoes, e nao dos empresarios poluidores, e dos governantes que nao impoen leis para evitar isso.

    • Lopes_rafa:

      Não concordo pois as atitudes tomadas hoje seja la se é governante ou não. Tem que ser feita pensando somente no futuro, não precisa virar lei ou uma ordem mundial e sim ser consciente, todos (inclusive eu), temos que tornarmos alto sustentaveis e esqueçer de ser melhor que nosso vizinho, amigo, parente e etc…

  • Marte:

    O pior de tudo é que o bicho homem se diz inteligente.

    Vejo uma enorme responsabilidade sobre nós, cientes da destruição que a nossa civilização tem causado.

    E coisas muito pequenas em prol da vida podem fazer uma enorme diferença para o futuro. Pense sempre nisso.

    • Giselle Hannah:

      Sim, caro Marte. É uma pena, realmente, nós estamos vendo, mas não fazemos nada. Infelizmente, acho que a nossa “civilização” não viverá o suficiente para ver a formação de novas galáxias, planetas, formas de vida. Justamente nós, os seres mais inteligentes, estamos nos destruindo!

Deixe seu comentário!