Porque as mulheres preferem os canalhas

Por , em 19.04.2012

Já faz 13 anos que a série Sex and the City estreou e, no entanto, ainda há quem fale do personagem Mr. Big. Por quê?

Porque, segundo a antropóloga e cientista de relacionamento Helen Fisher, somos viciadas nele. Não, não somos viciadas pelo real Mr. Big, ou seja, em Chris Noth, o ator, mas sim somos viciadas em nossos próprios Mr. Bigs – os homens que nos juntam em um calor imenso para nos espalharem em cacos novamente alguns meses mais tarde.

Mas é claro, nós sabemos que SÓ PODE SER COM ELE, de modo que rastejar de volta para Mr. Big e repetir este ciclo devastador outra vez parece a coisa certa a se fazer até acabar a sexta temporada ou, você sabe, até nos cansarmos de sermos usadas e finalmente seguirmos em frente.

Por que as mulheres se torturam? Fisher diz que é porque o amor brinca com o seu cérebro da mesma maneira que as drogas. Na verdade, o amor pode ser o vício original.

“Meu palpite é que nossos vícios modernos de nicotina, drogas, sexo e jogos de azar são simplesmente uma projeção desta via cerebral antiga que evoluiu há milhões de anos, que evoluiu do amor romântico. O sistema cerebral evoluiu para concentrar sua energia em um indivíduo e iniciar o processo de acasalamento”, explica Fisher.

A pesquisadora sabe disso porque estudou pessoas que tiveram seu coração partido. Ela descobriu que a rejeição por um Mr. Big ativa as mesmas áreas do cérebro do que quando você tem um desejo por algo em que está viciado.

Isso explica porque, como qualquer um que já tenha sido rejeitado pode dizer, você faz algumas coisas basicamente loucas quando está sofrendo por um cara que terminou com você – perseguição, destruição de bens pessoais, choro compulsivo, alguém?

Então, tudo bem, uma vez que você admitiu que tem um problema e decidiu que quer sair dele, como você consegue superá-lo?
Segundo Fisher, “o amor é realmente um vício, então você tem que tratá-lo como um vício”. Isso significa cortar qualquer contato com sua fonte de vício.

Nenhum contato, nenhuma tentativa de permanecer amigos, e definitivamente você não pode entrar em seu carro quando você chega em casa depois de uma noite incrível com suas amigas e o encontra estacionado em frente ao seu apartamento. Lembre-se: isso só vai levar a coisas ruins![Jezebel]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (5 votos, média: 4,00 de 5)

35 comentários

  • Marcelo Castro:

    Faz sentido! Tenho uma amiga q depois de um casamento de #erda q durou 19 anos, arrumou um namorado que, no tocante ao comportamento geral,

  • Eduardo Meira:

    “Nenhum contato, nenhuma tentativa de permanecer amigos”. Isto é verdade, depois que sou “chutado” por uma garota, elas semprem querem amizade, pois eu corto, concerteza se sofre menos ao não manter contato com tal pessoa.

  • Laura Macedo:

    ou eu tive sorte ou eu fui muito emotivamente e racionalmente inteligente, já que nunca me apaixonei por um cara assim..

  • magoado:

    Lulu você é muito bonita, e eu sou um canalha….!!!

  • Dalmatanil:

    A pergunta não deveria ser: O que, vocês mulheres, gostam nos homens canalhas? A galinhagem? claro que não… A sedução? opa…O jeito de flertar? opa… A conversa? A verdade é que a mulher no seu íntimo é terrível… Os pensamentos femininos voam longe e vão além dos masculinos. O corpo feminino é uma fonte de prazer. Para os homens? Inocentes… É fonte de prazer para elas mesmas. Quando um homem descobre esses prazeres e concentra-se em estimulá-los, ele se torna muito querido… Algumas características do homem galinha eu extraio, outras eu vomito. O homem quieto pode ser melhor que um galinha, até nos aspectos que este se sobressai.

  • Edmar Batista Do Nascimento:

    Quer saber? Biguá anda com biguá.
    Papagaio anda com papagaio, e gosta disso incondicionalmente.

    Pecadora gosta de pecador.
    Não somos a pessoa que imaginamos ser.
    Pelo intelecto e razão procuramos ser decentes e equilibrados mas pela nossa índole temos alto grau de egoísmo, ódio, vinganças, arrogâncias e soberbas. Para satisfazer estes maus anseios da nossa índole é que nos associamos a pessoas ordinárias.

