Movimento “tau”: o pi está errado? Matemáticos querem substituí-lo

Por , em 30.06.2011

Já em 2001, o matemático americano Bob Palais disse que o “pi” estava errado. Segundo ele, os seres humanos concentraram durante milhares de anos sua atenção e adulação sobre uma constante matemática errada.

Duas vezes pi, e não o pi, seria o número verdadeiramente sagrado do círculo. Palais argumenta que o valor igual a aproximadamente 6,28 (a relação da circunferência de um círculo e o seu raio) – e não a razão de 3,14 – é o valor correto.

No ano passado, os seguidores de Palais deram a nova constante “2pi” um nome: tau. Desde então, o movimento tau tem crescido constantemente, com seus membros querendo substituir o pi em livros-texto e calculadoras.

Mas estaria realmente o pi “errado”? E se sim, por que o tau é melhor?

Na verdade, os matemáticos não estão dizendo que o pi é mal calculado. Seu valor é ainda cerca de 3,14, como sempre foi. O que eles argumentam é que 3,14 não é o valor que mais importa quando se trata de círculos.

Palais queria que o pi fosse alterado para (aproximadamente) 6,28, enquanto outros preferem dar a esse número um nome totalmente novo.

Um dos defensores do tau, o matemático britânico Kevin Houston, diz que o argumento mais convincente para o tau é que ele é um número muito mais natural para se usar em campos de matemática envolvendo círculos, como trigonometria, geometria e mesmo cálculo avançado.

Ao medir os ângulos, os matemáticos não usam graus, e sim radianos. Existem 2pi radianos num círculo. Isto significa que um quarto de um círculo corresponde a metade do pi. Ou seja, um quarto corresponde a um meio. Da mesma forma, três quartos de um círculo é três metades do pi.

Meio difícil, não? E, segundo Kevin, loucura. Se usarmos o tau, um quarto de um círculo é um quarto de tau. Um quarto corresponde a um quarto. Bem mais sensato e fácil de lembrar, além de impedir que estudantes de física, matemática e engenharia cometam erros bobos.

De fato, outros defensores do tau disseram notar uma melhora significativa na capacidade dos alunos em aprender matemática, especialmente geometria e trigonometria, quando os fatores envolvem 2pi (aprendido como tau).

Embora 2pi apareça com muito mais frequência nos cálculos do que pi, os defensores de tau também não acreditam que haja necessidade de erradicar o pi. Qualquer um poderia usá-lo quando fosse calcular metade do tau.

Tau, 19ª letra do alfabeto grego, foi escolhida de forma independente como o símbolo para 2pi por Michael Hartl, físico e matemático, e Harremoës Peter, teórico da informação dinamarquês. Eles explicaram a escolha pela aparência do pi com o “T” grego, que se encaixa bem com a ideia de voltas (já que o tau é usado em ângulos em que se pode falar sobre um quarto de volta, etc).

O pi está muito enraizado em nossa cultura matemática sucumbir ao tau do dia para a noite, mas seus defensores esperam que a mudança seja gradual.[Life’sLittleMysteries]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (6 votos, média: 3,83 de 5)

35 comentários

  • Luis Dantas:

    Ei, a adoção do Tau é uma excelente idéia. Entre outros motivos, porque é de fato uma mudança tão suave e menor, e por isso mesmo simples de adotar sem traumas.

    Acho inclusive exagero alegar que tem a ver com algum tipo de “contestação” do Pi. É apenas uma notação nova e mais conveniente.

  • Mariano Lorenzoni:

    Esses matemáticos certamente deveriam procurar problemas de verdade com os quais se preocupar. Esse tipo de discussão é inútil.

  • Gulf:

    A fórmula do comprimento de uma circunferência é : 2 π r

    duas vezes o valor de “pi” vezes o raio.

    mudar 2 π para “Tau” ?

    Então vamos mudar “o dobro” para “Trulho” daí em vez de falármos “o dobro daquilo” , bastaria dizer simplesmente “Trulho” daquilo e que “Trulho” seria a expressão verdadeiramente sagrada e mais natural a ser usada ,coisa e tal…
    Mudaríamos o conteúdo do dicionário tirando “dobro” e colocaríamos “trulho”
    Todos os textos escritos com “dobro” seriam mudados para “Trulho”

    Isso seria um “Trulho” na Matemática ou uma “trolha” ?

  • aguiarubra:

    Erradicar o “pi” é muito exagerado, embora eu acredite que considerar o uso do “tau” pode mesmo ajudar em algumas aplicações em geometria e trigonometria.

