Pílula do dia seguinte pode não funcionar para mulheres com mais de 75 kg

Por , em 26.11.2013

Pílula do dia seguinte funciona?

Recentemente, a HRA Pharma, empresa que fabrica a versão europeia do medicamento conhecido como Norlevo, resolveu atualizar a sua embalagem para indicar que a medicação de prevenção a gravidez nem sempre é eficaz para mulheres com mais de 75 quilos e não funciona em mulheres que pesam mais de 80 quilos.

Originalmente, foi solicitado que a HRA Pharma analisasse a eficácia da sua “pílula do dia seguinte” por um estudo de 2011 da Universidade de Edimburgo, na Escócia, que constatou que o risco de gravidez era mais de três vezes maior para mulheres obesas em comparação com mulheres com índice de massa corporal normal quando a medicação era tomada.

Eles também descobriram que o risco de gravidez era particularmente elevado se a contracepção de emergência contivesse levonorgestrel, hormônio encontrado em muitas das principais pílulas vendidas no mundo, incluindo as mais vendidas no Brasil (Postinor-2, Pilem, Pozato, Diad, Minipil2-Post e Poslov).

O estudo finaliza recomendando que mulheres com sobrepeso usem o DIU como método contraceptivo.

Levando esses dados em conta, um grande número de mulheres brasileiras não poderia usar a medicação. Dados do Ministério da Saúde de agosto desse ano mostram que, ao todo, 51% da população acima de 18 anos apresenta índice de massa corporal igual ou acima de 25 (sobrepeso), dos quais 48,1% são mulheres. Além disso, 17,7% delas são obesas.

Além disso, esses números são baseados no sistema falho de índice de massa corporal, que não leva em conta a gordura corporal para chegar à conclusão sobre a saúde de uma pessoa. Não há como negar que uma parcela significativa de mulheres que tomam a pílula do dia seguinte pesam mais de 75 quilos, seja isso considerado obeso para o seu tipo de corpo ou não.

O site da HRA Pharma ainda não mudou as informações do seu produto, mas a nova embalagem deve conter o seguinte aviso: “Estudos sugerem que Norlevo é menos eficaz em mulheres com peso de 75 quilos ou mais, e não é eficaz em mulheres com peso de 80 kg ou mais” e que Norlevo “não é recomendado se você pesa 75 kg ou mais”.

Ainda não sabemos se outros fabricantes de pílulas farão a mesma recomendação aos seus consumidores. E se os principais fabricantes não fizerem essa observação, marcas genéricas não podem mudar sua embalagem para conter o aviso.

Aparentemente, não tem como tornar as pílulas do dia seguinte mais seguras para mulheres com mais peso. Apenas aumentar a quantidade de levonorgestrel não funciona para melhorar a eficácia contraceptiva do medicamento. Outros hormônios são considerados ainda menos eficazes e muitas vezes induzem náusea. A melhor opção para as acima de 75 kg, ao que parece, é trocar de método contraceptivo mesmo. [Jezebel, GazetadoPovo, SempreTops]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (1 votos, média: 5,00 de 5)

2 comentários

Deixe seu comentário!