NASA detecta asteroide de 1 km em aproximação rápida da Terra

Por , em 11.02.2020

De acordo com a NASA, um asteroide chamado 2002 PZ39 irá passar pela Terra no próximo fim de semana, provavelmente no sábado (15) às 8h00, horário de Brasília.

Com cerca de um quilômetro de comprimento, ele é grande o suficiente para causar destruição global e está se aproximando de nós a cerca de 57.240 quilômetros por hora.

Monitoramento de objetos próximos à Terra

Os cientistas estimam que a rocha espacial tenha entre 440 e 990 metros de comprimento, o que é suficiente para gerar um impacto potencialmente fatal na Terra.

Segundo a agência norte-americana, qualquer asteroide maior do que 25 metros é motivo de preocupação. Eles podem provocar terremotos, tsunamis e outros efeitos secundários que se estendem para além da área de impacto imediato.

Não que tenhamos que nos proteger dp 2002 PZ39 – ele deve passar por nosso planeta a uma distância de cerca 0,03860 unidades astronômicas, ou 5,77 milhões de quilômetros. Apesar disso, a rocha é monitorada pela NASA como potencialmente perigosa, como qualquer outra que passe tão perto de nós.

“Como seus caminhos orbitais geralmente cruzam o da Terra, colisões com objetos próximos à Terra ocorreram no passado e devemos permanecer alertas para a possibilidade de futuras abordagens. Parece prudente montar esforços para descobrir e estudar esses objetos, caracterizar seus tamanhos, composições e estruturas e manter um olho em suas trajetórias futuras”, disse a agência.

Seguindo em frente

Depois de sua aproximação à Terra, o 2002 PZ39 deve continuar sua viagem pelo sistema solar e alcançar Vênus em 14 de junho de 2034.

Em agosto desse mesmo ano, o asteroide pode passar pela Terra de novo. [Express, SputnikNews]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (37 votos, média: 4,68 de 5)

Deixe seu comentário!