    Mas tenho lá minhas dúvidas! Um aluno de ensino médio deverá ter desenvolvido habilidades suficientes para não se atrapalhar quando usar pi ou 2pi nas resoluções de seus problemas.

    Eu não estou entendendo bem o porquê dessa polêmica agora. Os caras “taus” estão fazendo algazarras prá melhorar a venda de livros didáticos com seus nomes????

  • Fernando:

    acho que esses caras pagaram um tremendo mico. como quebrar um conceito de milhões de anos. todos concordam em uma coisa em todas as épocas. a base do Pi é 3 e após o 3 vem todos os outros algarismos. aniquilar o pi é abalar a matemática. estas mudanças acabariam com conceitos básicos da geometria. seria como querer mudar o 2+2=4 para 2+2=8 não faz sentido pra mim. se algo tá bom assim deixe estar. não podemos mudar o conceito de milhões de anos, que foram calculados por nossos antepassados e até revelado por Deus como está em 2reis 27. só por mero capricho que uma minoria acha estar errado. que provem então matematicamente que o conceito do pi está completamente errado, e passem isso em cursos superiores mas não mudem os livros de matemática. fora que o conceito do pi hoje matematicamente é bem mais preciso que tudo. podemos confirmar que se fizermos um círculo e aplicarmos pi e depois medirmos com uma fita métrica teremos os mesmos valores com precisão quase milimétrica. imagina ter que fazer modificações em relação a profissões como engenheiro e mestre de obras que necessitam do pi como conhecemos. é um abuso alguem que diz ter conhecimentos matemáticos ver que algo está certo e querer achar erros onde não tem, para mim este número tau, ou 2pi é a maior furada. o pi resolve muito bem nossas questões. se quiserem usar o tau em outras aplicações matemáticas tudo bem, mas que não toquem no Pi.

    • Henrique Martins:

      Eu acho que as pessoas devem estar aberta a mudanças mesmo que radicais.

      As novas regras ortográficas já estão valendo desde o dia 1º de janeiro de 2009 hoje já esta quase todo mundo acostumado e muitos acham boa a reforma que diminui muito o uso de acentos e ífens.

      O pi será sempre 3,1415…,
      6,28… é apenas uma “simplificação” para facilitar os calcúlos e será mudado de forma gradual.

  • Pietro Domingues:

    Creio que poderia usar o Tau, mas não exterminar o PI. O Pi é usado para outras coisas, além de trigonometria e conversão de ângulos.
    Por exemplo, a equação e^i*PI+1=0 ficaria sem sentido sem o Pi.

    Talvez o Tau facilitaria o uso, mas creio que poderia ser apenas mais uma constante para auxiliar o cálculo.

  • Krani Lupus:

    Para que simplificar se podemos complicar? Eu não vejo problema algum em escrever 2 * pi. Não tenho preconceito contra números naturais.
    Além disso o pi é usado “puro” em diversas fórmulas:
    – Para qualquer polígono convexo regular de n lados:
    (área) = (apótema)^2 * n * tg(pi/n)
    (apótema) = (raio da circunferência circunscrita) * cos(pi/n)
    (lado) = 2 * (apótema) * tg(pi/n)
    (lado) = (diâmetro) * sen(pi/n)
    Entre várias outras.
    Além disso, pi também apresenta valor histórico. “Tau” não passa de frescura.

  • Roberto:

    Boa. Eu ja uso assim há mais de 50 anos.

  • Halanna:

    Se alterar-mos o valor de “pi” teremos q reformular totalmente a matematica mundial… Já basta a reforma ortografica aqui no brasil… IMAGINA SE MUDAREM A MATEMATICA?????

    o.O
    #TENSO

  • CAIPIRÃO:

    É o ‘tau”pi’taco na matéria é que faz a diferença.

  • IB:

    CORREÇÃO!! Newton estava párcialmente certo, em nivel terrestre sim, mas estudos mais avançados apontam que gravidade e atração mutua são coisas muito maiores que o globo terrestre e que os calculos de newton não são sempre validos

    • Gabriel:

      hahaha parcialmente?? Newton teve a sorte que Galileu não teve de nascer onde a Igreja já tinha perdido sua influencia de vida ou morte, do contrario teria sido morto como tanto outros. E amigo, eu citei um exemplo citaria qualquer outro oque você não entendeu e como Schopenhauer disse: Toda verdade passa por três estágios No primeiro, ela é ridicularizada.
      No segundo, é rejeitada com violência.
      No terceiro, é aceita como evidente por si própria.

