Piloto rouba avião, é perseguido por caças e foge a pé

Por , em 8.04.2009

Adam Dylan Leon roubou um pequeno avião no Canadá e forçou militares a perseguirem o avião com caças F16. Depois de um tempo, o piloto pousou no Missouri e fugiu a pé. Lá, ele foi preso por policiais da região.

O Comandante Gary Ross, do Comando Norte-americano de Defesa Aérea, disse que, em nenhum momento, o avião foi considerado uma ameaça terrorista que colocasse em risco a vida de civis. Mesmo assim, o capitólio estadual de Madison, no Winsconsin, foi evacuado, por segurança.

Tudo começou no Confederation College de Ontário, cerca de 1.300 km ao norte de onde o evento terminou (Piemonte, no Missouri), quando ‘alguém’ pulou uma cerca e subiu em um avião. “As chaves estavam no avião porque os estudantes o estavam usando” explica Judi Maundrell, vice-presidente do Confederation College.

Adam Dylan Leon é Turquês naturalizado canadense.

Adam Dylan Leon é Turquês naturalizado canadense.

O piloto não respondeu a chamadas pelo rádio, muito menos a sinais enviados pelos militares que o perseguiram. “Ele não falou conosco em nenhum momento” disse Laura Brown, porta-voz da Administração Aérea Federal.

Leon mais tarde disse ao FBI que pretendia ser abatido por um caça e que “não estava sentindo-se como si mesmo ultimamente”.

Ross declarou que o avião estava com o tanque cheio, e seria capaz de voar até sete horas sem parar para reabastecer. [Reuters]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (1 votos, média: 5,00 de 5)

4 comentários

Deixe seu comentário!