Veja radiação de urânio sendo emitida COM SEUS PRÓPRIOS OLHOS

Por , em 7.03.2015

Uma câmara de vapor é apenas uma caixa de vidro selada e contendo vapor de água ou de álcool supersaturados. Quando uma partícula de radiação ionizante passa pelo vapor, ela ioniza algumas moléculas do vapor que acabam se tornando núcleos de condensação, e as gotículas que se condensam revelam o caminho percorrido pela radiação ionizante.

O interessante é que a trilha formada denuncia que tipo de partícula a formou, trilhas criadas por partículas alfa (dois prótons e dois nêutrons) são mais largas e apresentam sinais de deflexão por colisão (quando colidem com alguma coisa) e se a partícula for um elétron, ela é mais fina e geralmente mais reta. E quando se aplica um campo magnético, as partículas formam curvas para a direita ou para a esquerda, mas sempre as positivas para o lado oposto das negativas (o sentido depende da direção que o campo magnético está apontando e da direção das partículas ionizantes).

Neste vídeo fantástico, uma câmera de vapor ou “cloud chamber” caseira é usada, e vários minérios de urânio são colocados sobre ela: Torbernite, Uraninite, Autunite, Urânio da mina Rosglas (França), Betafite, Urânio empobrecido, e uma bolinha de óxido de urânio. Não preciso dizer qual a amostra mais radiativa, preciso?

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (5 votos, média: 4,60 de 5)

1 comentário

Deixe seu comentário!