Em busca de um amor? Último rinoceronte-branco do norte do Quênia está no Tinder

Por , em 28.04.2017

Como muitos caras usando o aplicativo de namoro Tinder, Sudan ama passeios ao ar livre e viaja muito. Só tem um problema: ele é o último rinoceronte-branco do norte do sexo masculino do mundo e precisa desesperadamente acasalar.

“Eu não quero ser direto demais, mas o destino da minha espécie literalmente depende de mim”, diz o seu perfil, segundo conta a agência de notícias Reuters. “Eu tenho bom desempenho sob pressão, gosto de comer grama e relaxar na lama. Sem problemas. Tenho 1,82 metros de altura e 2.267 quilos, se for importante”.

Rinocerontes-brancos do norte estavam condenados à extinção, mas cientistas criaram um plano insano

A Ol Pejeta Conservancy fez uma parceria com o Tinder para lançar a nova campanha que busca aumentar a conscientização sobre “O solteiro mais qualificado do mundo”. Os conservacionistas esperam que o perfil de Sudan no Tinder os ajude a arrecadar dinheiro suficiente para um tratamento de fertilidade de £ 9 milhões (mais de US$ 11,6 milhões), porque todas as tentativas de conseguir que ele acasale naturalmente falharam.

Inseminação artificial

Os cientistas usariam o esperma de Sudan para fertilizar um óvulo de uma das duas últimas fêmeas de rinoceronte-branco do norte: Satu, de 17 anos, ou Najin, de 27 anos. O embrião será implantado em uma barriga de aluguel de rinoceronte-branco do sul, uma espécie muito mais comum.

“Tentamos de tudo para que eles acasalem naturalmente”, contou à Reuters Elodie Sampere, gerente de marketing da organização Ol Pejeta Conservancy, onde os três rinocerontes-brancos do norte são acompanhados por guardas armados 24 horas.

Diego, a tartaruga que ficou famosa por salvar sua espécie da extinção

“Na primeira vez que tentou montar na fêmea, os guardas florestais o guiaram… mas é difícil com um rinoceronte”, disse. “Nós os removemos do ambiente de zoológico, que não era propício aos instintos naturais, e os colocamos em um ambiente semi-selvagem. Houve alguns acasalamentos, mas nunca resultou em uma gravidez”.

Espécie altamente ameaçada

Os caçadores vendem os chifres de rinocerontes-brancos do norte por US$ 50 mil por quilo, tornando-os mais valiosos do que o ouro ou a cocaína. Por isso, os guardadores de Sudan, que aos 43 anos é velho para um rinoceronte, temem que ele possa morrer ou ser assassinado antes de conseguirem dinheiro suficiente para o procedimento.

“Há sempre esse medo. Ele é velho, ele pode morrer logo”, disse o especialista em rinocerontes Richard Vigne, presidente da Ol Pejeta. “Enquanto a demanda por chifre de rinocerontes no Extremo Oriente persistir, haverá sempre uma ameaça presente”.

Para salvar os rinocerontes, este parque atira nas pessoas (50 mortos até agora)

“A situação que os rinocerontes-brancos do norte enfrentam atualmente é um sinal do impacto que a humanidade está tendo em milhares de outras espécies em todo o planeta. Em última análise, o objetivo será reintroduzir uma população viável de rinoceronte-branco do norte na natureza”, afirma Vigne.

Se você deslizar para a direita no perfil de Sudan no Tinder – disponível em 190 países e 40 idiomas – será direcionado para a página de doação da Ol Pejeta: www.olpejetaconservancy.org. Até a publicação deste texto, eles já haviam arrecadado £ 28,745 (mais de US$ 37,2 mil).

Poucas horas depois que entrar no ar, o número de acessos da página foi tão alto que o site da Ol Pejeta caiu. [Reuters]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (5 votos, média: 4,80 de 5)

Deixe seu comentário!