DIU é mais eficaz que tomar anticoncepcional? Descubra!

Por , em 25.02.2013

DIU é uma sigla para “dispositivo intrauterino”, um método contraceptivo reversível utilizado por mais de 16 milhões de mulheres em todo o mundo.

O DIU é um artefato de polietileno, com ou sem adição de substâncias metálicas ou hormonais, que exerce efeito anticonceptivo quando colocado dentro da cavidade uterina de uma mulher. Existem basicamente duas categorias:

  • DIUs não medicados (ou inertes): não contêm ou liberam substâncias ativas. São unicamente constituídos de polietileno;
  • DIUs medicados (ou ativos): além da matriz de polietileno, contêm substâncias (metais ou hormônios) que exercem ação bioquímica local, aumentando sua eficácia anticonceptiva. Dos DIUs medicados, os mais utilizados são os que contêm cobre ou progesterona.

Funcionamento

De acordo com o Relatório Técnico da Organização Mundial da Saúde de 1987, o DIU exerce seu efeito antifertilidade de forma variada e pode interferir no processo reprodutivo antes mesmo do óvulo atingir a cavidade uterina.

Tipos de anticoncepcional DIU

  • DIU de cobre: a simples presença de um corpo estranho dentro do útero já faz com que se crie uma resposta inflamatória dentro da cavidade uterina, de tal forma que o útero se torna um ambiente mais hostil para os espermatozoides. Além disso, a presença do cobre no DIU aumenta o efeito espermicida do dispositivo, diminuindo a mobilidade dos espermatozoides, o que praticamente impede a fecundação do óvulo.
  • DIU hormonal: libera uma forma de progesterona sintética dentro do útero. Assim como no DIU de cobre, a presença dessa peça já causa, por si só, uma resposta inflamatória que atrapalha a concepção. A presença da progesterona sintética diminui a frequência da ovulação e altera a consistência do muco do colo do útero, dificultando a passagem do esperma. A ação hormonal desta progesterona é local e restrita ao útero, não havendo aqueles efeitos colaterais comuns e indesejáveis do uso de hormônios orais sistêmicos.

Eficácia DIU de cobre ou hormonal

O DIU é um método anticonceptivo muito eficaz, apresentando uma taxa de falha de 0,2% ao ano.

Em geral, os DIUs de cobre são mais eficazes e produzem menos efeitos colaterais que os não medicados. As taxas de gravidez oscilam entre 0,5 a 0,7 por 100 mulheres ao ano. Essas taxas são mais baixas que as obtidas com anticoncepcionais hormonais combinados orais, e comparáveis às de anticoncepcionais injetáveis.

Confira na tabela abaixo uma comparação entre os diversos métodos contraceptivos baseados em dados de 2007. A porcentagem se refere à taxa de falha do método por ano.

  • Vasectomia: 0,15%
  • Ligadura de trompas: 0,50%
  • DIU: 0,60%
  • Anticoncepcional oral*: 0,3% a 7%
  • Anel vaginal*: 0,3% a 8%
  • Camisinha*: 2% a 15%
  • Coito interrompido*: 4% a 27%

*Os valores variam de acordo com o uso correto do método.

Além disso, um estudo recente feito com dados científicos coletados em 35 anos e publicado na revista “Human Reproduction” concluiu que DIU é mais eficaz que a pílula do dia seguinte enquanto método contraceptivo de emergência, para ser utilizado depois de uma relação sexual sem proteção.

Benefícios e riscos

Segundo os especialistas, o DIU é um método anticonceptivo interessante por ser de longa duração (pode ficar no útero, geralmente, de um a dez anos), por ser imediatamente reversível, por ser muito eficaz, por não exigir disciplina diária em seu uso (como tomar pílulas todos os dias), por não interferir no ato sexual, entre outras vantagens.

Por outro lado, pode aumentar as dores no período menstrual (cólicas ou dor durante sangramento), pode aumentar ou prolongar o fluxo menstrual, pode aumentar o risco de infecções ginecológicas, e, principalmente, não protege de doenças sexualmente transmissíveis.

