Por que não nos lembramos de quando éramos bebês?

Por , em 8.02.2011

Qual é a memória mais antiga que você consegue se lembrar? Certamente, não é de quando ainda era um bebê, no colo de sua mãe. Provavelmente, é de um evento em algum momento entre os dois e quatro anos de idade – período em que o cérebro começa a processar os pacotes de informação através dos complexos padrões neurais que conhecemos como memórias.

Mas não devemos pensar que os bebês não guardam lembranças. Claramente, eles se recordam de fatos no momento – como são seus pais, ou que se deve dizer “por favor” para sua mãe lhe dar doces. Isso é chamado de memória semântica, responsável por nossos conhecimentos acerca do mundo.

Até em algum momento entre as idades dois e quatro, no entanto, as crianças não possuem o que é chamado de memória episódica, ou seja, memória sobre os detalhes de um evento específico. Essas lembranças são armazenadas em várias partes da superfície do cérebro, ou córtex. Por exemplo, a memória do som é processada no córtex auditivo, nos lados do cérebro, enquanto a memória visual é gerida pelo córtex visual, na parte de trás.

Se você pensar em seu córtex como um canteiro de flores, há várias delas espalhadas por toda a cabeça. A região responsável por unir cada uma delas em um buquê é o hipocampo. Nessa analogia, a memória efetiva é o buquê – o padrão neural de ligações entre as partes do cérebro onde as lembranças são armazenadas.

Então por que crianças geralmente não registram episódios específicos até a faixa etária de dois a quatro anos? Pode ser porque é quando o hipocampo começa a “amarrar” os fragmentos de informação. E isso tem uma razão: a memória episódica pode ser desnecessariamente complexa em um momento em que a criança está aprendendo como funciona do mundo. [Life’s Little Mysteries]

Vote: 1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars

26 comentários

  • carlos Eduardo:

    Me lembro de algumas coisas de 5 meses, e algumas não sei bem quando foi, mais acho que foi antes dos 5 meses. De 2 anos me lembro muito.

  • Karla Fabiany Corrêa:

    Eu me lembro de estar no colo da minha mãe e e pessoas me olhavam e brincavam comigo, e eu estranhava tudo isso e não sabia quem eram aquelas pessoas, eu deveria ter dias de nascida. sempre lembrei minha mãe disso e sempre achei estranho e ela tambem acha. achava q isso só aconteceu comigo.

    • Marcelo Ribeiro:

      Pode ter sido um sonho que virou uma memória falsa. Pode ter sido algo que alguém te falou ou um filme, novela que assistiu quando criança e virou uma memória falsa. Nessa fase não existe cognição suficiente no cérebro para recordar nada.

    • thamiris2:

      Eu me lembro de coisas que segundo minha mãe eu tinha uns 5 dias de vida. Ela perguntou quem me disse e estou certa de que eu me lembro!

  • Vanderson Farias:

    No meu. Caso, sempre associei lembrancas a eventos … por exemplo, agora que esta fazendo 20 anos na morte de Ayrton Senna e eu ke lembro nitidamende do Galvão Bueno narrando o acidente… minha mae era noveleira e por isso tbm me lembro da primeiraa vez que a globo passou 4×4 na novela das sete… e isso foi em 93 ,94. Lembro ate de series como plantão medico…. mas a mais triste foi a morte do Renato russo em 96. E eu tinha seis anos…

  • Krypthus:

    Minha lembrança mais antiga era de quando eu estava num quarto de carne, quente e seguro logo dps um kra mascarado pego minha cabeça e de deu um tablef nas costas, nunca vou esquecer, ate hoje ainda nao achei aquele mascarado pra devolver o tapa, essa e minha meta de vida…

  • adenilson carvalho:

    PODE ATé PARECER UMA VANTAGENS RECORDARMOS DE COISAS DE 6 meses de idade mais para comigo devido as lembranças sempre parecerem presente no momento tem uma certa emoção exagerada ao pensar no passado E APARENTA ESTAR VIVENCIANDO AQUELE PASSADO NO PRESENTE POIS AS IMAGENS E EMOÇÕES TEM UM PODER IMENSO DE MUDAR MEU TENHO MUITA SAUDADES DO PASSADO .

