Por que estas vacas estão esburacadas?

Por , em 7.01.2013

Embora seja uma prática relativamente antiga (data da década de 1920), o processo de fistulação (abrir cirurgicamente um canal entre um órgão e o exterior) e canulação (introduzir uma válvula na cavidade) de um dos compartimentos (rúmen) do estômago de bovinos é pouco conhecido do público leigo e, quando visto por ele, normalmente causa espanto. Afinal, por que alguém faria esse estranho procedimento? O animal sente dor? Sua vida é colocada em risco?

Em artigo publicado em 2009 na revista Ciência e Agrotecnologia da Universidade Federal de Lavras (MG), três pesquisadores de Medicina Veterinária analisaram e descreveram o processo realizado em 25 vacas e oito cordeiros (entre 2000 e 2005). No texto, eles explicam que a canulação é usada como alternativa a sondas (que só permitem a coleta de pouco material e entopem com certa facilidade) para coletar amostras de material em processo de digestão e analisar a saúde do animal.

O processo é similar ao de uma cirurgia convencional: jejum, sedação, antisséptico local, anestesia, incisão e acompanhamento. Para introduzir a cânula (também conhecida como “joundill”), a pele da área é removida e os músculos são afastados no sentido de suas fibras. A cânula, que pode ser de material rígido ou flexível (mais comum), tem uma abertura de 11,5 cm de diâmetro externo (no caso dos bovinos; nos cordeiros, o diâmetro é de 8,3 cm) que pode ser facilmente tampada. O procedimento leva, em média, menos de uma hora e normalmente é feito de uma única vez, “reduzindo o custo operacional e o estresse do animal”.

No estudo, apenas três animais tiveram que ter o procedimento revertido, por causa de excesso de vazamento do conteúdo do estômago. “O vazamento de conteúdo ruminal é uma das complicações mais comumente observadas em animais canulados”, escrevem os autores. Em um dos três animais, a cânula “escapou”, mas “não foi observada abertura anormal da fístula ou cicatrização irregular da ferida”. Como prevenção, todos os animais recebem uma dose de antibióticos pouco depois do procedimento, para diminuir o risco de infecções.

“É comum a ocorrência de necrose na borda da ferida cirúrgica em consequência da compressão dos tecidos exercida pela cânula”, explicam, “e a ferida geralmente se recupera com cicatrização [em cerca de 30 dias]”. O local é higienizado constantemente, para evitar infecções, e os autores não relataram se houve qualquer desconforto demonstrado pelos animais – mas, como não deixaram de abordar as complicações, supõe-se que teriam relatado, se fosse o caso.

Agora que vocês conhecem melhor o procedimento, leitores, o que acham dele? Desnecessário? Importante? Cruel? Deixe sua opinião nos comentários![Scielo]

Vote: 1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars

17 comentários

  • Manoel Ribeiro:

    Acho isso um absurdo!!! Um crime contra a vida, animais não são comida ou objetos. Precisamos banir a violência do mundo! Sejam vegans.

  • Maria Ines Rolim:

    “… não foi observado desconforto do animal…” a tá, então se não houve reclamação, podemos continuar..

  • Carlos A S Jordao:

    Na minha humilde opinião, esse processo de fistulação em bovinos é um absurdo, uma barbárie. Não há necessidade de se usar esse processo que causa tanto sofrimento ao animal.
    Já existe uma ração formulada por um brasileiro que fabrica um núcleo que misturado a qualquer alimento para bovinos(concentrados) que não provoca acidose, timpanismo, laminite enfim empanzinamento do animal. Qualquer que seja a quantidade oferecida e com fibra zero. Todos os produtos utilizados no núcleo são naturais, isto é , sem antibioticos.Não existe no mundo nada parecido.

    • amandavet:

      olá,carlos
      vc, não estaria se referindo aos aditivos?
      precisa de fibra sim,pois sua anatomia e fisiologia digestiva foi feita para digerir as fibras,esta também tem um papel importante na prevenção da acidose:As forragens ñ finamente moída é crucial para a manutenção do pH ruminal acima de 6,2 acorre devido ao estimulo à ruminação, que provoca um aumento na produção de saliva e na liberação de tamponantes.
      lembre-se que vaca é herbívoro!

  • Márcio Augusto:

    Mto interessante esta e outras postagens do Hypescience, parabéns aos jornalistas que nos trazem estas curiosidades. Só uma sugestão: coloquem o ícone de compartilhamento do G+ na página para facilitar a vida de quem, como eu, é usuário dessa rede social.