Além disso, possui riscos como a perfuração da parede do útero, e possível deslocação do DIU ou até abandonamento do dispositivo do útero. Vale ainda notar que alguns consideram o DIU um método abortivo, importante questão a ser considerada pelas mulheres, levando em conta suas crenças e opiniões sobre o assunto.

Algumas condições são proibitivas para o uso do DIU, porque facilitam ou predispõem condições prejudiciais a paciente. Não é recomendável a colocação do DIU caso:

  • A paciente esteja em período pós-parto (48 horas- 4 semanas);
  • Tenha doença trofoblástica gestacional;
  • Tenha câncer de ovário/endométrio/útero;
  • Tenha múltiplos parceiros/ infecções ginecológicas recorrentes;
  • Tenha sangramento vaginal;
  • Esteja grávida;
  • Tenha doença inflamatória pélvica.

Como faço para usar o DIU

A colocação do DIU deve ser feita por um médico ginecologista. É muito importante que você procure um médico confiável, que siga à risca todos os procedimentos de assepsia, diminuindo a chance de infecção.

O procedimento pode causar um certo desconforto, sendo usualmente prescrito um anti-inflamatório oral horas antes para que esse incômodo seja bem tolerado pelas pacientes. Anestésicos locais também podem ser utilizados.

O momento habitual da inserção é durante ou logo após a menstruação (preferencialmente até o 5º dia do ciclo), porque o canal cervical está mais dilatado, o que facilita sua aplicação tornando-a menos dolorosa, além de evitar a colocação do dispositivo em uma mulher com gestação inicial.

Depois do procedimento, é importante fazer uma ultrassonografia de controle, para que se tenha certeza de que o DIU está na posição correta na cavidade uterina.

O acompanhamento de uma paciente com DIU é anual. Além do exame preventivo para o câncer de colo de útero, é preciso realizar uma ultrassonografia para avaliar sua posição.

Um novo DIU pode ser inserido no mesmo dia da extração de um DIU vencido.

Custo

O custo da inserção do DIU varia muito, de acordo com o produto escolhido e a taxa de colocação cobrada pelo profissional de saúde.

Em média, o dispositivo custa de R$ 70,00 a R$ 700,00, e a colocação entre R$ 250,00 e R$ 600,00. Obviamente, você pode encontrar preços diferentes.

Em geral, o DIU de cobre costuma ser um dispositivo mais barato, e mais acessível à população como um todo.
Levando em conta que o dispositivo pode durar até anos, seu uso pode compensar financeiramente em relação aos gastos com outros métodos anticoncepcionais, como pílulas.[Pastore, Unifesp, QuantoCusta, FAD]

[box]IMPORTANTE

Se você acha que o DIU pode ser um bom método anticoncepcional e gostaria de tentá-lo, converse com seu médico ginecologista. Somente ele poderá esclarecer todos os riscos e benefícios do dispositivo para seu organismo em particular, e lhe ajudar a inseri-lo e mantê-lo.[/box]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (4 votos, média: 4,75 de 5)

21 comentários

  • Gerson Andrade:

    O Espermatozoide e o óvulo é uma célula com metade dos cromossomos, necessitam unir para ser uma zigoto e ser considerado vida!

  • Sonise Citadella:

    estou gravida e não pude tirar o DIU. posso ter relação sexual normal?

  • Sonise Citadella:

    gostaria de saber se posso ter relação sexual, gravida com o diu. se tiver pode causar complicação…..

  • Gabrielle Muros:

    O SUS realiza procedimentos de vasectomia.

  • Luciene Cavalcante Araujo:

    Eu entendi, que o método, deixa o útero um ambiente inapropriado para os espermatozoides e deste modo evitando que os cheguem a ovulação, e isso não é um aborto, todos os métodos são para o mesmo objetivo, EX: quando usamos o preservativo, ele é retirado e jogado no lixo cheio de espermatozoides e ai, como julgar? Que jogamos possíveis bebes no lixo? Não podemos pensar deste modo, pois se for assim somos todos assassinos usando qualquer um dos métodos anticonceptivo.