  • Le Gomes:

    Acabei de ver nos comentários, e estou contente que não sou o único que tem lembranças tão antigas. Mas me surpreende como minhas lembranças de desde aos 3 meses aproximadamente, são tão nítidas e perfeitas. Lembro de como ter pensado sobre certos episódios, lembro de algumas situações da rotina.. durante meus primeiros meses/anos. Mas a minha memória que eu acredito ser a mais antiga de verdade, é de estar em uma banheira, sobre a cama de meus pais, tomando banho.. e eu me lembro de pensar em bater a palma na água para espirrar água pros lados e ver se minha mãe reclamaria… ou de acordar as vezes por estar molhado de xixi, de sentir meu p**** assar; de brincar com uns chucalhos que eu tinha de brinquedo, etc. Me lembro de quando eu havia aprendido à andar há pouco tempo, e eu não me fixava no mesmo lugar, eu olhava pro chão e tinha dificuldade em me equilibrar. Eu acho bom ter memórias tão antigas, e é uma pena que nem todos possuem lembranças tão boas e velhas que te fazem querer voltar à querer ter aquele sentimento de inexperiência, de querer se expressar sem ao menos chorar, porque os nossos pensamentos era tudo o que tínhamos.

  • Fernanda:

    A minha primeira lembrança é do meu anoviversário de um aninho. Me lembro de estar no colo da minha mãe, da decoração cor de rosa e dos desenhos de carruagem nas paredes. Minha mãe diz q eu devo pensar que lembro pq vi a gravação numa fita de vídeo, mas não acredito porque me lembro disso do meu ponto de vista, e axo q não dá pra criar uma memória tão intensa assim sendo vista do meu ponto de vista. A segunda é do dia seguinte, lembro de entar no quarto da minha avó e ver a minha bisa se embalando na rede bem baixinha, ela usava uma bata e sorriu pra mim e eu sorri de volta. Ela faleceu quando eu tiha 1 ano e uns meses e essa é a única lembrança que tenho dela. Depois disso, aos 2 anos, lembro de estar sentada numa cadeirinha vermelha de pano, na sala da casa onde eu morava, e de fazer xixi de propósito na cadeirinha, só pra ver o que acontecia. Quando eu tinha 3 anos, eu queria vestir uma calcinha rosa e azul que tinha o desenho de um trenzinho azul escrito abc e a minha mãe não deixou pq a gente ia ficar em casa, e aquela era pra usar só quando fôssemos sair. Depois eu me lembro já na escola, no jardim 1, de ser mordida por uma coleguinha e ficar com o braço roxo rsrs

  • Borso:

    Minhas lembranças mais nítidas de qdo era pequeno são:
    -eu assintindo A História Sem Fim no sofá com minha cobertinha
    -escrevendo meu nome pela primeira vez um mês antes de entrar na escola
    – tomando meu primeiro fuminho da tia pq fiz o A maiúsculo menor q a linha
    – escrevendo meu nome em letras de mão pela primeira vez
    – caindo de cara no pátio da escola e tendo q deixar a inspetora passar mertiolate 🙁
    – pintando o homim de azul
    – meu vizinho robando uma peça de lego por dia na escola
    – qdo dei um grito pq nunca tinha visto alguem beijando na boca (kkkkk)
    e muito mais, gente tenho tanta história besta pra contar

  • Victor.B.O:

    Acho esse assunto muito interessante, pois lembro exatamente do dia em que comecei a ter memórias, não me lembro de nada antes disso, nasci a partir desse momento.
    Bom, devia ter entre 3 e 4 anos, lembro que acordei e estava do lado direito da cama, quando abri os olhos foi como se estivesse enxergando pela primeira vez, fiquei alguns minutos observando, com estranheza, tudo a minha volta, então levantei e passei pela sala até chegar na varanda, onde minha avó e minha irmã faziam pastéis.
    Lembro que via tudo e todos como se fosse a 1° vez, mas sabia seus nomes e onde as coisas ficavam guardadas, foi sem dúvida um dos dias mais estranhos da minha vida.
    Nunca encontrei ninguém que se lembrasse do dia exato em que passou a ter lembranças.
    Gostaria muito de encontrar livros que falem sobre isso, se alguém tiver alguma dica!

  • maycon:

    que materia legal.isso e algo que eu sempre me perguntei pq e nunca soube , ate agora.

