Júpiter foi atingido… de novo!

Por , em 8.06.2010

Júpiter tem estado muito temperamental esses dias. Seu cinto já desapareceu mais de uma vez, como noticiamos aqui e agora parece que o grandalhão foi atingido… de novo! Em julho do ano passado, cientistas perceberam que ele apresentou uma cratera diferente. Agora, como você pode ver pelo vídeo, ele foi vítima de um outro impacto cósmico.

Não se sabe, exatamente, o que causou o impacto, mas se for um asteróide ou um cometa, os cientistas logo verão uma cratera resultante.

No ano passado, Júpiter foi atingido de um lado que não estava virado para nós, na Terra, então os astrônomos ficaram sem saber o que tinha causado o “olho roxo” no planeta – mas acredita-se que tenha sido obra de um asteróide.

O novo impacto atingiu Júpiter com a força de milhares de bombas atômicas. Agora os cientistas que estudaram o fenômeno do ano passado devem se juntar novamente para saber o que, exatamente, aconteceu de novo em Júpiter. [MSNBC]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (5 votos, média: 5,00 de 5)

11 comentários

  • Ignorante:

    É claro que foi atingido, como poderia não estar se está havendo uma perturbação na Nuvem de Oort?

    Apesar do negacionismo do establishment científico, esses eventos aumentarão até o ponto em que não poderão mais ser negados. Então os velhacos das teorias mudarão o nome das coisas para despistar e tentarão empurrar alguma explicação que distraia o público.

  • Coelho:

    “Graças a isso ainda estamos vivos e na terra tem vida”, por isso mesmo devia ser chmado de Deus Jupiter

  • Genivaldo:

    É melhor cair lá do que na terra, mesmo que os homens estejam destruindo a fauna e a flora.

  • Fábio Cerqueira:

    Vocês não deveria escrever sobre astronomia. o.O Não tem base teórica para isso. Apenas relatem, não façam suposições.

    • Flávio Costta:

      Não seja besta cara, o impacto ocorreu, a única incerteza é de qual foi o tipo de corpo celeste que o atingiu.

    • Grand Moff Von Hyman:

      falou o grande sabido,

      pelo que eu pude ler, o texto foi bem escrito. com exceção da citação de que logo seria visto uma cratera resultante do impacto.
      na escola nao disseram mas a gente sabe que jupter e´ um planeta gasoso, então é impossivel criar uma cratera numa nuvem. =/

      fora isso, nao vi no texto uma tese sobre o ocorrido, então do que o cidadão ai em cima está reclamado.

      eu acho é ele que deveria se calar e ler bem os textos antes de escrever asneiras.

  • Bruno Juncklaus (bruno_tankian@hotmail.com):

    gostei do vídeo 🙂

  • Cesar:

    Júpiter é um amigo e um inimigo, por que o que ele faz é desviar com a gravidade dele a órbita de corpos menores que passam perto “demais” dele. O problema é que ele pode tanto desviar para fora do Sistema Solar, como pode lançar direto em direção ao sistema solar interior, lá onde nós estamos agora. Em alguns casos o impacto acaba acontecendo em Júpiter mesmo, mas em outros, um asteróide que poderia nem chegar perto acaba atingindo em cheio a Terra…

  • Ricardo Schirmer:

    pra mim ta tendo uma guerra lá…

  • Fred:

    Quem sabe Júpiter não salvou nossa pele…de novo

  • Chico Lobo:

    Isso é normal… Jupter atrai para si, graças a sua grande força gravitacional, grande paarte dos corpos que perambulam pelo sistema solar… Graças a isso ainda estamos vivos e na terra tem vida

Deixe seu comentário!