Rinoceronte “extinto” é flagrado por câmera escondida

Por , em 9.10.2013

Recentemente, ler notícia sobre meio-ambiente quase sempre se equivale a desgraça – quando não é sobre a possível extinção de um animal, é sobre a devastação de campos e florestas, ou como as mudanças climáticas que estão destruindo habitats são culpa nossa.

Podemos respirar aliviados por alguns segundos; desta vez, a notícia é mais do que boa: câmeras escondidas capturaram imagens do rinoceronte-de-sumatra, uma espécie em perigo de desaparecimento, na parte indonésia da ilha de Bornéu, onde pensava-se que ele havia sido extinto há muito tempo.

De acordo com a prestigiada instituição World Wildlife Fund for Nature (WWF), dezesseis armadilhas fotográficas (câmeras de controle remoto com sensores de movimento usadas com frequência em pesquisas ecológicas) filmaram o rinoceronte andando pela floresta e chafurdando em lama em Kutai Barat, na província de Kalimantan.

As imagens foram capturadas em 23 de junho, 30 de junho e 3 de agosto, e podem mostrar indivíduos diferentes, embora a WWF tenha afirmado que essa confirmação vai exigir um estudo mais aprofundado.

Undated-photo-received-from-World-Wildlife-Fund-Indonesia-on-September-22-2013-shows-a-critically-endangered-Sumatran-rhino-WWF-INDONESIA_AFP_File-615x345

No passado, rinocerontes-de-sumatra ocupavam toda a Bornéu, a terceira maior ilha do mundo, compartilhada entre a Indonésia, Malásia e Brunei. Hoje, seus números têm diminuído drasticamente. Os cientistas pensavam que não havia mais nenhum exemplar na Indonésia, e que os poucos animais existentes habitavam apenas a parte malaia da ilha.

As novas fotografias, vindas de um esforço conjunto entre a WWF e as autoridades em Kutai Barat, mostram que o rinoceronte ainda está presente no lado indonésio de Bornéu. São estimados menos de 275 animais remanescentes no mundo selvagem, de acordo com a União Internacional para a Conservação da Natureza (IUCN).

A caça furtiva é considerada a principal razão para a diminuição drástica da população de rinocerontes-de-sumatra, com seu chifre e outras partes de seu corpo considerados altamente valorizados na medicina tradicional chinesa.

“Esta descoberta representa o trabalho duro de muitas instituições, e deverá contribuir para atingir o objetivo da Indonésia de 3% ao ano de crescimento da população de rinocerontes”, disse o Ministro das Florestas indonésio, Zulkifli Hasan. [Telegraph, RawStory]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (2 votos, média: 5,00 de 5)

Deixe seu comentário!