  • Otoniel Tiburtino:

    ” Tudo muito impressionante, mesmo.
    Fálem algo sobre o Boi BANGRUS – [Nelore-bras.X Angus-Escocês]
    A Picanha dele chega a 5.5k
    Fizemos uma no Avesso, nem os cachorros comeram.
    Eu ví na Churrascaria Angu’s Gril. Portal do Morumbí. ano 2.000

  • Darkus:

    Sem querer desumanizar a coisa… Mas são vacas, são fonte de alimento, e a única coisa que podemos fazer para que isso não aconteça mais é não comer carne bovina e não tomar mais leite, mas praticamente ninguém quer sacrificar estes pequenos prazeres pelo bem estar dos animais.

    • Manoel Ribeiro:

      Sou vegan! E a cada dia mais gente se torna, há esperança.

    • Cesar Grossmann:

      Tem que cuidar com a deficiência de zinco e vitamina B12…

  • Fábio Guedes:

    Esse pequeno artigo força a ideia que a fistulação é uma prática que vem em benefício das vacas.
    Vale a pena abrir os olhos para a realidade da prática da operação. A verdade é que essa, entre outras, constitui-se de uma prática desnecessária em muitos casos.
    É como as operações plásticas na América do Sul, em especial o Brasil. Facilita-se a operação para que sejam, as mulheres brasileiras, cobaias na mesa cirúrgica.
    O mesmo acontece no meio científico, de onde venho, e creio ter consciência do que é necessário e do que são testes, onde animais sofrem desnecessariamente.

    Não acho que vale a pena a tentativa de tentar “esclarecer” certos fatos. No final das contas, só servem para abrir espaço para mais e mais exploração animal.

  • Carmita Damasceno:

    Acho um bsurdo!
    E não adianta dizer que o procedimento da cirurgia é igual ao dado ao ser humano.
    DUVIDOOOOOOOOOOOO!!!!!!!!!!!!!!

  • ASBC:

    Imagens bizarras e chocantes, no pior sentido !
    Não ficou claro para mim o porquê disso… Na matéria falou apenas de se facilitar a coleta de material.
    Com que constância fazem isso ? É usado para aumentar a produção ?
    Se for, foi um baita estímulo para adotar o veganismo !

    • amandavet:

      O artigo foi realizado para apresentar uma nova técnica de fistulação em bovino e ovinos,na qual ocorre em um único estagio para diminuir o estresse do animal: a cirurgia ocorreu em 50 min;também documenta para prevenir complicações:peritonite,enfisema subcutaneo e vazamento do conteúdo ruminal.
      fistulação cirurgica: ruminal,abomasal,esofagiana,outras fistulas são tecnicas mais utilizadas em estudos in vivo de metabolismo e fisiologia nos animais.
      utiliza-se para: colocação e retirada de amostra a espaços variados de tempo para teste de digestibilidade,obtenção de materia do digesta rico em micorganismos para estudo de microbioogia e de digestão in vitro,e ainda uma serie grande de determinação locais,como sejam:pH,temperatura,motilidade ,flora e fauna microbiana,tempo de passagem e fluxo do conteudo do órgão e absorção,principalmente.
      Sim aumenta também a produção de leite,pois permite que o veterinário avalie qual alimento, quantidade ajuda na produção de leite.
      essas tecnica também ajuda na elaboração de ração;vacas com janela são doadoras de suco de rumem para pacientes com timpanismo gasoso grave,o tratamento é transfaunação;tem artigo que apresenta a técnica de fistulação de ceco para estudar a etiologia da cólica.
      essa tecnica existe ha mais de 150 anos,ela foi desenvolvida,pois o primeiro homem que recebeu este tratamento não sentiu dor…

  • Fernão Falcão:

    A que ponto chega a idiotice humana , estes pesquisadores deveriam fazer estes experimentos neles mesmos antes de afirmar que isso não causa dor nos animais , afinal pimenta no c….. dos outros é refresco . Existem muitas experiências que deveriam ser proibidas de serem realizadas, a raça humana não merece estes sacrifícios .

  • Neusa Iracy Vasconcellos:

    Esse processo de fistulação (abrir cirurgicamente um canal entre um órgão e o exterior do animal), na minha opinião, é uma das piores barbáries que se pode fazer a um ser vivo e inteligente.Deve ser um sofrimento atroz.

    • Brian Carvalho:

      assitas Earthlings (terraqueos) e veja q isso aí é café pequeno!
      http://www.youtube.com/watch?v=vPtrekRyTMA

    • Andre Juvencio:

      Eu já sofri esse processo de fistulação. Não é um sofrimento atroz. é Desconfortável, com toda certeza. Mas na posição que é feito nas vacas, acredito que não seja.

Deixe seu comentário!