  • Roberta:

    Eu tenho algumas lembranças nitidas de quando eu tinha menos de um ano. Uma é do meu pai brincando comigo no quintal da casa que eu nasci, ele me mostrava as margaridas do jardim enquanto a nossa cadelinha corria e pulava em mim. Eu não me lembro de falar, mas lembro ainda do cheiro e da sensação que tive na hora. A segunda lembrança é do dia que vieram me “apresentar” minha prima que tinha nascido. Eu lembro que ela colocou a minha prima no berço e falou “olha a sua priminha nova, ela vai dormir aqui com vc”. Eu me mudei dessa casa logo assim que fiz um ano. E eu lembro com detalhes da minha festa de um ano. Lembro como minha avó estava vestida, lembro do meu tio dormindo na cama dos meus pais e roncando, lembro da minha tia me apertar e me chamar de bijuzinho, lembro de andar pelos comodos e dos enfeites que estavam espalhados nas paredes próximos aos quadros. .. São coisas interessantes, pq se me perguntarem o que eu comi no almoço, não vou saber

    • André.:

      Mentiroosaaa eim roberta =D

  • Corvo:

    Evandro a memoria episódica pode se ativar por exemplo quando você tem 4 anos igual aconteceu comigo mas depois se desativar

  • Corvo:

    Me lembro de uma coisa de quando eu tinha entre 3/4 anos

  • Evandro:

    Estudo cheio de contradições.

    Há casos de pessoas com lembranças quando bebes. Fora bebes que já pequenos desenvolvem grande capacidade musical.

    Fora vários outros estudos sobre o efeito da música na mente (que ainda disse um cara que não podemos tirar conclusõse precipitadas). A música pelo que parece é muito peculiar e ela não fica apenas numa determinada região do cérebro mas age sobre todo ele, estimula cada capacidade dele, e a sua “memória” aparentemente fica dispersa sobre o todo. De modo que se torna a memória com MELHOR QUALIDADE. E vem sendo usada para tratar Alzaimer com bons resultados.

    Fora estudos feitos com bebe que ouviam musica, e que os pais cantavam para eles antes de dormir… mostra que mesmo depois de anos, havia algum tipo de recordação. E reconheciam a música.

    E por aí vai…

    estudo da memória e da mente cada dia há novidade e quebra de paradigmas… “esses porques” tem prazo de validade curto. No caso, acho que está vencido.

  • Ícaro:

    minha namorada consegue lembrar de uma vez que ela jogou terra nos pelos de um cachorro da tia dela, ela lembra com muita riqueza de detalhes, lembra até a cor de um vaso de flores que estava perto dela

  • Leo Campel:

    Por incrivel que pareça, eu tenho duas lembranças bem nitidas de antes de eu completar 1 ano de idade, uma de quando eu tinha por volta de 4 meses, e outra por volta dos 9 meses.

  • Rafael:

    Me lembro de mim no berço, e outras coisas por volta de 1 ou 2 anos

  • AFSA:

    Nao sei..minha primeira memoria sou eu andando de carro com meu tio – ele faleceu antes de eu completar 2 anos.
    Tenho essa cena extremamente nitida na minha memoria – eu estava sentada com ele no volante e ele dirigia na frente da casa da minha avó, e tinha uma festa acontecendo na casa da frente. Dizem que eu era extremamente grudada com ele, e o mais engraçado é que nao me lembro da minha tia – que faleceu tbm no acidente – sendo que ele era casado com a minha tia, ou seja, nao era parente.

  • Edison:

    Minha ultima lembrança, é quando eu tinha 4 anos, quando meu pai me levou pra ver rei leão no cinema *-*

  • .:

    A memória funciona por reconhecimento, só memorizamos aquilo que assimilamos com o aprendizado. Para memorizar um copo, preciso saber o que é um copo, para memorizar um copo quebrando, preciso saber o que é quebrar. Como o bebê não sabe nada disso e não está apto a aprender, ele não memoriza. Agora creio que eventos traumáticos possam ser memorizados, mas não os detalhes do evento em sim, mas uma luz forte, um som estridente, são armazenados e podem causar até danos no cérebro em formação.

  • anderson:

    shuashuhas..serio msm isso e assustador..
    ja tentei fazer isso mas não cosegui..
    bem loco.

  • eduardo:

    Interessante….. eu sempre me perguntava isso…
    A minha memória mais distante q tenho é de qnd tinha dois anos….
    Acho q tb, isso funciona como sistema de defesa do cérebro… pq o parto, por exemplo, é uma experiência muito estressante pro bebê… talvez por isso é q o cérebro “abstraia” tais eventos justamente pra não causar traumas complexos para as crianças… é o que eu acho…

  • Douglas Miranda:

    Forçando a memória, minha primeira lembrança é de quando eu tinha três anos. Se bem que eu não gostaria mesmo de lembrar como era ficar cagado esperando alguém me limpar…

Deixe seu comentário!