Porque o piloto alemão matou 150 pessoas [atualizado]

Por , em 27.03.2015

O piloto Andreas Lubitz, 27, suspeito de ter derrubado propositalmente o avião em que atuava como copiloto, sofreu de depressão grave.

De acordo com as investigações e gravações recuperadas do cockpit, o piloto do Airbus A320 da companhia Germanwings deliberadamente matou 150 pessoas, possivelmente por causa de transtornos mentais. Andreas teve um episódio depressivo grave seis anos atrás. Ele havia se afastado de seu treinamento de piloto por um ano e meio para realizar tratamento psiquiátrico.

Ele trancou o piloto para fora do cockpit quando ele deu uma saída — presumivelmente para ir ao banheiro. Estava respirando normalmente e deliberadamente mexeu no piloto automático para reduzir a altitude para 30m no meio dos Alpes franceses. Tudo isso foi registrado pelo gravador da cabine. Investigadores também encontraram um atestado médico rasgado na casa do piloto alemão. Os documentos evidenciaram que ele estaria incapacitado para voar no mesmo dia em que o incidente ocorreu.

Depressão é uma das principais causas de suicídio.

De acordo com o Dr. Luiz Henrique Carneiro Alves, psiquiatra da Força Aérea Brasileira (FAB), transtornos mentais são fatores que afastam pilotos da atividade até que o quadro fique estável. Outros fatores podem potencializar a depressão grave como transtorno bipolar, esquizofrenia, uso de drogas e álcool. Segundo ele, o mesmo motivo pode ter sido a causa do desaparecimento do voo MH307 da Malasya Airlines.

10 aviões que desapareceram misteriosamente sem deixar nenhum rastro

No entanto, é um grande desafio diagnosticar a condição sem a colaboração do paciente, de acordo com o Dr. Luiz. Não é difícil esconder depressão grave de um médico e os pilotos não costumam admitir este tipo de condição ou até mesmo o uso de álcool e drogas, que também são fatores que os excluiriam de voar. As motivações para esconder são óbvias e podem ir além da perda financeira e status: pilotos amam voar.

No Brasil, a emissão da habilitação para pilotar só ocorre após inúmeros testes de saúde incluindo avaliações psiquiátricas e psicotécnicas, mas os testes que podem detectar doenças mentais não são obrigatórios para a renovação da habilitação. [Reuters, 2]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (1 votos, média: 5,00 de 5)

Deixe seu comentário!