Por que os mamíferos ficaram maiores?

Por , em 1.12.2010

Na época dos dinossauros, os mamíferos não eram grandes. Os mamíferos terrestres foram ficando cada vez maiores 35 milhões de anos depois que os dinossauros foram varridos do planeta. Há cerca de 30 milhões de anos, eles atingiram um patamar de 15 toneladas – e pararam.

Houve um longo debate sobre como os mamíferos cresceram a partir de pequenas criaturas, como o musaranho, que se escondia dos dinossauros, para tamanhos muito maiores como os extintos mamutes.

O primeiro estudo abrangente que comparou o tamanho máximo de fósseis em todo o mundo mostra como a extinção dos dinossauros provocou um surto de crescimento nos mamíferos que foram deixados para assumir os continentes. Segundo a pesquisa, os mamíferos terrestres do mundo todo reagiram da mesma maneira à morte dos dinossauros: se fartando da vegetação que agora sobrava aos montes.

Que eles cresceram não era muita novidade. Uma década atrás, um pesquisador informou que os mamíferos norte-americanos cresceram progressivamente durante os 65 milhões de anos após a extinção em massa que marcou o fim do reinado dos dinossauros.

Agora, outros pesquisadores analisaram fósseis de mamíferos da África, Eurásia e América do Sul para ver como o tamanho máximo do corpo dos mamíferos mudou com o tempo. O padrão que encontraram foi replicado no espaço e no tempo.

Os fósseis mostram como os mamíferos que, inicialmente, pesavam apenas 10 a 100 gramas, incharam e acabaram atingindo um máximo de 17 toneladas cerca de 25 milhões de anos depois. Basicamente, os dinossauros desapareceram, e de repente não havia mais ninguém para comer a vegetação. Todos os maiores mamíferos eram herbívoros. Segundo os pesquisadores, é mais eficiente ser um herbívoro quando se é grande.

O maior desses mamíferos, Indricotherium transouralicum, que também é o maior mamífero que já andou na Terra, foi um herbívoro parecido com o rinoceronte, mas sem chifre, que atingiu cerca de 5,5 metros de altura ao nível do ombro.

Os predadores dos mamíferos nunca cresceram muito mais do que uma tonelada, aproximadamente o tamanho de um urso polar hoje. O tamanho pode ser um problema para os predadores, já que facilita que as potenciais presas os detectem e escapem deles.

Os pesquisadores também acreditam que a temperatura e a energia definiram os limites de tamanho dos mamíferos. Os mamíferos têm uma enorme dificuldade de dissipação de calor do corpo em climas quentes. Mesmo os maiores mamíferos não chegaram a ser tão grandes quanto os dinossauros de grande porte. Os cientistas pensam que os dinossauros podiam crescer mais porque geravam menos calor interno.

Porém, nem todos os pesquisadores estão convencidos das novas descobertas. Um especialista acredita que não se pode afirmar com certeza que descobrimos porque temos animais de grande porte em determinados momentos. Segundo ele, tendências de evolução são mais bem reveladas pelas mudanças nas linhagens, do que pela observação de apenas as espécies maiores. [NewScientist]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (4 votos, média: 4,00 de 5)

3 comentários

  • mathews:

    tudo pq os seres humanos mataram todos e iso seria 1 pena mata animais tao maneros e radicais o ser humano devia e se matar mesmo sem onfenca

  • Alguem importante:

    Ate hoje nunca vi uma dedução evolutiva associada a doenças e sistema imune.

    Tenho um palpite de que o tamanho esta relacionado com o sistema imunologico deles, ja que quanto maior a população maior o numero de doenças, e sendo maiores, mais anticorpos mais energia armazenadas em seus corpos.

    Afinal de contas a escassez de alimento gera diminuição de tamanho mas o excesso de alimento nada tem a ver com o aumento do tamanho.

  • nilvo silveira:

    Neste caso o que determina é o ato sexual que eles começaram a ter.

Deixe seu comentário!