III Fecon e o Lançamento do livro Todos os Portais

Por , em 25.11.2012

No dia 24 de novembro ocorreu na Biblioteca Viriato Corrêa em São Paulo o III Encontro Extensão para o Futuro e o coquetel de lançamento do livro Todos os Portais – Realidade Expandida organizado por Nelson Oliveira.

III FECON

O III FECON – Encontro Extensão para o futuro contou este ano com a participação do escritor multimídia Bráulio Tavares que brindou o público presente com uma brilhante palestra sobre o futuro da literatura no Brasil e no mundo, bem como as inovações do fazer literário, principalmente no que tange ao processo criativo.

Nascido em 1950 na ensolarada Campina Grande, o principal polo tecnológico e universitário da Paraíba, Braulio Tavares além de escritor é poeta, compositor, ensaísta e roteirista.

Estudou cinema na Escola Superior de Cinema da Universidade Católica de Minas Gerais.
É pesquisador de literatura fantástica e ficção científica, compilou a primeira bibliografia do gênero na literatura brasileira, o Fantastic, Fantasy and Science Fiction Literature Catalog (Fundação Biblioteca Nacional, Rio, 1992).

É colunista de jornal e escreve roteiro para shows, cinema e televisão, destacando-se os especiais para a Rede Globo, “O Auto de Nossa Sra. da Luz” (1992), “A Farsa da Boa Preguiça”, adaptação da peça de Ariano Suassuna, que foi ao ar em 1995 e também outra adaptação do mesmo Ariano Suassuna – Pedra do Reino em parceria com Luís Alberto de Abreu e Luiz Fernando de Carvalho veiculada em 2007.

Com o livro de contos A Espinha Dorsal da Memória (1989) conquistou o Prêmio Caminho de Ficção Científica, em Portugal, e a peça “Brincante” feita em parceria com Antônio Nóbrega, ganhou o Prêmio Shell de Teatro (1992).

Dono de uma verve única, Braulio Tavares encantou os presentes com uma palestra precisa, instrutiva e divertida, apontando as principais tendências das publicações no mundo, com exemplos lúdicos e muito atuais, além de apresentar técnicas literárias capazes de servir de estímulo criativo e salvar o escritor naqueles momentos de “bloqueio” ou, “produzir uma faísca capaz de encandear o processo criativo”.

Realizado pela parceria entre Universidade Cruzeiro do Sul e Terracota Editora o III Fenacon contou com a presença de ilustres convidados também na plateia tais como os editores Silvio Alexandre e Carlos Brites e os escritores Laura Fuentes, Roberto Causo e Finísia Fidelis – só para citar alguns.

Lançamento do livro Todos os Portais

O livro de literatura fantástica “Todos os Portais – Realidade Expandida” é uma antologia de contos organizada por Nelson de Oliveira entre os textos publicados nos seis volumes da revista independente Projeto Portal, a saber:

O templo do Amor de Ana Cristina Rodrigues
Veja seu Futuro de Ataíde Tartari
Aquele de nós de Braulio Tavares
História com desenho e diálogo de Brontops Baruq
Os Gims de Carlos Emílio C. Lima
On de Claudio Brites
Director’s Cut de Fábio Fernandes
Dobras de Geraldo Lima
Esquizoide de Ivan Hegen
Meu nome é interno de Jacques Barcia
Apieville de Laura Fuentes
Os olhos do Gato de Luiz Bras
Seguimento Dezenove de Marco Antônio de Araujo Bueno
Quem sabe? de Maria Helena Bandeira
Invasores de Mayrant Gallo
Herdeiro dos Ventos de Mustafá Ali Kanso (para ler esse conto clique aqui)
Réquiem de Petê Rissatti
Gazeta Marciana de Ricardo Delfin
Estranho Progresso de Richard Diegues
Tempestade Solar de Roberto de Sousa Causo
Artigo 20.053 (Revelação) de Tiago Araújo.

Em um clima de festa o coquetel de lançamento foi abrilhantado pela presença de muitos escritores de renome que foram prestigiar ambos os eventos – destacando-se a talentosíssima Giulia Moon autora do grande sucesso “Kaori” da Giz Editorial.

Serviço

Todos os Portais – Realidade Expandida (Terracota, 2012)

-o-

 

[Leia os outros artigos de Mustafá Ali Kanso]

 

LEIA SOBRE O LIVRO A COR DA TEMPESTADE do autor deste artigo

À VENDA NAS LIVRARIAS CURITIBA E ARTE & LETRA

Navegando entre a literatura fantástica e a ficção especulativa Mustafá Ali Kanso, nesse seu novo livro “A Cor da Tempestade” premia o leitor com contos vigorosos onde o elemento de suspense e os finais surpreendentes concorrem com a linguagem poética repleta de lirismo que, ao mesmo tempo que encanta, comove.

Seus contos “Herdeiros dos Ventos” e “Uma carta para Guinevere” foram, em 2010, tópicos de abordagem literária do tema “Love and its Disorders” no “4th International Congress of Fundamental Psychopathology.”

Foi premiado com o primeiro lugar no Concurso Nacional de Contos da Scarium Megazine (Rio de Janeiro, 2004) pelo conto Propriedade Intelectual e com o sexto lugar pelo conto Singularis Verita.

Vote: 1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars

1 comentário

  • jodeja:

    Realmente as religiões fazem lavagem cerebral em seus seguidores, mas não é por isso que vamos dizer que os seus criadores não sabiam de nada. Há milênios existem cientista, porém, eles não podiam, como não podem até hoje, dizer tudo que sabem, não é mesmo? Então, tinham que inventar algumas lendas ou metáforas, para que os donos do poder não lhe cortassem a cabeça, certo?

Deixe seu comentário!