    A propósito, os homens gostam de vagabundas.

    Ambos, quase sempre ignoram isso.

    PS.: isto não é regra geral. Tem muitas exceções.

  • PAULA DENTRO:

    Todo mundo sabe quando um cara é canalha, só mulher com baixo coeficiente intelectual pra não perceber, basta ver que tipo de trabalho ele faz, que tipo de hobbies possui…
    É tão fácil!
    -Quando o trabalho dele for somente para fins lucrativos, descofie logo, pois ele vai querer botar o prazer em outros lugares, do tipo outras mulheres pra compensar a falta de prazer no trampo… Aliás é o que mais acontece né…
    -Analise o tipo de habbie que possui, existe muita diferença entre um cara que fanático por futebol ou um fanático por Artes ou ciência, pense bem, se tiver hobbies frívolos descofie logo, pois se seu passatempo é algo idiota, provavelmente vai te tratar assim tb, fora que futebol é ponte pra alcool e papinhos sobre mulher, daí é um pulo…

    Pois é, para se relacionar é preciso de inteligência tb…Simples assim! Os homens mais interessantes, muitas vezes acabam ficando com mulheres inexpressivas devido a falta de sensibilidade das ditas expressivas… Não se ligue em esterótipos e sim no interior… Usar a inteligência é sempre bom né.

    • Guilherme Euripedes:

      “Não se ligue em esterótipos e sim no interior… Usar a inteligência é sempre bom né.”

      Obrigado por me poupar escrever e apenas retrucar a ignorância do que disse com um ctrl+c ctrl+v.

    • Guilherme Euripedes:

      “-Quando o trabalho dele for somente para fins lucrativos, descofie logo, pois ele vai querer botar o prazer em outros lugares, do tipo outras mulheres pra compensar a falta de prazer no trampo… Aliás é o que mais acontece né…”

      Acho que entendi… Quer dizer que Atores pornôs são as pessoas mais românticas do mundo porque, eles sim, tem “prazer” no trabalho deles né?

      Vivendo e aprendendo…

  • luysylva:

    o mundo é uma tragédia
    Para os sentimentais,
    É uma comédia
    Para os intelectuais.

  • Flor de Lis:

    Não gosto de canalhas por vários motivos; um deles é o fato de já ter tido canalhas na minha vida e infelizmente só ter descoberto isso depois. Gosto mesmo é de Homem de verdade; e isso é cada vez mais raro. Trágico!

    • Chuck Norris®:

      Você está completamente enganado, amigo!

    • Paulo Eduardo:

      Nossa, você curte bastante “Todo mundo odeia o chris” é a segunda vez que vejo vc postando “trágico”!!

    • Flor de Lis:

      Paulo Eduardo, realmente gosto bastante da série de Chris Rock… vejo que repara em meus comentários, pois realmente é a segunda vez que pronuncio o lássico bordão do Sr. Omar, que, diga-se de passagem, a muita coisa se aplica. Abraços!

    • Flor de Lis:

      Paula….., não tenho necessidade de mentir pelo simples fato de que gosto não se discute. Se eu gostasse de canalhas o diria sem problema algum, pois cada um tem direito de gostar do que quiser, não é mesmo? E repito mais uma vez: gosto de Homem de verdade, pois os representantes desta rara espécie tem particularidades não encontradas nos “genéricos”, ou seja, nos canalhas disfarçados de homens. Fato!

    • Flor de Lis:

      Não vejo como posso ser hilariante sobre tal assunto. E se 80 milhões de brasileiras pensam como vc diz, não significa que eu também pense. O site realmente é de cunho científico, mas uma vez o post publicado expressei minha opinião.

  • Gustavo:

    Engraçado que esta discussão sempre retorna rsrs. Lembro que uma notícia como essa já passou, talvez até mais de 1 vez, por aqui.
    A explicação está no fato do homens cafajestes terem algo mais que as atrai, por isso pega tantas. Da mesma forma que, nós, homens, pegaríamos uma gostosa, não importa se é “mais rodada que fusca 69”. A diferença é que pra nós, não serve pra casar (mas claro que sempre há exceções). E no caso das mulheres, tendo em vista sua natureza, parecem não se importar em ter um relacionamento com um cara desses, com suas exceções também, afinal se traídas são vítimas e nós quando traídos somos cornos.

