Nuvem de gás gigante vem em direção à Via Láctea

Por , em 2.02.2016

Uma nuvem gigante de gás está vindo para a Via Láctea com uma velocidade de 310 km/s. Mas calma, essa nuvem batizada de Smith Cloud só deve chegar até a nossa galáxia em 30 milhões de anos. Isso é tempo suficiente para que nós tenhamos desaparecido completamente ou então nos adaptado às dificuldades terráqueas e espaciais de forma genial.

O que realmente importa nesta notícia recém-publicada na revista Astrophysical Journal é que astrônomos conseguiram determinar pela primeira vez a composição da nuvem Smith, e a surpresa é que ela foi formada na própria Via Láctea.

Com a ajuda do telescópio espacial Hubble, astrônomos puderam descobrir a composição da nuvem. Ela não emite nenhuma luz, então sua composição não podia ser determinada diretamente. Observando galáxias que estão no fundo, porém, é possível notar que tipo de onda de luz é absorvida pelos elementos que compõem a nuvem. Um elemento que chamou atenção dos cientistas foi o enxofre.

“Ao medir o enxofre, você pode saber o quão enriquecida em átomos de enxofre a nuvem é quando comparada com o sol”, explica o pesquisador principal Andrew Fox, do Instituto Científico do Telescópio Espacial (EUA).

Com essas descobertas, os pesquisadores puderam determinar que a nuvem foi expulsa da Via Láctea cerca de 70 milhões de anos atrás, e que agora está voltando para casa. Quando ela passar por nós, deve gerar 2 milhões de novas estrelas.

Localização da nuvem hoje, em relação a nossa galáxia

Localização da nuvem hoje, em relação a nossa galáxia

Smith Cloud foi observada pela primeira vez na década de 1960, e é a única nuvem conhecida perto de nossa galáxia que se move com grande velocidade e que tem sua órbita conhecida. Até agora, acreditava-se que a nuvem tinha origem no espaço sideral, longe das estrelas. Por esse motivo, cientistas esperavam que sua composição fosse majoritariamente de hidrogênio e hélio.

A descoberta tem grande impacto no entendimento da evolução da galáxia e ajuda a explicar como a produção de novas estrelas acontece. [IFLScience, Astrophysical Journal]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (2 votos, média: 5,00 de 5)

3 comentários

  • Jadson Brumatti:

    Minha nossa! Chamem o Surfista Prateado para nos salvar!!!! Galactus está a caminho!!!

  • Cesar Grossmann:

    Parece aquela notícia-piada de que uma nuvem ácida expelida por um buraco negro está viajando em direção à Terra, derretendo tudo.

    • jab:

      Pensei no mesmo.

Deixe seu comentário!