O que aconteceria se você comesse apenas um tipo de alimento a vida inteira?

Por , em 30.01.2012

Uma jovem inglesa teve que ser encaminhada ao hospital, na semana passada, depois de ter comido nuggets de frango pelos últimos 15 anos. Stacey Irvine, de 17 anos, afirma ter mantido essa dieta, ocasionalmente acrescentada de um pacote de salgadinho ou uma torrada, desde que era criança. Os médicos pediram que ela mudasse seus hábitos, mas o caso de Irvine nos leva a perguntar: o que aconteceria se comêssemos apenas um tipo de alimento?

Depende do veneno que você escolher, mas com certeza seria um veneno. De acordo com a nutricionista da Universidade de Stanford, Jo Ann Hattner, mesmo que você escolha comer apenas um tipo de fruta, vegetal ou grão a vida inteira, isso levaria alguns órgãos a morte. Consumir apenas carne levaria seu corpo a “comer” seus músculos. E se você ficasse apenas com um tipo de alimento (exceto frutas), você desenvolveria um sério caso de escorbuto.

“Eu não recomendaria esse experimento”, afirma Hattner.

Nenhum vegetal ou legume tem todos os nove aminoácidos essenciais para que o ser humano consiga formar as proteínas necessárias. Por isso, a maioria das culturas humanas, sem saber química, desenvolveu uma alimentação centrada em vegetais complementares, que juntos formam os nove.

No começo, sem os aminoácidos adequados, seu cabelo começaria a clarear e as unhas ficariam moles. Muito pior, “sua massa corporal magra sofre. Isso não quer dizer apenas músculos, mas também o coração e os órgãos”. Eventualmente, seu coração encolheria tanto que você morreria; isso acontece em alguns casos extremos de anorexia.

Comer apenas um tipo de carboidrato – pão ou massa, por exemplo – também causa morte dos órgãos, por deficiência de aminoácidos. Além disso, você vai ter escorbuto, devido à falta de vitamina C. Graças a experimentos altamente antiéticos, realizados com prisioneiros ingleses e americanos na década de 40, sabemos que o escorbuto acontece após um a oito meses sem vitamina C (dependendo do estoque prévio da pessoa). No fim, estranhas manchas aparecem em seu corpo e se tornam feridas supurantes. Febre, perda dos dentes… e morte.

A vida como um carnívoro convicto também seria mortal.

Além de faltar vitamina C, a maior parte das carnes contém poucos carboidratos – os pacotes de energia para que você consiga fazer até a menor das tarefas. “Sem carboidratos, você vai começar a quebrar sua massa muscular para conseguir energia”, afirma Hattner. Novamente, “músculo” não se refere apenas ao seu bíceps. Você estará “comendo” seu coração também.

Entretanto, existe um alimento que tem tudo: o que mantém os bebês vivos. “O único alimento que oferece todos os nutrientes necessários aos humanos é o leite humano”, comenta Hattner. “O leite materno é um alimento completo. Nós podemos adicionar algumas comidas sólidas na alimentação de um bebê durante seu primeiro ano de vida, para complementar com mais ferro e outros nutrientes, mas lá você tem um pouco de tudo que precisamos”.

De acordo com ela, os adultos poderiam viver do leite humano, tecnicamente. O ponto é encontrar uma mulher que queira prover isso. Sem essa opção, a segunda seria o leite dos mamíferos, principalmente se for fermentado. “Iogurte, que é leite fermentado, tem muitas bactérias boas para o trato intestinal”, afirma Hattner.

Esses cenários hipotéticos não são apenas especulação. Em muitas partes do mundo, as pessoas não têm escolha a não ser comer um alimento: geralmente arroz. Cientistas estão desenvolvendo grãos geneticamente modificados que contêm mais vitaminas e nutrientes, principalmente vitamina A, para combater a má nutrição.