  • Paulo Eduardo:

    Por que gostam de sofrer, de serem desiludidas e desvalorizadas, mas para não ser tão radical… não está escrito na testa dos homens “Eu sou um canalha”!! O problema é que mesmo depois de reconhecer o “tipo” insistem no mesmo desgraçado!! É como o Professor Hubert J. Farnsworth disse; As mulheres são escravas dos seus sentimentos.

  • Victoria Lima:

    Leiam isso com atenção:
    1.a matéria não é coerente com a verdade(pelo menos com a minha).
    2.a meninas gostam de romances como crepúsculo e etc porquê tem homem que não sabe a hora de se declarar!
    3.essa é pergunta:”porque vocês não gostam das garotas inteligentes e rock-eiras,mas correm atras das chuchucas?”

    • Carlos:

      Falou a voz da experiência…rsrs

    • Jhonny:

      Só amamos quem nos convém…e quem disse que homem não gosta de mulheres do estilo que vc descreveu?Vc não vai achar um cara que gosta de rock em uma balada funk (pelo menos bem improvável)…
      É só saber onde procurar….Mas te digo,mesmo que doa, o melhor é ser sozinho.

    • Guilherme Euripedes:

      A inocência é linda *_*

      Victoria sua linda! Contente-se em continuar gostando de rock ciência e em breve vai aparecer um cara que vai gostar de você como é =].

      Só isso importa!

    • PAULA DENTRO:

      Esses tipos que pensam que relacionamento é igual crepusculo ou são virgens ou são encalhadas… E ainda aparece uns doidão aí pra dizer que elas são lindas… akkakakakkakakkakak No mínimos são vão arrumar esqueisitas como o tipo acima
      Mais uma vez eu rí, pedes… rss

    • Paulo Eduardo:

      Nossa, quanta “sutileza”!!

  • Raphael:

    Sei que mulheres amam canalhas, bandidos e cafajestes. Rejeitam homens bonzinhos de bem…
    E isso é tudo que eu preciso saber.

    • Paulo:

      E depois reclamam que homem não presta…

    • Lulu:

      Pela mesma razão que vcs gostam das “tchuchucas” (eufemismo para evitar o uso de uma palavra com significado mais pesado, por assim dizer)…

    • Chuck Norris®:

      Não, eu não gosto de “tchuchucas”, Lulu.
      Nem todos as mulheres gostam de canalhas, da mesma forma que nem todos os homens gostam de “tchuchucas”.

    • Carlos:

      Não é verdade. Homem gosta de dar uns pega nas thuthucas, se é que vc me entende..rsrs
      Mas pra namorar e casar nunca. Eu já desisti, vou virar ermitão em morar em cima da montanha…

    • Guilherme Euripedes:

      Não gostamos das “tchutchucas”, apenas nos divertimos com ela.

      Tchutchucas… Não seja essa.

    • Lulu:

      Se divertem e acabam pondo fim em um relacionamento por frivolidades… mas cada um com as suas prioridades.
      Obs.: Não advogo em causa própria.
      Felizmente nunca tive grandes
      transtornos na minha vida por isso.

  • Ricardo:

    Concordo totalmente.
    Já tive desilusões amorosas e aprendi que a melhor forma de me recuperar logo delas é tratando-as como vícios. Corto totalmente a relação. Quando vejo a pessoa, cumprimento-a normalmente, mas não me estendo em conversas. Parei de visitar o perfil dela no orkut. E me proibi de ouvir músicas de fossa, q só me deixavam cada vez mais pra baixo.

    Comecei a fazer academia, me distraia estudando… até que você vai se acostumando a essa “nova vida” e acaba pensando cada vez menos na pessoa. Depois vc conhece uma outra e aí sepulta de vez o velho amor nas profundezas do seu coração.

    Sofri pra caramba, mas já passou.

    Não sabia q havia pesquisa científica pra isso e me alegro ao saber q agi corretamente.

    • Marcos – DF:

      Olá Ricardo !
      Cara, nós homens, quando sofremos por amor, SOFREMOS MESMO hehehe …
      Músicas de corno, lembranças da que se foi, etc, são torturantes mas, como tudo na vida é passageiro (menos o trocador e o motorista), aí vamos nós, de vento em popa para novas descobertas, novas pessoas e novos amores !!
      É isso aí, garoto !
      Abraços a todos !

      OBS – Não sei porque colocaram esta droga de confirmação nas
      mensagens !!!

    • Paulo MMartins:

      Ricardo, interessantíssimo seu depoimento!
      Abrço

  • paulo:

    E as senhoritas big?

Deixe seu comentário!