    • Ana Soareira:

      O Diu atrapalha essa instalação do óvulo já fecundado, descartando-o. Por isso a polêmica. Espermatozoide sozinho não gera vida.

  • Ana Carla de Morais Souza:

    Para sermos inteligentes como nosso amigo Alberto Campos diz, é muito fácil, não precisar ser a favor de aborto, basta ter mais consciência e responsabilidade…pra que ser favor ao aborto se existe vários métodos anticonceptivos (exceto em caso de estupro)
    Se não quer e não tem condições de ter filhos se previna e hoje em dia consegue medicamentos em posto de saúde para aqueles sem condições de comprar… SEJAMOS RESPONSÁVEIS TEM COISAS QUE PODEMOS FAZER SEM CULPAR NINGUÉM

  • luciana paulo:

    Aqueles que tratam a vida como lixo infelizmente deve ser assim que vocês se veem. Mas voce é muito mais que isso como tambem essas “celulas” que voces dizem que nao servem para nada….por pensamentos tão egoistas e individualista que as pessoas sao cada dia mais infelizes e o crime de um aborto é o mesmo dos criminosos que matam um em cada esquina. Assim como vocês tem direito de se expressarem eu Tambem tenho. E os mendigos sao seres humanos como qualquer pessoa e vao para o mesmo lugar que qualquer um. Como falar num país mais digno se ainda muitas pessoas acha que o ser humano é descartavel?

  • Isabel Azevedo:

    FAZIAM 5 ANOS DESCOBRI QUE TINHA ENGRAVIDADO COM O DIU. TIREI E ESTOU SANGRANDO MUITO E NÃO SEI SE MEU FILHO VAI VIVER PRA CONTAR ESSA HISTORIA. QUEM COLOCAR O DIU TENHA MUITO CUIDADO. FAÇA REVISÃO DE 6 EM 6 MESES.

  • Alberto Carvalhal Campos:

    Jessica Mapo / 3.03.2013
    Acidentes acontecem. Isto que você citou é uma prova de que precisamos do aborto. Tenham certeza de que não é crime. Eliminar células humanas não é crime. Eliminamos células humanas a toda hora. A mulher não elimina seus óvulos mensalmente? A própria natureza elimina óvulos fecundados, o homem elimina seus espermatozoides. Porque só os concebidos por estrupo podem ser abortado? Isto não tem lógica nenhuma. É tudo só demagogia. Cultivar a miséria é um crime maior. Todos sabemos que o governo não dá plano de saúde para pobres e nem pode dar. Simplesmente morrem prematuramente, no descaso. Isto é certo? Estamos marcando passo e criando uma bola de neve. O Brasil gasta fortunas com a miséria que deve ser cuidada por nós, porque somos culpados pelo ocorrido (nós não, as igrejas sim). O aborto é urgente e necessário. Soube que Portugal aderiu ao aborto recentemente. Queiram ou não o aborto chegará no Brasil em breve. Acredito que a presidente Dilma só não aceitou o aborto, por imposição das igrejas, que nada fazem para acabar com a miséria. Isto representa mais dízimos para as igrejas.

  • Jessica Mapo:

    Sendo melhor ou não, a tia do meu marido engravidou usando o DIU, minha mãe engravidou depois da laqueadura, minha tia engravidou tomando anticoncepcional… Eu uso o anticoncepcional e o preservativo em toda relação sexual, mesmo sendo casada, pois uma gravidez indesejada é difícil mas uma doença é exponencialmente pior. Nunca se sabe se as horas a mais do marido ou da esposa no trabalho são reais…

  • Vagner Borges:

    Sou estudante de medicina e achei muito bem escrito o texto!

