Para realmente apreciar a histórica primeira imagem de um buraco negro, você precisa ver quão grande ele é

Por , em 13.04.2019

A essa altura, você provavelmente já viu a imagem histórica do buraco negro supermassivo no centro da galáxia Messier 87, a primeira fotografia direta de um desses objetos magníficos.

Com certeza, é uma imagem poderosa que nos faz sentir pequenos no universo. Ou não? Será que você entende quão “supermassivo” esse buraco negro realmente é?

Monstro

O objeto está a cerca de 55 milhões de anos-luz de distância de nós, em uma galáxia com um raio de 60.000 anos-luz. A Via Láctea, em comparação, tem mais de 100.000 anos-luz.

A massa do buraco negro é outra coisa. Multiplique a quantidade de material que compõe o nosso sol por 6,5 bilhões. Agora, coloque toda essa massa em um volume tão pequeno que tecnicamente não tem dimensões espaciais.

Para ter esperança de escapar desse monstro, um fóton precisaria estar a cerca de 18 bilhões de quilômetros longe de seu centro, ou cerca de 122 vezes a distância entre a Terra e o sol. Mais perto que isso, e adeus – cairá em sua escuridão distorcida para sempre.

Esses números são impressionantes, mas simplesmente não fazem justiça a um diagrama que mostre a escala do que estamos lidando ao falar do buraco negro de M87. Por sorte, Randall Munroe criou um.

É isto: [ScienceAlert]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (66 votos, média: 4,88 de 5)

Deixe seu comentário!