      Aquele Abraço

  • Lucio Leonel:

    Nada de novo nessa matéria! O que vale não são as convenções que se criam, o que vale mesmo é a criatividade e a inteligência de nossos alunos, seja pi seja tau seja o escambal!

  • Gabriel:

    Acredito que novas idéias devem ser bem aceitas, hahaha da ultima vez que nós não aceitamos algo novo, o Sr.Isaac Newton fez questão de provar que estava certo e até hoje esta… Quem sabe esse cara não muda alguma coisa? Hahha boa sorte pra ele e vocês amigos do site que criticaram acredito que devem revisar seus conceitos sobre matemática 😉

    Abraço

  • Marte:

    Nova campanha: Salvem os Pi!

  • Eduardo:

    Um dia o pi iria acabar, quando eu não sabia, mas onde poucis sabem onde iria ser, seria no Paraná….pq no Paranápiacaba…horrível (mas necessária a última piada do nosso acostumado número)

  • Cristiano:

    Muita gente no comentário não entendeu a reportagem, e o título da matéria também não está correto.
    A matéria não disse que o pi está errado, ou, como comentaram aqui, que “nossos prédios foram construídos com cálculos errados”.
    O que os matemáticos da matéria afirmaram é que em muitas operações, utiliza-se 2 x pi, ou seja, seria mais fácil utilizar logo de cara o pi dobrado, 6,28.
    É mais fácil falar que um quarto de um círculo é um quarto de tau (o novo nome do pi dobrado), do que falar que um quarto de um círculo corresponde a metade do pi…

  • Alexander Herrmann:

    Se até os caras da NASA usam o danado do Pi em seus cálculos para fazer um foguete cilindrico com uma ponta afiada chegar a lua, e agora tem um engraçadinho querendo dizer que é mais inteligente?

    Se este danado de Pi, que me deu tanta dor de cabeça nas aulas de geometria estivesse errado, como é que eu conseguiría fechar as formas geométricas de maneira tão espetacular?

    Isso é pra gerar polêmicas pelo mundo e vender livros com teorias.

    Alex

  • Ze da Feira:

    Preciosismo, deixa o pi queto e para de da PItaco.

  • HUGO SM:

    O titulo da matéria é que esta errado.
    Simplesmente se propõe o uso do TAU por ser mais racional e intuitivo,vejam “Se usarmos o tau, um quarto de um círculo é um quarto de tau. Um quarto corresponde a um quarto. Bem mais sensato e fácil de lembrar”.
    Não tem nada do PI estar errado.

  • vicente:

    tau aff nao gosto nem de lembrar de matematica mesmo com nota boa nessa materia

  • Roberto:

    Para calcular a circunferência usa-se 2pi.r, mas pode-se usar 2r.pi, ou seja, diâmetro multiplicado por pi e não o raio vezes 2pi. Qual seria o problema? O problema é que não pode ser tão simples?

  • kiddo:

    rsrs… tá explicado o porque de muita gente só entender metade das aulas…

  • Hugo:

    essa é a diferença do engenheiro pro matemático: um alavanca o desenvolvimento enquanto o outro fica pensando besteira.

  • Eu.Sou.o”Tau”!:

    gostei da ideia mas vai gerar um pouco de confusao, pois o Torque tbm é representado pela letra “tau”!

  • jonheca:

    Há cada idiota a querer ganhar fama e dinheiro por querer reinventar algo que já foi descoberto há milénios.

  • jonheca:

    A area do círculo é pi vezes o raio ao quadrado.

    A=πxR²

    Que ideia mais parva.

    Então seria A=½τxR²
    mais complicado.

    • Mateus Brum:

      Você poderia utilizar o PI se necessário, tal qual o caso descrito.

  • Reprovado em trigonometria:

    Faz todo sentido.
    O que puder tornar a matemática mais simples para os aprendizes melhor.

  • Bruno:

    Eu ja pensava que o Pi era bobeira faz tempo…

  • Dadá:

    Ah, desisto!

  • Dadá:

    (De novo nao posso perder a piada) Quer dizer que todos os edifícios foram construídos com cálulos errados?

  • Andrew:

    Deviam aproveitar e acabar com a besteira de corrente de sentido convencional. Completamente inútil e que só faz confundir a cabeça dos estudantes, e que existe até hoje por causa que na época se achava que era os prótons que se movimentavam. (Claro que para isso teriam de reformular as fórmulas).

    Deviam logo fazer uma reforma geral, incluindo erradicar os nomes próprios em homenagem aos descobridores, para nomes mais intuitivos, fáceis e lógicos.

  • Bulldog:

    Quer dizer que todos o prédios até agora foram construídos com cálculos errados? O.o

Deixe seu comentário!