,

Marinha americana constrói “raio da morte”

Por , em 11.04.2011

Com alguns milhões de dólares de impostos, a marinha americana conseguiu criar uma espécie de “raio da morte”. Não, não espere luzes cinematográficas, mas o fato é que o raio laser conseguiu fazer com que um pequeno barco pegasse fogo.

Confira o vídeo abaixo, em que o Maritime Laser Demonstrator “acende” uma embarcação:

O MLD, como foi apelidado, foi montado sobre um destróier e, apesar de ainda não ser muito eficiente, a marinha acredita que armas laser representam seu futuro armamento bélico – espera-se que elas fiquem mais sofisticadas, a ponto de conseguirem derrubar mísseis.

Mas não espere resultados repentinos – muitos investimentos e muitos anos de trabalho ainda são necessários. O fato é que a MLD, apesar de fraco, mostra que armas laser não serão vistas apenas na ficção científica. [Gizmodo]

Vote: 1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars

20 comentários

  • Almir Bispo:

    Existe um projeto desses na “antiga” União sovietica.É o sonho americano(quem sabe eles conseguem).O sovieticos criaram um sistema de proteção para misseis nucleares contra esse tipo de armamento (isso é uma piada).Tem um video que mostra esse tipo de arma sendo usado na “antiga” União Sovietica na decada de 70.O video abaixo tem qualidade ruim porque foi feito ha muitas decadas atras e está em russo.Mostra o laser derrubando misseis em velocidade “HIPERSONICA”.Mas consideram esta tecnologia militar “OBSOLETA”.Veja video:
    http://www.youtube.com/watch?v=KG63Bsb5Hqs

  • João:

    “A marinha acredita que armas laser representam seu futuro armamento bélico…” -.-
    Por que não usam toda essa “inteligência” e $$ para se armarem com ações que evitem guerras e perdure a paz?
    Quanta ambição…
    Tanta merda pra nada!!!

  • Rodrigo:

    Pronto, o outro já está falando em fritar pessoas. Franco, pra que construir uma merda cara como essa pra matar pessoas, quando uma simples arma automática dá conta do trabalho ?

    Ou quem sabe a Bazooka que acharam no Morro do Alemão, ou o AT-4 ( arma anti-tanque ) que acharam em Porto Alegre.

    Traficante brasileiro anda com granada, fuzil, metralhadora .50, agora até Bazookas, e vocês se preocupam com um laser americano…

  • Charles de Brito:

    Agradeça-mos a Nicola Tesla. Grande cientista, engenheiro elétrico que morreu pobre, depois que Tomas Edison Roubou-lhe algumas de suas criações.

  • Seiti:

    de um lado bilhões gastos em saude de outro bilhões gastos em armamentos… viram o paradoxo?

    ou matem todos ou salvem, decidam-se…..

    • Raphael Saunders:

      Não Seiti, acho que seria melhor dizer: MILHÕES gastos com saúde e BILHÕES gastos com guerra. É uma vergonha ver tanto dinheiro destinado a algo tão ruim.

  • SENAM:

    Isso é desinformação,cortina de fumaça eles já há algum tempo apresentaram um avião que tem a capacidade de detonar você a 20Km de distancia e ninguem vai saber quem fez. Ainda mais voces se lembram do projeto Guerra nas estrelas, já era baseado em super canhões laser. Essa é só pra enganar os bobos e bancar os bonzinhos.

  • EUSTRÓPIO FIGUEIRA PEREIRA:

    O GÁS DA MORTE JÁ FOI INVENTADO!
    O MEU VIZINHO DE APARTAMENTO UTILIZA-SE DELE SEMPRE NO ELEVADOR.
    PUTA CARA PORCO!!!!!!

  • Mly:

    Quem vai gostar dessa notícia é o Sheldon! #TBBTFeelings

  • Genivaldo:

    Quanto mais novas armas melhor para os fabricantes de mortes humanas o importante nisto são os dolares.

  • Franco:

    Derrubar misseis… Hum, que desculpa em.

    Basta lembrar que espelhos refletem feixex de luz com bastante eficiencia, para prever q essa tecnologia logo sera rebatida pelos simples espelhinhos q viram nos novos misseis, caso isso realmente seja ultilizado com toda certeza nao sera ultilizado em misseis e nem em aviões.

    Porem eu acredito q o q realmente querem é fritar mais pessoas inocentes e nao misseis. Se é isso q eles sabem fazer melhor do que ninguem, Então farão

  • João:

    Quem paga as guerras é o contribuinte, para não falar das mortes. Quem ganha com isso é banca privada que empresta biliões, quem fabrica armas lucra e até vende ao “inimigo”(negocio é negocio lol), para quê, para tomar conta de riquezas minerais, fosseis e o povo continua a não lucrar, não me digam que é para defender do inimigo pois arranjam sempre uma desculpa para iniciar uma guerra. Se fosse realmente para defender aterra de um cometa ou outra coisa do género aceitava, mas para destruir e a humanidade e o homem que se lixem as armas.

  • Cesar:

    Esta arma poderia salvar o planeta, sim, ao ser usada para desviar um asteróide, por exemplo: colocar um canhão laser destes a apontar para o asteroide e disparar durante anos seguidos faria com que parte dele evaporasse e o empuxo gerado por esta evaporação (além da pressão de radiação, que seria pequena, mas existiria) deslocariam o asteroide para outra órbita. O problema é colocar um laser destes em uma nave (e vocês podem imaginar a grita mundial quando um país qualquer anunciar que vai colocar um raio da morte no espaço) e alimentar ele durante anos. O primeiro prolema é político, o segundo é técnico.

    Mas se já existe o raio da morte, metade do caminho já foi percorrido…

  • eduardo:

    Ahhhh…. não é como nos filmes!!!

  • Rodrigo Paim:

    A realidade é que o mundo não é cor-de-rosa, armas são necessárias e quem tem as melhores armas tem uma vantagem enorme.

    Sem falar que não é algo tão ruim, posso passar horas citando tecnologias que trouxe inúmeros benefícios pra humanidade que vieram de tecnologia militar

  • Wilian:

    Mas no video, Carlos Machado, mostra como se derruba um barco e não como essa “arma ineficiente” poderia salvar o planeta. A propaganda é “alma do negócio” e não é bem para salvar que eles fizeram o seu primeiro “anuncio”.

  • Carlos Machado:

    por um lado é ruim esta tecnologia, por outro pode ser util para diversas areas, e tambem quem sabe nao usa-la para aquela velha teoria de que um meteoro vira para a terra.

  • Nukebass:

    Basta uma simples cortina de fumaça branca, facilmente providenciável, para bloquear eficientemente esse suposto “raio da morte”… Uma superfície de tons claros também seria bastante resistente a esse laser.

  • Wilian:

    É uma pena que só pensam em “melhorar” a forma de matar…

Deixe seu comentário!