    Considero o DIu o melhor metodo contraceptivo que existe(o mirena sendo o melhor deles, é o com progesterona)

    Pratiamente livre de efeitos colaterais e tão eficiente quanto, sendo mais eficiente que a camisinha

    so nao recomendamos o DIU pra mulheres que tenham chance de contrir uma infecção , como as solteiras ou aquelas cujo marido não seja fiel!

    Em caso de suspeita de infecção deve-se remover o DIU e iniciar o tratamento pois ele impede que os antibioticos ajam corretamente e servem como meio de proteção e cultura para as bacterias!

  • Alberto Campos:

    Victor B. Iturriet / 26.02.2013
    E desde quando o artigo é sobre aborto?
    Você tem toda a razão,mas se trata de evitar a gravidez. E se esta falhar? Vai-se engravidar? Temos pílula do dia seguinte, etc. Como aparecem meninas drogadas e grávidas? O mesmo com meninas com pouca instrução, com deficiências mentais, extremamente pobres, etc. Não podemos entrar nessa de sustentar mendigos procriando sem limites. Quanto mais sustentamos mais nascem. Isto é uma bola de neve. Haja verba para sustentar mendigos, drogados, etc.

  • David:

    Ainda bem que sou homem!
    Coitadas das mulheres!

  • Alberto Campos:

    Sou a favor do aborto. Proibir o aborto é uma falta de lógica. Acidentes acontecem. Existem pessoas que não tem condições no momento para criar uma criança. Toda criança deve ser programada com todo cuidado. Não é como adotar um cachorrinho. Deve ser criada com dignidade e não contra a vontade. Obrigar uma mulher a ter um filho que ela não deseja, é um crime maior que o aborto. Existem mais de 8.000.000 de crianças abandonadas no mundo. Isto é certo? Países de primeiro mundo permitem o aborto e não são castigadas por Deus, já os sub desenvolvidos, proíbem o aborto e sofre com a miséria. Verbas não deveriam ser doadas a miséria e sim a tecnologia. Mortes por parto assistido é superior (em 14 vezes) ao aborto não assistido. Não vejo lógica na proibição. Sejamos inteligentes. Um povo culto é um povo ordeiro.

    • Victor B. Iturriet:

      E desde quando o artigo é sobre aborto?

    • Bárbara Dornelles Flores:

      Primeiro, o artigo não é sobre aborto.
      Segundo,”acidentes” hoje em dia ? Não me venha com esse papo ! Depois de ter camisinha de graça e aos montes nos postos de saúde e a pílula do 2º dia(ou sei lá como se chama) cada um que se vire com o que arrumou pra si, a criança não tem culpa de ter pais inconsequentes. A mas e as meninas drogadas que aparecem grávidas aí? Esse é outro assunto mais longe ainda pois exige que pensemos em uma série de medidas a serem tomadas.
      Eu(e muitas pessoas) vejo aborto(óbvio, não espontâneo) como uma forma de assassinato e o pior é que a vítima não tem oportunidade de se defender, ou seja, além de tudo é um ato covarde.

    • Vagner Borges:

      Nao gosta do aborto não faça minha cara.Ninguem vai te obrigar a abortar

      mas limite-se a opinar sobre vc

      deixe quem quiser fazer que faça

      depois da crinaça nascida duvido que vc se ofereça para cria-la

    • Jessica Mapo:

      Bárbara, mesmo eu usando o anticoncepcional e preservativo, eu corro risco de engravidar. E não quero filhos, de jeito nenhum, e infelizmente não temos dinheiro pra meu marido fazer a vasectomia e eu não tenho a idade estipulada para fazer a laqueadura. Se eu engravidar, eu vou pra outro país pra fazer um aborto seguro, porque no nosso país, é só açougueiro que faz isso. Não vejo problemas em me livrar de um amontoado de células assim como não vejo problema em cortar o meu cabelo.

  • Louren Azuvich:

    Não vale a pena…

  • Gargwlas:

    tenho um amigo que caiu nessa 0,2% ae…. kkkkkkkkkkkkkkk

Deixe seu comentário!