Macabra pratica antiga: mãos aos reis

Por , em 14.08.2012

Durante uma série de escavações na cidade egípcia de Tell el-Daba, arqueólogos encontraram os restos de 16 mãos humanas, distribuídas em quatro covas. Curiosamente, todas as mãos são direitas.

As bizarras “relíquias históricas” datam de aproximadamente 3,6 mil anos atrás, da época em que o povo Hykso controlava parte do Egito. Naquele tempo, Avaris (atual Tell el-Daba) era a capital de seu império e no local havia um palácio ocupado por um dos líderes dos hyksos, o rei Khayan.

A princípio, as mãos são a primeira evidência física de uma prática registrada em documentos e obras de arte do antigo Egito: a oferta da mão direita de um inimigo ao rei em troca de ouro. Além de facilitar a contagem de inimigos derrotados, cortar especificamente a mão direita seria uma forma simbólica de privar o outro de sua força.

Um dos registros desse ritual (praticado tanto por egípcios quanto por hyksos) foi encontrado na tumba do egípcio Ahmose e foi escrito 80 anos depois da data em que as 16 mãos foram enterradas. “Então eu lutei corpo a corpo. Eu trouxe uma mão. Isso foi relatado ao mensageiro real”, lê-se na inscrição.

Apesar do ineditismo dos vestígios encontrados em Tell el-Daba, a crueldade dos egípcios contra prisioneiros já era conhecida: a Paleta de Narmer, obra da época da unificação do antigo Egito (há 5 mil anos), retrata prisioneiros decapitados e um faraó prestes a esmagar a cabeça de outro homem. Sutil, não?[Live Science, MaisFotos]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (4 votos, média: 4,50 de 5)

5 comentários

  • Ligia Passos:

    e o que David fez com isso? sopa?

    • Elizeu Moreschi:

      Haha!

      Sei lá. Deve ter feito dobradinha ou strogonoff.
      Brincadeiras a parte, como é irônico não é? Um povo onde a mulher menstruada era abominação e tinha que se afastar do marido por uma porrada de dias para não contaminá-lo com “sua imundice” mas o cara levar um saquinho de coro de p… e entregar ao rei em troca de sua filha era perfeitamente normal e honroso.

  • Clara Telis:

    Quando eu li o título pensei que eles mesmos cortavam as próprias mãos e entregavam aos reis ,bom …é um pouquinho melhor ,vai…

  • Elizeu Moreschi:

    Conta-se que David (do qual Jesus foi descendente) comprou a filha do rei Saul para ser sua esposa e assim, posteriormente, se tornara rei de Israel no lugar do sogro. O preço que ele pagou pela esposa foi, nada mais, nada menos que 100 prepúcios dos seus rivais “filisteus”.
    Imagine!

    • Rebeca Santana:

      Sim foi o que saul pediu quer questionar ate o que uma pessoa que já morreu pediu se ele pediu ,pediu aff

Deixe seu comentário!