Novo robô quadrúpede do exército dos EUA corre muito mais rápido do que você

Por , em 8.10.2013

Digam oi para o “Wild Cat” (“Gato Selvagem”, num título mais do que apropriado), um quadrúpede robótico que pode alcançar uma velocidade de 26 quilômetros por hora. Ele é a grande novidade do exército estadunidense e se junta a uma lista já impressionante de robôs conceituais – que são os novos recrutas das forças armadas dos EUA, pensados justamente para serem usados em ofensivas militares.

O exército robótico do Pentágono está se reforçando cada vez mais graças ao trabalho que está sendo feito pela empresa de engenharia Boston Dynamics, financiada pela Darpa (“Defense Advanced Research Projects Agency”, Agência de Projetos de Pesquisa Avançada de Defesa, em português).

Até agora, já foram desenvolvidos dois robôs humanoides (o Atlas e o Petman), além da Cheetah (como o nome indica, um guepardo robótico), Big Dog (conhecida por aqui como uma “mula sem cabeça” em forma de robô) e uma nova versão de mula mecanizada, desta vez à prova de balas.

Você é capaz de imaginar um cenário em que todas estas invenções possam ser usadas juntas?

Wild Cat é a mais recente adição à família. O felino é um robô robusto capaz de correr livremente durante um bom tempo a uma velocidade impressionante. A Darpa tem a esperança de que, um dia, ele rompa a incrível barreira de 80 quilômetros por hora em “todos os tipos de terreno”, nas palavras da própria agência. Atualmente, ele só pode correr em superfícies planas – e de uma forma um tanto desajeitada (confira no vídeo acima).

O novo soldado robótico dos Estados Unidos parece uma versão turbinada do Big Dog – e não se trata de uma coincidência, uma vez que ambos são equipados com o mesmo chassi e alimentados por um motor a gasolina.

Além de ser um avanço tecnológico conceitual, os robôs construídos tendo como base animais podem se tornar um importante reforço no campo de batalha. A ideia das forças militares norte-americanas é utilizar os quadrúpedes para transportar suprimentos para a linha de frente ou outras áreas perigosas. Entretanto, ninguém sabe ao certo o que os robôs terão que fazer.

O vídeo abaixo apresenta o robô bípede Atlas em ação. Repare como a máquina é capaz de caminhar sobre um terreno bem traiçoeiro, que simula as condições adversas de uma batalha. O Atlas ainda resiste ao impacto físico de uma bola de 9 quilos, apoiado em apenas uma das pernas. A Boston Dynamics de fato está fazendo grandes progressos. [io9]

Vote: 1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars

9 comentários

  • everaldo1:

    Essa coisa repleta de munições, dá medo!

  • lipegx:

    26 km? eu corro mais kkk

  • thiago ferreira:

    impressionante nunca vi isso igual na minha vida.

  • luysylva:

    a robótica vai nos supera ?

  • Vagner Gomes Silva:

    ainda tem gente que não acredita em Deus, se pra imitar algo da natureza tem que ter um monte de cientistas inteligentes, quanto mais o original, será que foi obra do acaso? claro que não.

    • Munhoz:

      É fato que somos uma raça relativamente jovem no universo (levando em conta a datação a partir do big bang (ou Gênesis, chame como quiser), e já podemos contar com essas maravilhas técnológicas (já temos até impressora de orgãos),caro Vagner tente imaginar uma civilização infinitamente mais avançada que a nossa, que já existe desde o “início dos tempos”,não da pra ter noção do que seriam capazes, neste momento podem estar viajando pelo universo e semeando vidas, talvez o seu “Deus”, seja nada menos que um “monte de cientistas inteligentes” vindos de um outro planeta mais avançado em tempos remotos.
      abraço.

  • Gedeon Santos:

    Esse Atlas é Incrível cara!

  • Gedeon Santos:

    Eu ainda to tentando descobrir qual é a bunda e qual é a cabeça kkkk

  • Jhonata Ferreira:

    Fantastico!

Deixe seu comentário!