Entender como podemos colocar tudo o que precisamos em apenas um alimento também é útil para as viagens espaciais. “O ímpeto de muitas pesquisas nutricionais é como alimentar as pessoas no espaço. Os cientistas estão tentando aumentar a concentração nutricional da comida, para que astronautas não sofram. [LiveScience]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (2 votos, média: 5,00 de 5)

15 comentários

  • Cesar Grossmann:

    Tem coisa errada aí. Se você tem gordura no corpo, e não ingerir carboidratos, o organismo vai quebrar a gordura para obter energia, e não só o músculo. Por isto é importante fazer exercícios em uma dieta de proteínas, para manter o músculo e estimular a quebra da gordura.

    Eventualmente você vai chegar a consumir todo o depósito de gordura do corpo, e por isto é importante reintroduzir lentamente o carboidrato na dieta, usando os carboidratos de baixo índice glicêmico, como grãos e farinhas integrais, evitando as farinhas brancas e o açúcar, principalmente.

  • gloria:

    O leite materno é ótimo se a mulher q fornecer-lo tiver saude e alimentação.Li num livro de pioneiros dos médicos sem fronteiras q o melhor alimento e mais completo q a natureza pode dar é a agua de coco,um medico dava seu testemunho dizendo q usava a agua de coco direta na veia de pacientes ,dependurava o coco inseria nele o cateter indo direto do coco na veia do doente.

  • Prii:

    Então desde os dois anos (ou seja, um bebê) ela mantem essa dieta? Ela não tem mãe nem pai não? Que gente mais desnaturada… Já vi de onde veio tamanha irresponsabilidade.

  • John jones:

    como alguém consegue fazer tal coisa????

    • Ezio Jose:

      Com apóio da família. Tudo deve ter regras e regras são para serem cumpridas.

  • Paulo Eduardo:

    Do quê adianta o mundo oferecer uma imensidade de coisas para as pessoas comerem! Ainda bem que muitos aproveitam as delícias da vida e comer de tudo é uma delas!

  • Flor de Lis:

    Pra mim uma dieta dessa é suicídio.

  • MariannaGoret:

    Muito interessante a matéria.
    É incrível como o leite materno é tão rico. Deve ser porque é fruto de muito amor. ^^

    • Ezio Jose:

      Se o amor fosse eterno como gostaríamos que fosse, o nenê, mamando eternamente só leite materno iria sofrer consequências também. Ainda bem que nas primeiras consciências da gula têm os produtos Nestlè, depois as frutinhas e daí em diante o MacDonald’s, Churrascarias, Self-Service e etc.

  • Elton:

    E não se esquecer de atividades físicas!

  • Danilo M.:

    Se uma pessoa passa a se alimentar com um único tipo de alimemnto por um longo tempo isso poderá ter graves problemas de saúde,isso porque nosso corpo depende de várias vitaminas,proteínas e sais minerais para manterem uma boa saúde,por exemplo falta de vitamina A no organismo pode causar cegueira noturna e falta de vitamina C pode causar escorbuto essas doênças eram muito comuns na época das Grandes Navegações pois os tripulantes passavam messes sem consumir alimentos ricos dessas tais vitaminas e dependendo da doênça adquirida pela falta delas acabavam morrendo,enfim todos devem consumir pelo menos uma pequena quantidade por dia para evitar tais doênças!!!

  • Gabriel.¿:

    a diferença entre o veneno e o remédio é a dosagem..

  • Chuck Norris®:

    Eu como de tudo um pouco, sem frescuras. Tem gente que diz, “ah, não gosto disto”. Não gosta porque não sabe o que é sentir fome de verdade.

  • Junior:

    Muito interessante mesmo, já tentei me imaginar no lugar do náufrago e se tivesse apenas água de côco pra tomar, não sobreviveria mesmo, pois nossos orgãos dependem de diversos tipos de proteinas e sais minerais.

  • curioso:

    Ser criado por animais dá nisso.

    O Mogli ser uma criança sadia…só em contos de fadas mesmo!

Deixe seu comentário!